Congresso em Foco

Kajuru vai deixar o Cidadania

Kajuru deixa PSB após divergência sobre armas

02.07.2019 19:06 38

Reportagem Em

38 respostas para “Kajuru deixa PSB após divergência sobre armas”

  1. Ewerton Neres disse:

    Kajuru o Brasil e Goiás te ama, sai desse puxadinho do PT e fica como sempre ficou, com o POVO !!! quando te vi se juntar a essa esquerda podre, fajuta, imunda, pensei até tu Brutus ? mas aí vi que vc continua o Kajuru que aprendemos a amar na TV, reto, integro e sem panela.
    O PSB vai continuar como um carrapato preso ao testículo do PT, vai continuar sendo um puxadinho de tudo que é podre, canalha, absurdo … nessa esquerda nada presta, ainda bem que vc saiu do meio dessa lama.

  2. Romero Fragoso disse:

    Cajuru, aqui, no brasil, a filiação partidária é obrigatória, então, você tem que escolher outro partido

    • Luís Aurélio disse:

      Errado. A filiação é obrigatória para concorrer a alguma coisa ou para exercer mandato em cargos eleitos por coeficiente eleitoral. Como ele foi eleito pelo número de votos, ele pode ficar sem partido. O Reguffe já está um tempão exercendo mandato sem partido.

  3. Gilmar Gilmar disse:

    Gente a posse de armas é simples, quem não quer ter arma em casa não tem (não é obrigado).
    Mas quem quiser vai ter que fazer o curso, psicotécnico e etc…, que fica tudo em mais de 6 mil.
    Simples, vamos respeitar a liberdade de cada um.

    • Ernesto Freire Pichler disse:

      EU não quero que VOCÊ tenha uma arma, pois isso aumenta a insegurança geral. A segurança deve ser garantida pela polícia. Não existe a liberdade de cada um, pois alguns podem pagar 6000,00, mas a maioria não.

      • Gilmar Gilmar disse:

        Você pode não gostar ou até mesmo odiar gays, mas mesmo assim você tem que respeitar o gay e deixa-lo em paz. Pois cada um tem seu direito individual.
        E esse direito individual não tem nada a ver com governo (PT, PSDB, Bolsonaro), todos tem que ter seu direito individual respeitado. Pois quando não se respeita o direito individual de cada um caminhamos para o nazismo, fascismo e comunismo. Onde não se respeitava o direito individual do cara ser gay e coincidentemente também não permitia armas para o cidadão comum.
        Então amigo posso não concordar com você, mas vou até o fim para defender sua liberdade de discordar comigo. Forte abraço!

        • Ernesto Freire Pichler disse:

          Caro Gilmar, não há direito que não seja definido pela lei. E as leis mudam com a civilização, com as lutas sociais. E você tem direito à segurança, que é um dever do Estado. Os direitos individuais não são responsabilidade do indivíduo, mas da sociedade, que deve prover educação, saúde, segurança.

      • Alexandre Garcia disse:

        Voce deve se limitar a cuidar da sua vida, pois ninguém lhe passou procuração ou deu o direito de vc saber o que é melhor para vida do outros. Voce não quer arma, não tenha. E não perturbe quem pode e quer ter para se defender. Simples.

    • Werde Gomes disse:

      Então só playboy pode ter arma? É isto ? Aí quando rolar uma discussão, o playboy vai querer bancar o macho em cima do pobre que não tem grana para comprar uma arma registrada. A classe média ignorante, proporciona este país medíocre onde retardados acreditam que a criminalidade pode ser controlada com armas em vez de justiça Social e OPORTUNIDADE para todos, algo que existe em TODOS os países onde os níveis de violência são baixos.

    • Alexandre Garcia disse:

      Excelente. O problema é que respeitar a vontade alheia é algo estranho a essa cambada anti arma. Eles não querem ter e ainda querem proibir a todos os demais cidadãos de ter. Canalhas. Otimo que essa argumentação não engana mais a maioria da população que pensa e vota.

  4. Georges Edward Alves disse:

    Também, vou te falar, viu… esse PSB já virou um partideco de aluguel faz tempo. Não tem nada a ver com o “S” da sigla. Vergonha. Eles se merecem.

  5. Wellington F. Dekaminavicius disse:

    Alguns defendendo o decreto aqui, dizendo que quem é contra é petista que defende bandido. Algumas ponderações a serem feitas:

    1º: 90% da população vive com menos de 2, no máximo 3 salários mínimos por mês. Uma arma (a pistola mais fuleira da Taurus), o custo das balas, curso de tiro, documentação, etc., tudo isso não sai por menos de 5, 6 mil reais. No Brasil, 63 milhões de pessoas estão com o nome sujo, 13 milhões de desempregados, 35 milhões na informalidade, todas essas pessoas mal têm dinheiro pra se sustentar. De onde é que vão tirar dinheiro pra ter uma arma? Ou seja, quem é que vai poder ter acesso a isso? O pobre, que não tem onde cair morto ou o rico, que já anda cercado de segurança e que tá se lixando pra esse decreto?

    2º: arma na mão de um povo mal-educado que é o brasileiro vai virar uma carnificina geral. Pq todo mundo vai se sentir autorizado (toda vez que acontecer uma desavença na rua, no trânsito, problema com vizinho) a atirar em alguém, por mais fútil que seja o motivo.

    3º: o povo não vai ter o preparo necessário pra se defender de bandido. Pq o bandido tem o fator surpresa, ele vai te assaltar quando vc menos esperar, vai tomar sua arma e ainda te matar. Se até o presidente, que foi treinado na AMAN, pelo exército, não reagiu e entregou a arma pro bandido quando foi assaltado, o que dirá o povo, que por mais que faça um curso, não vai ter a esperteza necessária para reagir com inteligência?

    4º: papel de prender bandido é da polícia. Se vcs acham ruim que a impunidade corre solta, prestem atenção em quem votam, principalmente para deputado e senador (que são quem modificam as leis), já que acham que são todos corruptos. Eles não vieram de marte. Alguém colocou eles lá. Enquanto não tiver alguém disposto a diminuir drasticamente a desigualdade social no país (o Brasil tem a pior distribuição de renda dentre todos os países minimamente desenvolvidos economicamente do mundo), ela vai continuar gerando esses problemas.

    • Ricardo Gomes da Silva disse:

      Parabéns, talvez o melhor comentário que eu já li na internet.

      Coerente e com argumentos.

    • Marcio disse:

      Me desculpe, mas serei obrigado a usar crtl C, crtl V.

    • Ernesto Freire Pichler disse:

      Muito bem, Wellington! Disse tudo.

    • Werde Gomes disse:

      Vc só esqueceu de dizer que 99,5% destes que defendem a liberação das armas ajoelhariam e chorariam como crianças num tiroteio de verdade. Tem muito “macho” atrás do teclado que chama a mamãe na hora do aperto. Boa parte da classe média brasileira só vomita asneiras e se constitui um tremendo atraso de vida para o país em todos os sentidos. Basta ver o débil mental que elegeram .

    • Getúlio Morais disse:

      Se vc não quer ter o direito de autodefesa, eu respeito isso, porque então é tão difícil respeitar o meu direito de autodefesa, porque vc quer que só bandido psicopata tenha direito a arma e eu com bons antecedentes criminais e de sanidade mental, além de treinamento não posso ter, eu prometo não te defender com minha arma.

      • Wellington F. Dekaminavicius disse:

        Lamentável este tipo de comentário, em qual lugar vc me viu dizendo que só bandido psicopata deve ter direito a arma? Não é à toa que, no Brasil, o analfabetismo funcional reina tranquilamente, e sem nenhuma perspectiva de melhora. Por favor, aprenda a interpretar textos corretamente.

        “eu prometo não te defender com minha arma”

        Mais lamentável ainda este trecho de seu texto. Fala sério, se a gente fosse confiar somente na palavra das pessoas, não precisariam mais existir leis em lugar nenhum, me desculpe, mas esse trecho parece fala de criança inocente.

        Resumindo, o Estado, e somente ele, deve ser responsável pela defesa das pessoas, senão isso aqui vira lei da selva, dê uma arma na mão de cada um e só os mais fortes vão sobreviver.

  6. Antonio Bastos Bastos disse:

    Muito bem Kajuru, apoiou corretamente a questão da posse Pois, atualmente só bandidos andam armados e atiram no cidadão de bem só para escutar a queda.

  7. Ernesto Freire Pichler disse:

    Tem que ser muito sem caráter para defender a posse de armas.

    • Alexandre Garcia disse:

      Tem que ser muito mais mal caráter ainda para defender bandido.

      • Ernesto Freire Pichler disse:

        Para querer armas, tem que ser bandido.

        • Alexandre Garcia disse:

          Conserte sua resposta. Querer armas para não ser refem de bandidos.
          Quem quer cidadão desarmado é que defende que bandido tem que viver sem sofrer ameaças e cometer livremente seus crimes. E politicos autoritários que querem dominação total da população civil sem temer oposição. O bom é que a maioria enxerga isso com clareza e a hipocrisia dos antiarmas cada vez mais fica óbvia.

          • Ernesto Freire Pichler disse:

            Os bandidos querem que você tenha uma arma. Será mais uma nas mãos deles. A última vez que houve uma luta armada para derrubar a ditadura, claramente não deu certo. A maioria é anti-armas.

        • Fernando Hubner disse:

          cala boca petralha fdpta verme mobral

        • Getúlio Morais disse:

          Os policiais a que te defende são todos bandidos, conheço outros mal caráter como vc, apoia o Lula Livre não é isso, querem facilitar a implantação da ditadura do proletariado no Brasil, assim como está ocorrendo na Venezuela.

      • Georges Edward Alves disse:

        Tem que ser muito analfabeto pra escrever “mal caráter”. É “mau caráter” que se escreve. Sujeito foge da escola, não sabe nem escrever e quer debater assuntos de política… tsc, ysc, tsc…

        • Alexandre Garcia disse:

          Escrevo mal, mau como quiser. Não sou um capacho de bandido menos ainda um esquerdopata cretino que defende desarmamento por pensar em preservar a vida de viciados e outros lixos que andam por aí.

          • Ernesto Freire Pichler disse:

            O desarmamento preserva a SUA vida. Se você tem uma arma, é grande o risco de ser morto por alguém que quer roubá-la.

          • Alexandre Garcia disse:

            Esse argumento é o mais ridiculo de todos. Coisa de gente hipocrita na medida que procura argumentos infantis para esconder a complicidade com desarmamento. Sempre tive e terei armas. Nunca nenhuma me foi roubada. E nem vai ser. Mas já deixei de ser roubado algumas vezes por ter arma.

      • Ricardo Gomes da Silva disse:

        O único que defende bandido é você, pois, apenas bandidos querem armas a vontade na rua.

        • Alexandre Garcia disse:

          Eu não sou um covarde idiota comm medinho de arma. Tive porte 10 anos. E prendi em flagrante um ladrão de carros. Podem ir se desesperando, a situação está mudando e não vai ficar mais como era.

      • Pedro Mello disse:

        Ser contra a posse e porte de armas não tem nada a ver com defesa de bandidos. Mas parece que defender posse e/ou porte de armas tem muito a ver com incapacidade de interpretar textos.

    • Fernando Hubner disse:

      cala boca oatario ladrao

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via