Congresso em Foco

“Impunidade e certa descrença”: em seu despacho, Barroso teve de cumprir a Constituição, mas fez críticas ao sistema penal

Jovem preso com pequena quantidade de maconha e crack deve deixar a cadeia, decide o ministro Barroso

28.02.2018 08:23 98

Reportagem Em

98 respostas para “Jovem preso com pequena quantidade de maconha e crack deve deixar a cadeia, decide o ministro Barroso”

  1. Gabriel Karikas disse:

    Concordo em plenamente, 100 %! Manter a criminalizaçao das drogas há a interesse dos policiais corruptos, os politicos e os traficantes! Somente eles sao beneficiados por isso! A populaçãosofre! Quem quer morrer por consumo de drogas, seja a problema dele! Hoje nao pode mais viver em liberdade, porque quem esta mandando nas ruas, sao os bandidos (policiais bandidos incluindo) e os bandidos politicos!

  2. Rodolfo Alvim disse:

    menos um jovem filiado as facções criminosas instaladas nas cadeias… parabens ao Ministro…

  3. Rafa disse:

    Sou a a favor da criminalização do álcool, a droga do ”cidadão de bem”.

  4. Serjão Berranteiro disse:

    Alguém consegue este julgado ?

  5. hudsoncustodioferreira disse:

    Parabéns Sr. Ministro assim “estas a ajudar a construir um país melhor”, sua palavras.

    Vejamos os erros cometidos;
    1 – Liberou um traficante de drogas;
    2 – Ensinou as demais que basta estar na posse de pouca quantidade de drogas;
    3 – Legalizou o tráfico (nenhum país do mundo o fez)

    n – Assassinou um jovem de 18 anos aos 20.
    Obs.: Minha mãe me deu boas chineladas aos 5 anos quando peguei uma bolinha de good de um coleguinha e me disse várias vezes “você não pode pegar o que não é seu. Carreguei essa lição pela minha vida toda, hoje aos 70 anos. aposentado do serviço bancário com cofres cheios de numerário, jamais fui capaz de subtrair de lá um centavo. Era só uma BOLINHA DE GOOD, sr ministro

  6. jorge willian disse:

    E assim, continua-se a alimentar a industria da droga…

    • Georges Costaridis disse:

      Mas tá cheio de apologista aí em cima achando que ao invés de enfrentar a realidade como homem prefere mascarar a realidade vivendo no paz e amor e deixando a realidade para quem tem culhão pra encarar o desafio.

  7. Zan Eris disse:

    politica antidrogas, guerra contra as drogas, proibição, politicagem… tudo conversa pra boi dormir, nada disso nunca vai funcionar, estamos falando de pessoas, seres humanos, todo mundo conhece alguem que usa ou ja usou alguma droga, é uma demanda basica do ser humano, alcool tambem é droga e é péssima pra saude e pra sociedade, mas é culturamente aceito, chega de hipocrisia, a demanda nunca vai acabar. Não acho certo precisar de usar essas drogas, mas proibir é a pior coisa, os resultados estão aí no rio de janeiro e em todas as cadeias pelo mundo. sorte das pessoas que vivem em paises onde os lideres ja começaram a solucionar a questão de uma outra forma. o ministro é bastante ousado em trazer essa questão, parabens ao ministro barroso!

  8. hudsoncustodioferreira disse:

    É Sr Ministro… todos começam a se drogar/traficar com 2 toneladas de drogas. Queria ver se ele estivesse entregando uma grama de droga para um de seus familiares.

    Volta pro Rio lá tem um exemplo bom.

  9. Igor disse:

    E aí…???, alguém ainda duvida que o Brasil é o país dos bandidos…???, são eles sempre os beneficiados. Enquanto isso o pai de família e sua prole são estuprados, mortos e trucidados por esses bandidos viciados pegos com pouca quantidade de droga…, se quisermos proteção, temos que nos armar e dar ao bandido a resposta à altura…, não esperam nada da “justiça tabajara brasileira ou do estado”, esses protegem o bandido e ignoram o trabalhador que tem família.

  10. Mario Tonani disse:

    Ministros fracos e fora do contexto da segurança, ficam escondidos em suas togas. Depois que a quantidade pequena passou a não dar cadeia. graças ao FHHC. OS traficantes aliciaram milhares de menores pelo pais distribuindo em pequenas quantidades,

  11. corone brasil disse:

    DEVERIAM LIBERAR AS DROGAS E SEREM FORNECIDAS A PREÇOS POPULARES PELO GOVERNO, ASSIM ACABARÍAMOS COM OS TRAFICANTES

    • Valderi Silva disse:

      Como que é? Drogas fornecidas a “preços populares” quer dizer em parte custeado pelos impostos dos brasileiros. Li isso direito? Tem que financiar a droga do viciado para ele comprar barato a sua paranga?

  12. Joao Orestes Santos disse:

    Lamentável. Crime é crime. Nâo importa a quantidade de droga ilegal. Um ministro do STF dando um exemplo negativo e lamentável

  13. Evandro Rasnoussen disse:

    Quer dizer, se um assalto a mão armada render só R$ 50,00, o assaltante não pode ser preso, por causa do pequeno valor né?.

  14. Carlos Silva disse:

    Parabéns ministro Barroso! Não tem sentido nenhum manter um jovem de 18 anos preso por posse de insignificantes 30 gramas de maconha, em épocas de apreensão de quilos de cocaína em helicóptero de político. Enquanto isso, o preso continua dando despesas para a sociedade, já que os presídios estão superlotados com crimes dessa natureza, considerando-se que em outros países, à exemplo do vizinho Uruguai, descriminalizou o uso da maconha , dando exemplo a outros países, vide o Paraguai, que estão seguindo a mesma política. Mais uma vez, parabéns Barroso!

  15. Marcos Duque disse:

    Aquele que surrupiar R$100,00 da carteira do ministro não poderá ser punido de nenhuma forma, pois o valor é pouco expressivo. Ele não entendeu que o crime NÃO está na quantidade do delito, mas no ato em si. O homem aí comprou DROGAS, não importa a quantidade; o dinheiro dele ajudou a alimentar uma máquina criminosa. Falei grego?

  16. fernandafernandes disse:

    “…Minha posição é legalização e regulação rígida do Estado.”

    Véi na boa, o que este povo tá usando?
    Em que mundo vivem?
    Para que povo está judicando?
    Hello! isto aqui é Brasil, se não, vejamos: terra de gente indolente, preguiçosa, vagabunda, cabeça oca, que não gosta de estudar, nem trabalhar e que curte tudo o que não presta, tudo mesmo, sem exceção.
    Demais disto, o Estado, onde não é corrompido, é ineficiente…
    hello que esta alucinação tem que passar!
    Volta pra real querido!

    • Renato Pascon disse:

      Eu olho da minha janela e vejo gente trabalhando duro, pra ganhar muito pouco. Nossos horarios de trabalho são muito mais brutais do que os horarios dos trabalhadores dos EUA, por exemplo. Em qualquer bairro de periferia, a hora de pico de trânsito é as 5:30 – 6:00 da manhã. E eles so chegam em casa as 20hs. Tempo de tomar banho, comer e dormir pra trabalhar o dia seguinte, 7 dias por semana, só pra ganhar o suficiente pra viver mal e porcamente.

  17. carlos roberto disse:

    Corajosa e oportuna a manifestação do ministro Barroso diante desse caso. As prisões estão abarrotadas de pequenos “traficantes”, que tomam as vagas dos verdadeiros criminosos. Nem sequer podem ser chamados de traficantes porque a maioria vende pequenas quantidades apenas para se manter o consumo próprio. Não é para enriquecer não. REGULAMENTAÇÃO DA MACONHA JÁ.

  18. Lupavideos Oliveira Guedes disse:

    Assisti o voto desse ministro na época do julgamento sobre a maconha que está paralisado por conta do pedido de vistas do ministro que morreu. Sem dúvida o Barroso é o mais preparado para falar sobre drogas. Está certo, colocar um jovem de 18 anos na cadeia por causa de 1 pedra de crack e 36 gramas da bosta de vaca vendida como maconha aqui no Brasil é o fim do mundo. A verdadeira droga que causa estrago aqui são os políticos, os “formadores de opinião” e a justiça que só pune o pobre. O verdadeiro traficante voa de helicóptero e é chamado de excelência.

    • EGALVAO disse:

      Frequentar clinicas psiquiatricas onde existem milhares de dependentes quimicos que vão ficar a vida inteira dependentes de remedios p/ conseguir controlar os maleficios que essas drogas fizeram com sua saude fisica e psiquica pode nos ajudar a entender os formadores de opinião que são contrários a legalização de qualquer tipo de droga, seja maconha, cocaina, ou seja la o que for

      • Renato Pascon disse:

        Seu argumento só faz sentido se você conseguir associar a liberação das drogas ao aumento de consumo. Os países que já liberaram (Canadá, alguns estados dos EUA, Uruguai, grande parte da Europa ocidental) não tem nenhum indício de aumento de consumo.

        Isso porque quem quer fumar vai fumar. Legalizar apenas tira o fluxo de dinheiro da mão de traficantes e gera receita com impostos. Isso é a experiência dos países que deram esse passo.

        • EGALVAO disse:

          Hahahaha
          Sua opinião, respeito seu ponto de vista
          Mas lembre-se isso aqui é Brasil
          Um pais que não tem estrutura para saúde, educação, lado social
          Um pais como nosso vai funcionar?
          Já foi na cracolandia?
          Já frequentou comunidades de periferia , onde na cabeça deles tudo já é legalizado?
          Meu argumento faz sentido p/ mim
          Me incomoda muito ver pessoas que são formadores de opinião como nosso ministro e nosso ex presidente falarem dessa forma irresponsável da legalização
          De caneta na mão, sem conhecer a realidade é fácil
          meu caro Renato, não concordo com vc, mas respeito sua opinião
          Respeito também a opinião de todos os comentários que assim como eu são contra a legalização

        • Georges Costaridis disse:

          Boa! E esse dinheiro vai pra onde? Corrupção de políticos ou traficantes? Que para tornar menos pior a vida do resto da população é que não vai.

      • Rafa disse:

        E o álcool tbm

      • Adevaldo Silva disse:

        Primeiro lugar, dependentes químicos não são internados em clínicas e, sim em comunidades terapêuticas. E irmandades como AA (álcool) e NA (álcool e outras drogas), tratam dependentes sem o uso medicamentoso.
        Uso de medicação é muito mais pelo avanço da indústria farmacêutica, do que pela necessidade médica.

      • Gabriel Karikas disse:

        seu idiota, incopetente – os milhares de dependentes, viram usuarios, porque os traficantes ofereceram para eles a droga! Seu inbecíl, se nao sera crime mais as vendas, terao traficantes para vender droga ? Claro que nao, seu jumento!

        • adriano disse:

          Quem garante? Por acaso vc é a Madame Gazela – a vidente?? tem bola de cristal então para saber oque correrá numa suposta liberação desta droga..???? Se não tem mais crime, aqueles que usam as escondidas sairão pras ruas, e incentivarão os demais que só estavam esperando um aval e um cenário propício para usar drogas…. Isso é algo que não temos previsão, mas aposto que o consumo irá aumentar, não só par a maconha, mas para as demais drogas depois que a cannabis não surtir mais o efeito desejado no organismo viciado… Venda de Cigarro é controlado ?? Então por que há tanta gente contrabandeando cigarro do paraguai todos os dias em todos os cantos do Brasil véio?? Acha que os traficantes de droga vão parar??? È ´bvio que não, vão concorrer com a venda lícita e fugir da tributação a todo o custo!! Ledo engano de maconheiros inrustidos acreditar neste conto de fadas de desciminalização da maconha para combater o crime de tráfico e desafogar as carceragens Brasil afora, tsc, tsc!!

  19. Júlio DEL Potro disse:

    vou começar a vender pequenas quantidades.
    no brasilzinho VALE TUDO!!!!!!!

  20. Daniel Machado disse:

    As outras drogas, creio que não. Mas a maconha, LEGALIZA BRASIL!

    • carlos roberto disse:

      Tam que regulamentar todas as drogas para ver se ameniza essa guerra do tráfico.

      • Willian Santos disse:

        Cigarro é regulamentado e é o item mais contrabandeado do Brasil.
        Quem acha que regulamentar tais drogas vai acabar com o tráfico na minha opinião não está preparado para um debate sobre o assunto.

    • Renato Pascon disse:

      Se pensar bem, qual a diferença de um indivíduo completamente alcoolizado e um indivíduo sob o efeito de cocaína? Os dois podem ser uma ameaça aos outros, os dois podem ficar agressivos e fazer besteira. As duas drogas tem efeitos prejudiciais à saúde e ambas viciam. Porque a gente libera uma e proíbe a outra?

      • Valderi Silva disse:

        Só um maconheiro pode comparar uma taça de vinho com uma carreira de maconha.
        .
        E outra, nunca vi ninguém roubar ou matar para comprar um copo de 51.
        .
        Já os assaltos para custearem o próprio vício das drogas ilícitas, acabando em muito em latrocínio, ocorre aos montes.
        .
        Vai querer um bolsa-crack para o viciado não fazer o seu roubo?

        • Daniel disse:

          Parei no “carreira de maconha”

        • Renato Pascon disse:

          Seu primeira afirmação já é falsa. Nunca fumei maconha na vida.

          Vc pode não ter visto ninguem roubar ou matar por uma garrafa de 51, mas você nunca ouviu falar de alguém que tomou muita 51 e matou gente no transito?

          Assalto pra custear o próprio vício acontece, assim como acontecem assaltos por vaidade, ou por fome, ou por qualquer motivo, portanto seu ponto é inútil.

          Não quero bolsa crack pra porcaria nenhuma, não sei de onde você tirou essa ideia imbecil. Vc caga regra na internet como se fosse um paladino da justiça, aposto que 15 minutos de convívio com vc já desmascararia essa pose de santo.

          • Rafa disse:

            Já teve caso de alcoólatra que já matou sim por garrafa de bebida alcoólica, é muito difícil alguém chegar a roubar por uma garrafa de bebida alcoólica, pq o álcool é um droga legalizada, a droga do ”cidadão de bem”. Mas tem casos de pessoas muito pobres e até moradores de rua alcoólatras e que podem sim roubar para comprar uma garrafa de bebida alcoólica. Muito alcoólatra começou com uma pequena taça de vinho, depois foi para bebidas com mais álcool, mais e mais, até virar um alcoólatra dependente, agressivo, violento e com crises de abstinência. Isso não é exceção. Contando com muitos acidentes de trânsito e nas estradas por causa do consumo de álcool. A maioria do ”cidadão de bem” subestima muito o alcoolismo.

          • carlos roberto disse:

            Alcóolatras (nem todos que bebem são alcóolatras) não roubam nem matam pela bebida não. Matam e agridem qualquer um, até familiares, não buscando mais bebida não, que vende em qualquer esquina. Matam e agridem (novamente reforçando, nem todos, nem a maioria, somente alcóolatras perturbados) somente pelo transtorno provocado por essa droga terrível para quem não pode consumir.

  21. João Batista disse:

    KKKKKKKKKKKKKKK. Liberou geral! Vamô que vamô.

  22. Georges Costaridis disse:

    Aí pilantragem! Foi dada a partida. A partir de agora podem ser felizes que o “tio Barroso” liberou! Mas para isso precisam ganhar mesmo esse salário de astronauta + benefícios e ainda ameaçar greve? Que paisinho fuleiro esse nosso hein?

    • IREDES JOSE SANTOS disse:

      Que droga sem noção e esse Georges Costardis.

      • Pedro Mello disse:

        O cara é um completo néscio.

        • Georges Costaridis disse:

          Verdade! Sou um completo sem noção e néscio! Espertos são vocês que as consome e acha que está tudo certo, alienados do que acontece nesse pais e deixando o mundo girar. Afinal o problema não é de vocês, correto? Aquela papagaiada de roubar familiar para comprar droga e até matar justificando que estava drogado é coisa de filme de ficção, imagina se acontece aqui. Sejam felizes e consumam muito, pois o país não precisa de gente como vocês.

          • Pedro Mello disse:

            Néscio a ponto de achar que todos que defendem descriminalização e/ou liberação são usuários. Nesse nível nem dá para debater.

  23. Sidnei Xadrez disse:

    Os consumidores de drogas fingem esquecer que são os principais financiadores do crime. Bancam tanto o “aviãozinho” do tráfico, até os generais do poder. Daí quando acontece a repressão reclamam que só preto e pobre é que são presos.
    Estamos há décadas passando a mão na cabeça de quem financia o crime e olhem o resultado.

    • Gustavo M. Motta disse:

      exatamente por isso que é melhor legalizar. o comércio seria feito por empresas, com funcionários regularizados. Ao invés de financiar o crime, se financiaria o Estado (que também é cheio de criminosos, mas isso já é outra conversa…)

      • Valderi Silva disse:

        Beleza, e o PCC, CV, ADA, TC, FDN assistiriam a tudo passivamente uma pequena lojinha regularizada sendo implantada em seu morro ou bairro da periferia.

  24. clara disse:

    POR ISSOQ GOSTO DESSE MINISTRO , IMPARCIAL ,CORRETO , SABEDOR DAS LEIS , ESTA NO LUGAR CERTO , NOBRE MINSITRO , O SENHOR ,SIM MERECE SER CHAMADO DE MINISTRO , NAO ESSAS OUTRAS PORCARIAS Q AI AESTAO ,TIPO AQUELE PISTOLEIRO ,GILMAR MENDES,

  25. Fabio Juba disse:

    Sugiro que os defensores da liberação das drogas visitem as cracolândias. Será que liberadas estas deixam de existir? Será que liberadas, com venda controlada (piada), não teremos crianças consumindo? É super legal ver atores globais volta e meia se internando para desintoxicar, dando entrevistas comoventes sobre o mal das drogas, mas não vejo nada dizendo que a droga destrói não só o usuário, mas toda a família e sua estrutura.

    • carlos roberto disse:

      A pergunta certa é: será que essa proibição atual, que consome bilhões em aparato policial, guerra contra traficantes com perdas de vidas de inocentes, com prisões de jovens sem antecedentes e que abarrotam as prisões, será que isso tudo tem diminuído o consumo? Será que essa proibição absurda tem afastado nossos jovens das drogas. Drogas se combatem com educação e saúde e não com polícia. Caso contrário os Estados Unidos com uma policia extremamente estruturada teria já acabado ou controlado o consumo das drogas. Mas não, vendo que essa política de proibição é um desastre estão revendo sua posição e regulamentando o uso.

  26. Mustafa all disse:

    Se fosse filho de procuradora pode ser preso com 200 kg e vai pro SPA, cadeia é só para jovens pobres e negros presos com um grama de uma droga que já foi legalizada em alguns países sérios

    • Georges Costaridis disse:

      E vc comparando diamante com merda….vai entender.

      • Pedro Mello disse:

        Pelo contrário, ele sem querer acabou dando pérolas a um porco.

        • Georges Costaridis disse:

          Que tem consciência de como está avacalhado esse país. Mas você e os de sua laia não estão nem aí…o importante é seu umbigo. E que cada um se vire afinal, o problema não é seu. Se o filho da procuradora é libertado e os pobres e negros são presos a culpa não é sua nem de ninguém. Afinal, no mundo de países sérios liberaram a droga! E o quê você está fazendo para mudar isso, além de reclamar?

  27. denunciando disse:

    Não há exército no mundo que resolva isto. É prende e solta diariamente. O STF não julga os corruptos mas tem tempo para soltar traficantes e usuários de drogas.

  28. Edu disse:

    Concordo plenamente com o Ministro! Não adianta esperar resultados diferentes fazendo-se a mesma coisa há décadas. Cada um sabe de si!

    • Georges Costaridis disse:

      Então. No Rio de Janeiro a coisa da corrupção e assaltos é feita há décadas. Por quê colocar o exército lá agora?

    • Valderi Silva disse:

      Beleza, daqui a pouco o pequeno furto, o pequeno assalto, o pequeno roubo a mão armada, o pequeno sequestro, o pequeno assassinato, o pequeno latrocínio também terá a mesma visão e complacência dos ativistas dos direitos dos manos. A única coisa que não deverá mudar, é claro para essa gente, é o pequeno assédio. Uma cantada a mais terá pena de prisão perpétua, sem progressão de pena.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via