Congresso em Foco

Câmara aprova fim da prisão disciplinar para PM e bombeiro militar

01.10.2015 23:09 26
Atualizado em 03.10.2015 09:45

Reportagem
Publicidade

26 respostas para “Câmara aprova fim da prisão disciplinar para PM e bombeiro militar”

  1. Marrieta Barbozza disse:

    A POLICIA DO BRASIL é uma que comete mais assassinatos no mundo, com esta lei, vai piorar, este congresso eleito é o mais conservador e direitista pós golpe militar.

    • cleber189%ig.com.br disse:

      Acho que vc deve ter um problema com interpretação de texto!
      É o fim da prisão “disciplinar” (aquela que é aplicada nos casos de indisciplina como: não engraxar as botas, não fazer a barba, chegar atrasado, mandar o comandante pra quele lugar se ele encher o saco, etc…)
      As punições no caso de crimes como assassinatos, roubo, etc, continuam a mesma coisa!!!

  2. Josu Oliveichenko disse:

    Se tiram as punições, como vai ficar quando incorrerem em erro? Deveria ser como uma empresa, depois de várias faltas, a demissão por justa causa.

    • Giovanni Pianuzi Masseratti disse:

      Faltas geram o PD (Procedimento Disciplinar), Vários PD’s ou uma falta muito grave levam ao CD (Conselho de Disciplina) que decide pela demissão, expulsão ou perda do posto (da na mesma o cara é mandado embora), Agora é como qualquer empresa sim amigo, aliás sempre foi, só que antes além de tudo isso ainda existia a possibilidade do cara ficar preso no quartel.

      • Josu Oliveichenko disse:

        Em tese. Na verdade são corporativistas e fazem vista grossa para os crimes dos companheiros. Isso vai tirar o poder de comandante disciplinador.

        • cleber189%ig.com.br disse:

          Muito pelo contrario, na PM é um querendo FUDER o outro!
          corporativismo só existe na policia civil!
          Se vc não conhece o sistema então não diga bobagens!

  3. Rui W. Mascarenhas disse:

    É justo … agora se ocorrer indisciplina, suspende o policial e desconta os dias da suspensão. Agora prender por motivos “bobos” ai é demais.

  4. Acabou de sair disse:

    fico pensando o que faz um cara querer ser policial?

    • edson nelson disse:

      fico pensando como seria a vida dos idiotas se a polícia não existisse, provavelmente andariam de quatro para os meliantes aproveitar melhor.

      • José Luis disse:

        Ridícula sua colocação edson nelson. A população anda de quatro para a PM, que se julgam acima da lei e não respeitando o cidadão de bem que paga seus impostos e consequentemente o salário desses PM’s. Existe um abuso de autoridade muito grande e hoje a população tem medo de um policial. Vide o que aconteceu no Rio. Abusam, fazem merda e depois querem descaracterizar a besteira.

      • Acabou de sair disse:

        Então você vira policial pra defender idiota? Interessante escolha amigo. Escolha burra, mas interessante. Um abraço.

    • Cláudio disse:

      Me vem a mente só duas situações: ou ele é um ignorante ou um psicopata. Ignorante no sentido de não conhecer a realidade, o dia a dia da corporação.

  5. Osmar disse:

    Os políticos entendem que é absolutamente necessário levar a avacalhação a todas as instituições do país. Para eles a avacalhação não pode ser um privilégio das instituições civís, tem que ser democratizada. O lema da bandeira poderia passar a ser “desordem e retrocesso”.

  6. Almir de Almeida disse:

    Ninguém é obrigado a ser Militar, é opcional! Não concorda com as regras procura outra atividade profissional. O regime militar pune o faltoso, a iniciativa privada o demite!

    • cleber189%ig.com.br disse:

      Não foi preciso procurar outra profissão porque a lei foi mudada justamente pra acabar com a arrogância de comandantes BABACAS que pensam como vc!!!

  7. matias summer disse:

    E OS MILITARES DAS FORÇAS ARMADAS COMO FICAM? AQUI OCORREM ABUSOS NAS PRISÕES ADMINISTRATIVAS, COMO POR EXEMPLO E SOLDADO QUE CHEGA ATRASADO PORQUE NÃO APARECEU O ÔNIBUS, “AH GUERREIRO, EXPLICA, MAS NÃO JUSTIFICA” OU PORQUE SAIU EM LOCAL DESCOBERTO SEM A COBERTURA (ESPÉCIE DE CHAPÉU. QUEPE, PARA QUEM NÃO SABE). ALÉM DE SER UM PESO E DUAS MEDIDAS.

  8. Ronaldo Costa disse:

    Na caserna a prisão disciplinar destina-se a punir os que cometem faltas disciplinares. Militares são cidadãos especiais perante a lei e por isso regidos por legislação propria (CPM e CPPM) e com normas administrativas específicas. As pessoas que não se adequam a tais princípios indispensáveis a hierarquia e disciplina devem repensar sua escolha de carreira ou por coerência passar a apoiar a desmilitarização das polícias militares, afinal, delegado e investigador não precizam “bater continência” para ninguém.

    • Luiz disse:

      Cidadãos especiais perante a lei? Porque ser cidadão especial, e não apenas cidadão? É por essa razão que tem que mudar a lei.

      • PAREBERT disse:

        Estude a questão de antes de falar bobagens… a atividade militar DIFERE em TUDO e por TUDO da atividade civil. Antes que diga, sou civil…

        • edson nelson disse:

          difere em que?, se é civil deve ser um baba ovo de militar, temos é que aos poucos transformar a PM em uma polícia sem características de exército e sim com atividades de prevenção e investigação para no futuro juntar tanto a civil como a militar numa só polícia.

          • Giovanni Pianuzi Masseratti disse:

            Não da p/ juntar quem quer dinheiro com quem quer matar ladrão, é como água e óleo

    • Felipe disse:

      Ronaldo, que pensamento arcaico e antiquado. O que adianta manter o profissional detido com o intuito de manter o alto ego de seus comandantes de manter, pelo menos para uma parcela de pessoas, o poder totalitário. Nossos policiais devem é ser valorizados de forma que diminua o seu estresse e assim possa atender com excelência o cidadão de bem!

      • Ronaldo Costa disse:

        Seu Felipe, estamos tratando de Policiais Militares, legalmente equiparados em direitos e deveres aos membros das Forças Armadas, cujo código disciplinar está em pleno vigor. Se o cidadão pertencente a tal tipo de instituição não gosta de confinamento, que o evite, agindo com correção e representando com galhardia sua corporação. Se o meu pensamento é “arcaico e antiquado” isso se deve ao fato de que sou do tempo em que bandido era bandido e policial era Policial, ou seja, respeitado na comunidade e não temido nesta, já, que representava perigo apenas para o marginal e proteção para o cidadão honesto. Sei que os tempos mudaram e para bem pior, pois, o que ontem era excessão, começa a se tornar regra e tirar de comandantes o poder coercitivo de punir os recalcitrantes só vai acelerar essa péssima mudança em prejuízo da Sociedade.

  9. Chico TMZ disse:

    As corporações já estão uma zona, imagina depois disso.

  10. mario disse:

    agora é que os cara deita e rola

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via