Deputado “príncipe” chama parlamentares de “zé-ruelas com CPF”

Aliado de Jair Bolsonaro na Câmara, o deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP), afirmou, em entrevista ao Estadão, que caso a democracia brasileira não mude seu sistema eleitoral para distrital, deputado seguirá sendo "zé-ruela com CPF que o partido colocou lá para ganhar a eleição".

> A pobreza no Brasil é gerada pelo Estado, diz Marcel Van Hattem

Na entrevista para o jornal, Luiz Phillipe, que é conhecido como "príncipe", disse desejar que Bolsonaro seja o último presidente do Brasil, uma vez que ele defende o parlamentarismo.

O deputado criticou o Centrão, afirmando que o grupo usa de emenda parlamentar para se perpetuar no poder. "Tem o pessoal do Centrão, acostumado a apadrinhar prefeitos, a passar emenda parlamentar para se eleger numa aliança futura, tem cabos eleitorais pagos pelo gabinete durante todo o ano e que trabalha no ciclo eleitoral", disse ao Estadão.

 O deputado, descendente da família imperial, defende que a população possa retirar os parlamentares eleitos por referendo. "[Defendo o] voto distrital, impresso ou auditável, recall de mandato, para a população remover seus representantes via abaixo-assinado ou referendo, interferir mais no fundo eleitoral, ter candidatura independente, avulsa", disse.

Luiz Phillipe é um dos ideólogos do Aliança Pelo Brasil, partido que Bolsonaro deseja fundar, mas que não deve ser lançado a tempo das eleições 2020.

> Chance de criar o Aliança Pelo Brasil a tempo de eleição de 2020 é de 1%, diz Bolsonaro

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!