Diogo Mac Cord é nomeado secretário especial de Desestatização

Diogo Mac Cord foi nomeado nesta quarta-feira (26) como Secretário Especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia. Mac Cord substitui Salim Mattar, que deixou o cargo há cerca de duas semanas por insatisfação com o avanço das privatizações.

O ato, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro Paulo Guedes, foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) de hoje (veja a íntegra). O nome de Mac Cord já havia sido anunciado há duas semanas, restando apenas o ato de nomeação para investidura no cargo.

As principais informações deste texto foram enviadas antes para os assinantes dos serviços premium do Congresso em Foco. Cadastre-se e faça um test drive.

Debandada

Mattar deixou o cargo no mesmo dia que Paulo Uebel, que saiu da Secretaria de Desburocratização, Gestão e Governo Digital e foi substituído formalmente na semana passada por Caio Paes de Andrade. Ao comentar as demissões, Guedes assumiu que naquele dia houve “debandada” e que a resposta à ela seria acelerar as reformas estruturantes.

“Salim Mattar pediu demissão hoje. Isso é um sinal de insatisfação dele com o ritmo de privatização”, disse o ministro Paulo Guedes em 11 de agosto. Segundo ele, Mattar afirmou que é muito difícil privatizar no Brasil. Guedes disse ter ouvido de Salim Mattar que o estabilishment comanda esforços contrários à venda dos ativos do governo. “O que ele me disse é que é muito difícil privatizar, que o establishment não deixa a privatização, que é tudo muito difícil, tudo muito emperrado”, declarou o ministro.

“Eu se pudesse privatizava todas as estatais”, afirmou Guedes. O ministro disse que gostaria de privatizar quatro grandes estatais para sinalizar ao mercado: Eletrobras, Pré-sal Petróleo S/A (PPSA), Correios e Docas de Santos.

Currículo

Diogo Mac Cord era secretário de Desenvolvimento da Infraestrutura da pasta desde o início do governo e teve atuação destacada durante a tramitação do novo marco regulatório do saneamento básico. Antes da atuação no setor público, ele foi consultor da KPMG, empresa multinacional de consultoria.

Segundo currículo disponibilizado pela pasta, Mac Cord é engenheiro de formação, possui mestrado em administração pública em Harvard e especializações em investimentos em infraestrutura e regulação do setor elétrico.

Bolsonaro reclama de Renda Brasil e suspende envio da proposta

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!