Novo chanceler é especialista em Bolívia e nunca comandou embaixada

O novo ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto Franco França, assume o Itamaraty após dois anos como chefe de cerimonial da Presidência da República – e após a tumultuada saída de Ernesto Araújo do comando da pasta.

França, no entanto, jamais assumiu nenhuma embaixada desde que entrou na diplomacia brasileira, nos anos 1990.

Em repositórios de pesquisas acadêmicas, França possui dois artigos e um único livro publicado, todos sobre sobre o mesmo tema: a integração elétrica entre Brasil e Bolívia. Ele viveu no país vizinho duas vezes. Também integrou a representação diplomática brasileira no Paraguai e nos Estados Unidos.

O diplomata Carlos Alberto França tem ocupado cargos de chefia de cerimonial nos últimos anos – primeiro no gabinete de Michel Temer, e depois no Ministério das Relações Exteriores, retornando ao Palácio do Planalto em janeiro de 2019.


> Redes bolsonaristas indicavam racha entre governo e militares há semanas
> Bolsonaro prestigia Lira e Centrão ao entregar ministério a Flávia Arruda

Continuar lendo