Bolsonaro volta a participar de atos contra Congresso e STF

O presidente Jair Bolsonaro voltou a participar neste domingo (3) de atos contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF). "Temos as Forças Armadas ao lado do povo, pela lei, pela ordem, pela democracia, pela liberdade", afirmou.

>Bolsonaro vai ao Exército para fazer live. Apoiadores pedem AI-5. “Assustador”, diz Barroso

O presidente também disse que os governadores interferem em seu governo e voltou a criticar as medidas de isolamento adotadas pelas autoridades locais no combate à covid-19. A participação do presidente foi transmitida ao vivo pela página do Facebook de Jair Bolsonaro. Veja no final do texto.

No vídeo é possível ouvir gritos contra o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro e críticos ao ministro do STF Alexandre de Moraes, que barrou a nomeação de Alexandre Ramagem para comandar a Polícia Federal.

Os manifestantes também empunhavam cartazes contra os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Bolsonaro se deslocou mais cedo neste domingo do Palácio da Alvaroda, residência oficial da Presidência, para o Palácio do Planalto, local onde o despacha o presidente. Ao chegar no Planalto, o chefe do Executivo se dirigiu a rampa do Palácio, que fica em frente à Praça dos Três Poderes, onde os manifestantes se concentravam.

De lá ele cumprimentou apoiadores e intensificou aglomerações, descumprindo mais uma vez normas da Organização Mundial da Saúde (OMS), que pede o isolamento social para que o coronavírus não se propague.

Jair Bolsonaro esteve acompanhado de seu terceiro filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), e da filha mais nova, Laura Bolsonaro, de 9 anos.

>Não haverá intervenção militar, reafirma cúpula das Forças Armadas

Acesse de graça por 30 dias o melhor conteúdo jornalístico premium do país

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!