Bolsonaro não foi líder, relator, suplente da CCJ e se elegeu, diz Eduardo

O filho do presidente da República, numa tentativa de enaltecer Jair Bolsonaro, relembrou durante uma live a trajetória do ex-deputado. Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) disse que Jair  nunca foi "líder, vice-líder, presidente de comissão ou teve a relatoria de algum projeto importante", mas mesmo assim se elegeu em 2018.

> Bolsonaro extinguiu comitês de contingência de incidentes com óleo

"Eu vi o presidente da República ser eleito sem nunca ter sido líder, vice-líder, presidente de comissão ou a relatoria de algum projeto importante. Sequer suplente da CCJ. Não vai ser agora que a gente vai deixar esse tempo todo pra trás, deixar essa inspiração toda pra traz e passar a agir diferente", disse Eduardo para afirmar que Bolsonaro não mudou e segue sendo honesto.

"Bolsonaro é um craque, Bolsonaro elegeu 50 pessoas que não eram conhecidas da população", continuou o deputado.

Como argumento para trazer apoio ao presidente, Eduardo usou críticas ao PT. "O Bolsonaro não rouba milhões igual o PT e nem nada", justificou. "Os ministros foram todos indicados através de critérios técnicos, sem toma lá da cá", disse. Para Eduardo, o governo está "há quase um ano sem escândalos".

> Marcado por Queiroz, Flávio submerge na articulação política

Para explicar o que levou mais da metade do PSL a negar apoia-lo, Eduardo disse que a deputada Joice Hasselmann articulou esta derrota. Além disso, segundo o deputado, os parlamentares estariam sob pressão. "Uma parte do grupo que está apoiando o Delegado Waldir, uma parte deles está meio confusa nesse jogo, uma parte deles está sofrendo pressões de um lado. Falando que vai cortar disso, que vai cortar daquilo, que não vai dar legenda e etc. E sofrendo pressões do outro lado, da internet principalmente, para assinar a lista do meu lado", disse.

> Presidente do PSB critica Bolsonaro por ataque a governador de Pernambuco

Catarse

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!