Tucanos também vão entrar com representação contra Dilma

Candidato a vice-presidente na chapa do PSDB afirmou que Dilma Rousseff "é, pelo menos, responsável moral" por suposta fraude na CPI da Petrobras

Candidato a vice-presidente da República, o senador tucano Aloysio Nunes afirmou neste domingo (3) que o PSDB vai entrar com representação contra a presidenta Dilma Rousseff (PT) por suposta fraude na CPI da Petrobras, segundo a Folha de S. Paulo.

Ontem, em nota, o coordenador jurídico da campanha eleitoral do presidenciável Aécio Neves (PSDB), deputado Carlos Sampaio, informou que protocolará representações na Procuradoria da República do Distrito Federal, no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado e nos departamentos disciplinares da Secretaria de Relações Institucionais, da Petrobras e da casa legislativa contra parlamentares e servidores, mas não citou Dilma.

De acordo com a última edição da revista Veja, o governo e a liderança do PT no Senado montaram uma fraude que consistia em passar antes aos investigados as perguntas que lhes seriam feitas pelos senadores nas reuniões da comissão. Sérgio Gabrielli (ex-presidente da Petrobras), Nestor Cerveró (ex-diretor da estatal) e Graça Foster (atual presidente da petrolífera), por exemplo, teriam tido acesso, com antecedência, às questões. A denúncia foi feita com base em um vídeo.

De acordo com Aloysio Nunes, além do PSDB, o DEM deve assinar as representações. Segundo ele, Dilma "é, pelo menos, responsável moral" pela suposta fraude. "É impossível que ela não soubesse que estava se armando esse crime contra uma instituição da República", argumentou Aloysio, após evento de campanha em São José dos Campos (SP).

No vídeo divulgado pela revista, o chefe do escritório da Petrobras em Brasília (DF), José Barrocas, o advogado da empresa Bruno Ferreira e uma terceira pessoa, ainda desconhecida, combinam o envio prévio de perguntas e um "gabarito" de respostas aos convocados para depor na CPI instalada no Senado.

Já Aécio Neves disse que a denúncia é "extremamente grave". "Brincam com a inteligência do brasileiro. Se confirmada essa denúncia, estamos diante de uma grande farsa. Uma farsa que avilta o Congresso brasileiro em uma de suas funções fundamentais".

 

Mais sobre Petrobras

Assine a Revista Congresso em Foco em versão digital ou impressa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!