Presidente da CNA classifica Marina de ‘truculenta’

Ex-senadora Marina Silva disse que deputado Ronaldo Caiado é "inimigo dos trabalhadores rurais". Para Kátia Abreu, campanha presidencial precisa de pessoas equilibradas e sérias

Presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), a senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) saiu em defesa do deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO), na tarde desta quarta-feira (9), por causa de declarações feitas pela ex-senadora Marina Silva contra o parlamentar. Caiado é um dos principais nomes da bancada ruralista na Câmara, enquanto Marina é identificada com a causa do meio ambiente.

Em nota assinada em conjunto com o presidente da Federação da Agricultura de Goiás, José Maria Schreiner, a senadora peemedebista afirmou que Marina usou de "radicalismo e agressividade contra um homem de bem". Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, a criadora da Rede Sustentabilidade acusou Caiado de ser "inimigo histórico dos trabalhadores rurais". A senadora também afirmou que as declarações são fruto de preconceito e disse esperar uma retratação de Marina.

Na entrevista, Marina afirmou ainda que "se prosperar a contribuição da Rede [ao PSB], é óbvio que o [deputado Ronaldo] Caiado não se sentirá confortável nesse quadro, e imagino que ele já esteja se preparando para ir para a candidatura do Aécio [Neves, do PSDB]. Porque, obviamente, na cultura da Rede, não há lugar para um inimigo histórico dos trabalhadores rurais, das comunidades indígenas e para quem articulou a derrota do Código Florestal".

"Legenda no meio rural"

Na semana passada, Caiado declarou que apoiaria a candidatura de Eduardo Campos (PSB) à presidência. Segundo Marina, as divergências nacionais não devem impedir a aliança nacional. Na nota, Kátia e Schreiner afirmam que Caiado é "uma legenda no Brasil rural". "Nada mais tem feito do que defender legítima e honestamente suas convicções", afirma.

"Marina Silva leva a calúnia e a difamação à campanha que mal começou, quando todos sabemos que uma disputa presidencial requer dos candidatos seriedade e equilíbrio", afirma a nota.

Em discurso no plenário do Senado hoje, Kátia Abreu disse ainda que Marina Silva atingiu não só o deputado como todos os produtores rurais do país. "A truculência vem vestida de homem, vem vestida de homem grande, de homem forte. Mas, às vezes, como estou vendo aqui, a truculência está vindo através de uma cara simpática, de uma cara inocente, de uma face, de um rosto que se parece sempre delicado. Isso é truculência. Preconceito contra o agronegócio brasileiro", disse.

Outros textos sobre a bancada ruralista

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!