Pedido de CPI da Copa é devolvido por falta de assinaturas

Autor havia obtido número mínimo, mas alguns parlamentares retiraram suas assinaturas, o que inviabiliza a instalação de uma comissão formada por deputados e senadores para apurar gastos do governo com os preparativos para o Mundial

Durante a sessão do Congresso Nacional desta terça-feira (20), o presidente da Mesa do Congresso, Renan Calheiros, informou que seria devolvido ao autor, deputado Izalci (PSDB-DF), o requerimento de criação da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para investigar possíveis irregularidades no uso de recursos públicos nas obras da Copa do Mundo de 2014. A Mesa devolveu o requerimento sem lê-lo porque o número de assinaturas de deputados e senadores não alcançou o mínimo exigido pela Constituição - 27 senadores e 171 deputados.

No final do mês passado, Izalci havia anunciado as assinaturas de 186 deputados e 28 senadores. Não foram divulgados os nomes dos parlamentares que retiraram suas assinaturas. Agora, o requerimento retorna para Izalci, que pode tentar chegar novamente ao número mínimo.

Leia outras notícias sobre a Copa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!