Cidadania diz que tem “simpatia por Huck”, mas evita falar sobre filiação

O líder do Cidadania na Câmara dos Deputados, Daniel Coelho (Cidadania-PE), elogiou nesta segunda-feira (14) o apresentador de televisão Luciano Huck e disse que o partido "tem simpatia" por uma eventual candidatura presidencial de Huck.

"Há 4 anos da eleição, já está sendo atacado por toda velha inhaca da política. Não há prova melhor de que representa a possibilidade de rompimento com um modelo mofado", disse ao Congresso em Foco.

> Luciano Huck: “Poderia seguir no Projac, mas decidi contribuir”

No entanto, o deputado pernambucano evitou falar se Huck se filiaria ao Cidadania para concorrer nas eleições de 2022.

"Não é uma decisão para esse momento. O partido está cada vez integrado aos movimentos de renovação da política. Huck tem sido importante incentivador desse processo. A proximidade existe. Mas, no momento, ele não deve ser filar a um partido", afirmou Coelho.

O Cidadania e outros partidos como Rede, PDT e PSB fizeram parte em 2018 do programa de treinamento para novos políticos RenovaBR,  que tem entre seus entusiastas Luciano Huck.

O deputado Daniel Coelho é dos conselheiros políticos que o apresentador tem entrado em contato nos últimos meses

"O Cidadania aprova seu novo estatuto no próximo dia 25. Sem duvida, será o mais moderno e democrático estatuto entre todos os partidos. Horizontalizado e com espaço na direção para integrantes do movimentos. Isso só vai aproximando", disse sobre o partido presidido pelo ex-deputado e ex-ministro da Cultura Roberto Freire e renomeado de PPS para Cidadania.

E completou: "temos muita simpatia pela possibilidade de sua candidatura, mas esse assunto será fruto de construção com a sociedade. Temos calma de construir hoje o futuro. Sabendo que cada coisa acontecerá a seu tempo".

Luciano Huck ainda não admite a ideia de sair como candidato em 2022. Em palestras pelo Brasil, ele tem falado apenas de como começou a discutir política e a participar de movimentos como o Agora e o RenovaBR. Em uma delas, ele chegou a dizer que poderia seguir no Projac, mas decidiu contribuir com a redução da desigualdade no Brasil.

Inicialmente a reportagem afirmou que Luciano Huck é um dos financiadores do RenovaBR, o que não é verdade. Após a publicação do texto,o grupo de formação política enviou uma nota ao site:

"Está incorreta a informação veiculada no site Congresso em Foco de que o RenovaBR é financiado pelo apresentador Luciano Huck. A lista com todos os nomes dos doadores está disponível em nosso site www.renovabr.org/transparencia. Além disso, o RenovaBR possui atualmente alunos filiados a 30 dos 33 partidos políticos brasileiros, o que inclui o Cidadania. No entanto, não temos relação diferenciada com nenhum partido. Somos uma escola suprapartidária que prepara cidadãos comuns para fazer boa política, independentemente de suas ideologias e bandeiras.

 

> Bolsonaro quer o PT como adversário em 22 e vice-versa

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!