Senado aprova reforma da Previdência em segundo turno

A reforma da Previdência foi aprovada nesta terça-feira (22) por 60 votos a 19 pelo Senado Federal após oito meses de tramitação no Congresso Nacional. Antes de seguir para a promulgação, pela mesa do Congresso, a proposta ainda pode ser alterada por meio de dois destaques restantes.

> Veja como os senadores votaram o tema, no segundo turno

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) foi aprovada em primeiro turno, pelo plenário, no início de outubro, com 56 votos favoráveis e 19 contrários. São necessários pelo menos 49 votos para a aprovação de uma PEC.

Os senadores derrubaram um dispositivo do texto que veio da Câmara: as novas regras do abono salarial. Como se trata de uma supressão, essa mudança não provocou o retorno da PEC 6/2019 à Câmara, mas tirou R$ 76,4 bilhões da economia prevista com projeto que muda as aposentadorias.

Tasso apresentará seu relatório sobre as emendas à PEC paralela nesta quarta-feira (23) na Comissão de Constituição e Justiça do Senado. Entre outras mudanças, o texto prevê a possibilidade de inclusão de servidores estaduais e municipais na reforma previdenciária.

> Reforma da Previdência chega à votação final alheia à crise do PSL

> Crise do PSL não deve afetar pauta, diz novo líder do governo

Catarse

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!