Senado aprova reforma da Previdência em primeiro turno

O Senado aprovou em primeiro turno a reforma da Previdência nesta terça-feira (1º), com 56 votos favoráveis e 19 contrários (veja como os senadores votaram).

O debate do assunto no plenário do Senado começou pouco antes das 19h desta terça-feira. Antes disso, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou o parecer do relator Tasso Jereissati (PSDB-CE) sem nenhuma alteração.

A oposição apresentou seis destaques, mas todos foram rejeitados. Para que a reforma da Previdência seja promulgada, é preciso que a proposta de emenda à Constituição seja agora aprovada em segundo turno pelos senadores.

Para que a votação aconteça sem riscos para o Palácio do Planalto, no entanto, será necessário que o governo atenda a duas demandas de sua base no Senado: a liberação de emendas parlamentares e a definição das regras de distribuição dos recursos do pré-sal.

Também é grande a cobrança para que o governo avance com as pautas do pacto federativo. A situação mostra uma realidade que tem se repetido desde o início do ano legislativo. Uma oposição numericamente débil é absolutamente coadjuvante no processo decisório do Congresso, mas o governo continua a ter dificuldades no relacionamento com os partidos que lhe dão sustentação parlamentar.

> Guedes promete pacto federativo para aplacar críticas à Previdência

> Contribua para o jornalismo independente!

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!