Produção industrial cresceu 8,9% em junho em relação a maio

A produção industrial cresceu 8,9% em junho na comparação com maio, indicando melhoria no cenário pelo segundo mês seguido, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (4) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em maio a recuperação havia sido de 8,2% em relação a abril.

>Maia descarta impeachment de Bolsonaro: “Não vejo nenhum crime”

Mesmo assim, a produção industrial elimina apenas parte da queda de 26,6% acumulada no período março-abril de 2020. No resultado de junho, houve comportamento positivo disseminado, explicado pelo aumento do ritmo produtivo, após o aprofundamento das paralisações ocorridas em diversas plantas industriais, em março e abril, por conta da pandemia da covid-19. Em relação a junho de 2019, a indústria recuou 9,0%, oitavo resultado negativo seguido nessa comparação.

Os índices do setor industrial foram negativos tanto para o fechamento do segundo trimestre de 2020 (-19,4%), como para o acumulado do primeiro semestre do ano (-10,9%). Em 12 meses, a queda foi de 5,6%, recuo mais intenso desde dezembro de 2016 (-6,4%).

"O avanço de 8,9% da atividade industrial de maio para junho de 2020 teve crescimento generalizado, alcançando todas as grandes categorias econômicas e a maior parte (24) dos 26 ramos pesquisados. Entre as atividades, a influência positiva mais relevante foi de veículos automotores, reboques e carrocerias, que avançou 70,0%, impulsionada pelo retorno à produção de unidades paralisadas por causa da pandemia da covid-19", diz o IBGE. O setor de veículos automotores, reboques e carrocerias acumulou alta de 495,2% em dois meses consecutivos de crescimento, mas ainda se encontra 53,7% abaixo do patamar de fevereiro.

Veja a publicação da Pesquisa Industrial Mensal do IBGE.

>Jornalista que chamou Felipe Neto de pedófilo se retrata, mas será processado

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!