Cacique Raoni deve receber alta neste sábado após nove dias internado

O cacique Raoni, uma das principais lideranças indígena do Brasil, deve ter alta do hospital neste sábado (25), segundo informações do Instituto Raoni. Ele está internado desde o dia 16 na cidade de Colíder (MT). Raoni, que tem 89 anos, foi internado com quadro de hemorragia digestiva.

Ele começou a apresentar sintomas de desidratação no dia 10 de julho e foi transferido de sua aldeia, no Território Indígena Capoto-Jarina, para um hospital em Colíder. No hospital, Raoni recebeu transfusões de sangue e teve novos sangramentos.

> “Câmara não será hostil aos indígenas”, promete Rodrigo Maia a Raoni

No fim de junho, Raoni ficou viúvo após o falecimento de sua esposa, Bekwyjkà Metuktire.

O cacique Raoni é um reconhecido ambientalista e defensor dos direitos dos povos indígenas e o mais antigo líder do grupo Kayapó, que vive em aldeias espalhadas nos estados do Mato Grosso e Pará.  Raoni Metuktire nasceu por volta de 1930 e seu primeiro contato com homens brancos aconteceu em 1954. Ele ganhou projeção internacional nos anos 80, liderando uma campanha global ‘Save de Rainforest’ (Salve a Floresta), juntamente com o músico Sting. Eles visitaram 17 países de abril a junho de 1989.


 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!