Morre o jornalista Cláudio Weber Abramo, fundador da Transparência Brasil

O jornalista Cláudio Weber Abramo morreu na noite desse domingo (12), aos 72 anos, em São Paulo, em decorrência de um câncer no intestino. Ele foi um dos fundadores da Transparência Brasil, ONG que comandou por quase 15 anos.

Considerado um dos principais nomes do jornalismo de dados do país, Cláudio era formado em matemática pela Universidade de São Paulo (USP), e mestre em lógica e filosofia da ciência pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). Um dos projetos da Transparência, o Excelências, que reunia informações sobre o histórico da vida pública dos parlamentares, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo em 2006.

Cláudio Weber Abramo foi editor de economia da Folha (1987) e secretário-executivo de redação da Gazeta Mercantil (1987-88). Em 2017, fundou o Dados.Org, site especializado na coleta, organização e disseminação de informações provenientes do poder público. Também foi um dos influenciadores da Lei de Acesso à Informação (LAI).

Ele foi um dos palestrantes do último congresso da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), realizado no fim de junho em São Paulo.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!