CoronaGame: combate à pandemia em jogo virtual

Uma nova iniciativa para combater a covid-19  une  entretenimento, desafio e informação. Com base no que estamos vivendo, um morador de Brasília criou o CoronaGame.

O videogame usa elementos da cena real, como usar máscaras, lavar as mãos com álcool em gel e manter o isolamento social, em um cenário cheio de ação.

> Cadastre-se e acesse de graça, por 30 dias, o melhor conteúdo político premium do país

O jogo foi comentado pelo então Secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Wanderson Oliveira - que pediu demissão da pasta nesta quarta (15) -, durante entrevista coletiva no final de semana. Ele disse que, apesar de não conhecer o conteúdo, achava uma boa iniciativa.“A estratégia de gamificação ajuda no engajamento, porque promove a adesão de mais pessoas ao tema, principalmente de crianças e adolescentes . Se os jogos forem baseados nas nossas instruções, acho que podem ajudar a explicar como se proteger neste momento”, comentou Oliveira.

Smartphones 

O CoronaGame foi criado pela empresa brasileira Lizards Games, propondo um desafio baseado na pandemia de covid-19. Foi lançado na semana passada para smartphones Android e iOS e está disponível, gratuitamente, na Google Play e na Apple Store.

“Quando jornalismo e videogame se juntam, o resultado é um newsgame. O termo abrange um gênero de jogos eletrônicos baseado em histórias e acontecimentos reais. Os newsgames também podem oferecer experiências fictícias baseadas em fontes reais. São jogos sérios ou de entretenimento baseados em eventos atuais, produzidos com a intenção de estimular o debate público”, explica o criador do jogo, o jornalista e game designer Alex Leal, 46 anos.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!