Congresso em Foco

Bolsonaro recomendou "comemorações devidas" sobre golpe militar[fotografo]Antonio Cruz / Agência Brasil[/fotografo]

Juíza proíbe atos das Forças Armadas sobre 1964. Veja decisão na íntegra

29.03.2019 19:02 4

Publicidade

4 respostas para “Juíza proíbe atos das Forças Armadas sobre 1964. Veja decisão na íntegra”

  1. Sérgio Salomon disse:

    ESTA SENHORA DEVERIA PROIBIR SÃO OS PRIVILÉGIOS DE JUIZES E DESEMBARGADORES=POLÍTICOS E PARASITAS QUE INFESTAM O JUDICIÁRIO E NÃO ATO A QUE ELA NÃO TEM DIREITO DE PROIBIR. SE HOUVER MANIFESTAÇÃO DOS MILITARES ESTAREI NELAS.DEMOCRACIA E DIREITO DE DISCORDAR PARECE QUE SÓ É QUANDO A FAVOR DESTAS PESSOAS QUE NEM NASCIDAS NA ÉPOCA DE 1964 AINDA NEM HAVIAM NASCIDO.

  2. Ernesto Freire Pichler disse:

    Comemorar o golpe de 31 de março (na realidade 1º de abril, dia da mentira) é comemorar o dia da infâmia, em que os milicos, sob as ordens do Comando Sul, que ficava no Panamá, instauraram uma ORCRIM no comando da nação. A pior ORCRIM que já existiu neste país. Ditadura que assassinou; torturou; censurou; perseguiu e exilou tantos patriotas; fez terrorismo com bombas (uma no colo); mentiu e ainda continua mentindo. Dizem que foi uma guerra, e isso é uma mentira covarde: a grande maioria dos que foram mortos e torturados nunca pegou em uma arma. Herzog, por exemplo, um jornalista da TV Cultura. A covardia é típica desses milicos (não são militares) que ainda defendem os ratos fardados da ditadura.

  3. Antonio Carlos Jr Zamith disse:

    Grande coisa! já teve festividade nos CMs pelo brasil. demonização da FFAA pelas esquerdas e liberais da corrupção não adianta. Vai ter leitura da OD do Min. da Defesa e vão cantar uns hinos e outros. Quero ver em 25-11 quando for a intentona comunista

    • Ernesto Freire Pichler disse:

      As esquerdas não demonizam as FFAA, reconhecem a dignidade dos militares, mas nunca a dos milicos da ditadura, que foram apenas ratos fardados, torturadores, assassinos, covardes. (Peço mil desculpas por ofender os ratos).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via