Congresso em Foco

O senador Tasso Jereissatti (PSDB-CE)[fotografo] Marcelo Camargo/Agência Brasil [/fotografo]

Tasso quer que Abin explique fala de Bolsonaro sobre “guerra química”

06.05.2021 10:36 13

13 respostas para “Tasso quer que Abin explique fala de Bolsonaro sobre “guerra química””

  1. Chipmunk disse:

    Até entendo a posição do Tasso de exigir uma resposta do governo, mas na verdade é dar publicidade pra um grupo de aloprados/fundamentalistas que vão responder com teorias conspiratórias, daí vira um mico mundial, que vai aparecer em programas humorísticos mundo afora como o Saturday Night Live ou aquele outro da TV alemã que já ironizou o Bozo no ano passado.
    Virando um mico, um circo, vai até tumultuar a CPI, o que o governo deseja.
    Acho que um contato de alto nível do Poder Legislativo (Senado) com a Embaixada da China já seria o suficiente pra acabar com esse mal-entendido (a palhaçada da trupê do Bozo) que não podemos deixar evoluir pra outra crise diplomática com a China

  2. Jorge Teixeira Carneiro disse:

    Guerra química não é, pode ser guerra bacteriológica.
    Ou virológica.
    O objetivo é combater a social democracia e instalar o capitalismo de extrema-esquerda, também chamado de capitalismo feudal.
    Mas o nosso presidente fake vai pedir desculpas à China em nosso nome e tudo vai ficar bem.

    • ari disse:

      “…capitalismo de extrema-esquerda, também chamado de capitalismo feudal.”
      ??????????????

      • Jorge Teixeira Carneiro disse:

        Regime de governo composto de partido único, cujo símbolo são a foice e o martelo, velhos símbolos do velho comunismo europeu.
        Regime de economia de capitalismo de estado, com senhores controlando a produção em nome do estado.
        É confuso?

  3. Ernesto Freire Pichler disse:

    Acusar a China de responsabilidade pela pandemia é apenas anticomunismo barato e ridículo. O vírus surgiu na China como poderia ter surgido em qualquer lugar. É um fenômeno natural, como um tsunami, que atingiu primeiro a China. Esta, com isso, aprendeu a controlar o vírus e hoje ajuda o mundo a fazê-lo. Parabéns à China, que rapidamente comunicou ao mundo sobre a epidemia, assim que teve confirmação oficial e verificou não tratar-se de fake news.

    • Jorge Teixeira Carneiro disse:

      Aprendeu a controlar?
      Então eles sabem fazer coisas que ninguém conseguiu fazer.
      Nem as maiores potências econômicas do mundo e os seus governos responsáveis.

      • ezequiel-sp disse:

        Estranho né? Kkkkk

      • ari disse:

        Fizeram Lockdown severo logo no início, rastreamento dos infectados, não perderam tempo com tratamentos precoce e outras bobagens, sem considerar que os orientais, quer pelo viés confucionista quer pelo viés socialista, tem uma visão de mundo onde o coletivo importa mais que o individual. Ah, e seu presidente goza de enorme prestígio no país. Mas não foi só a China que deu show no combate ao corona. Cuba, Vietnã, etc

        • Jorge Teixeira Carneiro disse:

          Pensei que a filosofia dominante na China fosse a do budismo.
          Que por sinal não tem nada a ver com o socialismo.
          Que por sua vez também não tem nada a ver com o regime econômico que é praticado no país, que é o capitalismo de estado.
          E quanto a lockdowns e testagens, ninguém fez isso com mais responsabilidade que a Alemanha.
          E a Alemanha não conseguiu erradicar totalmente a covid até hoje.

          • Chipmunk disse:

            Tens razão quanto as escolas filosóficas nativas da China (taoismo e confucionismo, o budismo apesar de estar há séculos na China, se quisermos ser precisos, é indiano) não ter nada a ver com as escolas “filosóficas/práticas” ocidentais, sejam elas o socialISMO, o comunISMO, o anarquISMO, e até podemos colocar no meio cristianISMO e outros -ismos.
            Quanto ao capitalISMO, seria até cara-de-pau o Ocidente se arvorar em ser “proprietário intelectual” pra se prevalecer sobre os chinas ….. afinal de contas, enquanto nós estávamos aprendendo a afiar pedra e conchinhas, eles já estavam fazendo negócios na Rota da Seda com árabes, persas, fenícios, etc

          • Jorge Teixeira Carneiro disse:

            Isso é o ConfuSionismo…kkkkk….Mas é verdade que são a sociedade mais antiga do mundo ainda em atividade.

          • ari disse:

            Buda = Índia
            Confúcio = China
            Quem disse que Confúcio tem algo a ver com socialismo?
            A Alemanha fez 676 mil testes por milhão de habitantes (57a. posição)e, como toda a Europa, demorou muito para fazer lockdown
            Quando você diz que na China funciona um capitalismo de estado, ou não sabe o que é capitalismo ou não conhece a China. Enquanto aquele país retirou, em poucos anos e muito antes do prazo, 700 milhões de pessoas da pobreza extrema, o mundo capitalista tem hoje 830 milhões de pessoas passando fome e 6 milhões de crianças morrendo por ano de fome e subnutrição (dados da ONU). Dê uma olhada nos USA, pátria do capitalismo, onde a pobreza e desigualdade social aumentam desde os nos 70. Por sua vez, o Brasil pós golpe vê retornar a miséria, tendo hoje 19 milhões de pessoas passando fome e 55% da população vivendo em insegurança alimentar. Como dizia Marx, “Deve haver algo de podre no cerne de um sistema social que aumenta sua riqueza sem diminuir sua miséria”
            O curioso é que praticamente todos os críticos do socialismo nunca leram uma linha de Marx e suas informações sobre países como a China baseiam-se na grande mídia. Por exemplo, quando vc leu ou viu na TV alguém falar que Cuba é o único país subdesenvolvido a resolver os três mais graves problemas do homem, ou seja, alimentação, saúde e educação? E isso apesar do criminoso embargo norte-americano
            Passar bem. Ah, não responda. Nada temos em comum que possibilite um diálogo mínimo, mais ainda quando você apóia um governo de morte que está destruindo o país

          • Jorge Teixeira Carneiro disse:

            Gosta de Cuba?
            Vá para lá apoiar o governo deles.
            E passe bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via