Congresso em Foco

Cenário prospectivo de militares para 2035 adota teorias de conspiração, "desideologização" das escolas e cobrança pelo SUS. [fotografo]Divulgação/FAB[/fotografo]

Projeto militar

“Projeto de Nação” de militares prevê cobrança no SUS e exploração na Amazônia. Veja a íntegra

24.05.2022 08:59 5

Nota Em
Publicidade

5 respostas para ““Projeto de Nação” de militares prevê cobrança no SUS e exploração na Amazônia. Veja a íntegra”

  1. Catharina disse:

    Exercito dos USA infiltrado no Brazil. Desenvolvimento de qual nação? Brasileira que não é. Exercito que ataca seu proprio povo? “Çei”…

  2. guedes disse:

    os militares são tão eficientes que o golpe de só serviu lacaiamente para entreguismo das nossas RIQUEZAS minerais; energéticas aos USA através muitas vezes de SUBSIDIOS; finaciamento de empréstimos à multinacionais e até utilização de CÂMBIO especial diferenciado pelo então ministro ROBERTO CAMPOS no intuito de bajular e ciceroniar o capital estrangeiro …matando assim a nossa incipiente industria local !

  3. Cesar disse:

    Visões pertinentes para quem vive as custas da nação sem nada produzir, e defende a meritocracia, que na verdade Rh apenas “direitos hereditários” para as castas abastadas. O pagamento de universidade pública.eh simplesmente para filtrar esta gente encardida e escura, que insistem, baseados em ideologias de esquerda, também serem doutores. Pois sem dinheiro, sem cotas vamos ver se conseguem. E o Sus cobrado eh pra doutrinar esta pobralhada que insiste em usar recursos públicos, como se fossemos um país comunista. Deixa morrer, só assim buscando a sobrevivência que retornaremos ao canário de bons pobres baratos, servis para tudo o que for necessário. Enfim…. o mundo colocado nos eixos, cada qual no seu devido lugar.

  4. Vicente Quinane disse:

    Vamos lembrar os os exemplos da administração dos militares durante a Ditadura : A construção da da Rodovia Transamazonica ( estrada que leva o nada ao lugar algum.
    O desvio de verbas durante a construção da Itaipu, da Ferrovia do Aço e da ponte Rio Niteroi.
    O caso Capemi.
    O caso Paulipetro.
    O caso do Grupo Delfim.
    O caso Coroa-Brastel.
    O caso Paranhos Fleury.

    Não servem de exemplo algum.

  5. Reginaldo Duran Berger disse:

    Esse pessoal não presta para nada e ainda vem com essas idéias totalmente furadas. Deveriam ser todos encostados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via