Congresso em Foco

[fotografo]Ministério da Saúde da Rússia[/fotografo]

Anvisa autoriza importação de Sputnik e Covaxin, mas impõe restrições

04.06.2021 21:21 9

Publicidade

9 respostas para “Anvisa autoriza importação de Sputnik e Covaxin, mas impõe restrições”

  1. Chico disse:

    Gostaria de tomar a Sputnik V porém comecei a procurar artigos sobre a tal e descobri alguns que falam sobre o adenovirus da vacina que pode infectar o paciente com o vírus HIV.
    Ainda estou procurando e lendo muita coisa sobre essa vacina, ainda tenho fé de que ela é segura e que a quantidade de adenovirus não é suficiente para tal façanha.

  2. Tim Tim disse:

    Eu não tomo essa Covaxin nem se me pagarem para isso. Boa sorte para as cobais.

    • Felix disse:

      Tome corona então!

      As vacinas Covaxin, da Índia, e Sputnik V, da Rússia, demonstram potencial de serem tão boas quanto os demais imunizantes disponíveis até o momento contra a Covid-19, avaliou a microbiologista Natalia Pasternak em entrevista à CNN nesta sexta-feira (4).

      • Tim Tim disse:

        Não, eu quero a AstraZeneca ou Pfizer.

        Até o script da Covaxin segue a da Coronabomba. Eficácia geral de 78% e 100% contra casos graves. Depois a gente viu que não era bem isso (coronavac).

        • Felix disse:

          Verdade, as últimas pesquisas são cada vez mais favoráveis à coronavac.

          Enquanto isso a Astrazenica (que eu tomaria numa boa) desde o início vem acompanhada por muitas incertezas sobre idade, intervalo entre as doses, etc. Em vários países ela não é mais aplicada.

          O ‘governo’ brasileiro decidiu ampliar o intervalo entre as duas doses da Pfizer de duas semanas para três meses! Sei de amigos e familiares europeus que eles continuam tomando essa vacina com intervalo de duas semanas como previsto na bula. A própria Pfizer também já fala sobre a possível necessidade de uma terceira dose depois de algum tempo.

    • Jorge Teixeira Carneiro disse:

      Calma, está chegando a vacina cubana só para ”comunistas”…

  3. Felix disse:

    A SputnikV está sendo usada em mais de sessenta países e foi comprovada que sua eficácia é muito alta.

  4. Jorge Teixeira Carneiro disse:

    Era isso que deveria estar sendo feito pelo governo desde o começo.
    Botar esses funcionários públicos para trabalhar.
    E os governadores e prefeitos para assumirem as responsabilidades.
    Não querem vacinas?
    Então que tenham responsabilidade sobre a sua eficácia e aplicação também.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via