Reformas administrativa e previdenciária podem voltar à agenda do Congresso

CâmaraCâmara dos DeputadosCongresso emFocoCongresso Nacionalcoronavíruscovid-19Crise econômicacrise sanitáriaDavi Alcolumbreeconomiagoverno BolsonaroJair BolsonaroMinistério da SaúdePaulo Guedesreforma administrativareforma da previdênciaRodrigo Maiasenado federalSergidores públicos
Comentários (2)
Comentar
  • Daniel Mietlick Jr.

    Eu só quero saber porquê todas as reformas (Pra não dizer CORTES NOS DIREITOS) e congelamentos salariais SÓ ocorrem para o Poder EXECUTIVO? Pq NADA MUDA para o JUDICIÁRIO e LEGISLATIVO??? Vão congelar os salários deles também??? APOSTO Q NÃO !

  • Sebastião L Machado

    Quero saber quando virá a reforma mãe de todas as reformas, a REFORMA POLÍTICA. Esta a mais necessária de todas as reformas. Sempre que foi pressionado o Congresso enganava o eleitor com minireformas que nada mais eram que arrumação de interesses entre partidos, sempre magistralmente conduzida por Renan Calheiros. Precisamos agora, nesse Congresso reformista, que não sabemos se mais sensível à Pandemia ou às proximas eleições, se haverá coragem bastante de tocar a reforma que interessa ao povo brasileiro, reforma que conecte o eleito a seu eleitor, que reduza o custo da campanha, que acabe com a obrigatoriedade do voto e sua cotação a cada eleição, que traga a níveis civilizados o custo do parlamentar, que torne o Congresso um poder dígno do respeito dos brasileiros de bem.