Ivo Cassol (PP-RO)

Ex-governador de Rondônia, tornou-se, no dia 8 de agosto, o primeiro senador da República condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Cassol foi sentenciado a quatro anos e oito meses de prisão e ao pagamento de multa de R$ 201 mil no julgamento da ação penal 565. Segundo os ministros, ele direcionou licitações a cinco empresas de conhecidos na década de 1990 quando era prefeito de Rolim de Moura (RO). Ele responde ainda aos inquéritos 2828, 3158, 3373, 3513, 3555, 3600, 3604, 3608 e 3614, por crimes contra o sistema financeiro, peculato e calúnia.

O que diz o parlamentar

“Não houve enriquecimento ilícito, não houve nada. Fui julgado por uma questão técnica que é de responsabilidade da comissão de licitação”, afirmou Cassol em discurso no Senado sobre a ação penal 565.

Veja a lista com todos os parlamentares com pendências

Apoie o jornalismo independente e de qualidade:

Faça uma assinatura convencional ou digital da Revista Congresso em Foco!

Mais sobre processos

Continuar lendo

Publicidade Publicidade