Eduardo Braga (PMDB-AM)

O atual líder do governo no Senado é suspeito de ter autorizado a desapropriação de um terreno com valorização de 3.100% em favor de uma construtora quando era governador do Amazonas. No início de 2003, três meses após comprar uma área por R$ 400 mil, a empresa recebeu R$ 13,1 milhões do governo a título de desapropriação. A denúncia é apurada no inquérito 3636, por improbidade administrativa. O senador também é alvo do inquérito 3521 por crimes eleitorais.

O que diz o parlamentar

Sem esclarecimentos.

Veja a lista com todos os parlamentares com pendências

Apoie o jornalismo independente e de qualidade:

Faça uma assinatura convencional ou digital da Revista Congresso em Foco!

Mais sobre processos

Continuar lendo

Publicidade Publicidade