Congresso em Foco

Benedita da Silva (PT - RJ) foi a primeira senadora negra do Brasil. Em 1987 foi eleita constituinte. [fotografo]Najara Araujo/Câmara dos Deputados[/fotografo]

Só 4% dos eleitos em outubro são negros

20.11.2018 15:13 6

6 respostas para “Só 4% dos eleitos em outubro são negros”

  1. RAFAEL disse:

    ISSO SE CHAMA DEMOCRACIA… O ELEITOR PODE VOTAR EM QUEM QUISER… Acredito que as pessoas escolham seus candidatos por perfil e propostas e não por COR, GÊNERO, LACRAÇÃO, ETC.

  2. Jeferson Matos disse:

    O pior preconceito que há nesse país é o inventado. Eu votei em pessoas que vi alguma esperança de competência, não vi a cor ou sexo da pessoa. Parem de fomentar o preconceito, mídia parcial.

  3. João Orestes Daruy disse:

    o MAIOR PRECONCEITO É DAQUELES QUE NÃO QUEREM VER!!!!

  4. Edison Sampaio disse:

    Acho que já passou da hora de se acabar com essa bobagem de se falar em raças; de cotas para mulheres, para negros e para índios. O cabra não é eleito pela cor da pele ou por ser baitola, mas sim porque não teve projeção suficiente para conquistar o eleitorado ou dinheiro para bancar sua campanha. Alguém que seja preto, mulher, índio ou baitola será eleito se conquistar eleitores e tiver dinheiro para bancar a campanha. Não há dúvida sobre isso. Não existe essa conversa fiada de que o sujeito é rejeitado por ser preto ou bixa. O que existe é o fato concreto de que uma pessoa sem projeção nenhuma e sem grana não conseguir ser eleito. O resto é bobagem de quem quer fazer mimimi em cima. Isso é invenção da esquerda caviar, dos socialistas de sofá. Já passou da hora de se acabar com sistema de cotas nos moldes atuais. No máximo, que se dê mais oportunidades aos pobres, que se institua cotas para os pobres. Se tem poucos pretos ou poucas mulheres na política é porque não se candidataram, ou porque não têm eleitores para eles porque não se projetaram…

  5. Adailton Mansur disse:

    Pura insanidade, Brasil sempre andando para trás e por força das bestialidade. Bora produzir e parar de babaquice.

  6. Antonio Carlos Wanderley disse:

    Parece que o objetivo destas informações é gerar preconceitos. Antes de mais nada, o que interessa se o eleito é ou não negro, branco verde, azul? Qualquer cidadão pode se candidatar e cabe aos eleitores decidir que os representa. Se a quantidade de candidatos negros e brancos é mais ou menos o mesmo percentual, é porque muitos negros votaram nos brancos. Evidente que prefiro acreditar que os eleitores, negros ou brancos, não votam pela cor do candidato e sim pelas suas propostas, sua conduta ética e moral e compromisso com o pais e os brasileiros de qualquer raça. Quanto estivermos elegendo candidatos pela cor, pelo sexo, pela religião, etc. é hora de acabar com a democracia. Lamentável que estas “estatísticas” que não levam a melhorar absolutamente nada sejam feitas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via