Congresso em Foco

Futura ministra defende aulas de educação sexual nas escolas, mas com autorização prévia da família[fotografo]Rafael Carvalho/Governo de Transição[/fotografo]

Futura ministra de Direitos Humanos cogita criação do “Estatuto da Grávida”

11.12.2018 17:12 7

7 respostas para “Futura ministra de Direitos Humanos cogita criação do “Estatuto da Grávida””

  1. Flávio Maya disse:

    Sandice maior, e isso chega ao cúmulo do inacreditável, é forçar uma mulher estuprada a ter uma criança que foi vítima deste estupro.

    • luciano damiao disse:

      cara, parem o mundo que eu quero descer. é uma loucura atrás da outra…

    • Hilton Soares disse:

      Se informem melhor a respeito… ela não pretende forçar a mulher estuprada a ter a criança.
      Ela disse que pretende manter as regras vigentes , ou seja as mulheres continuarão tendo o direito de abortar em casos de estupros, mas aquelas que optarem por livre espontânea vontade ter o filho, poderão receber o auxilio.

  2. luciano damiao disse:

    Inacreditável a sandice desse senhora, o que vai ter de mulher engravidando e dizendo que foi estuprada e óbvio não conseguindo identificar o estuprador, vai sobrar a conta para o governo pagar, ou melhor, nós contribuintes…

    • Hilton Soares disse:

      Acredito que a mulher terá que provar que foi estuprada pra receber o auxilio…

      • luciano damiao disse:

        e como se faz isso? óbvio que vai ter muitas fraudes…

        • Hilton Soares disse:

          Há o exame de corpo de delito…
          Assim como não é passível da mulher simplesmente apontar para o cara e dizer que ele a estuprou, para que esse seja condenado, certamente se esse projeto for aprovado a mulher deverá apresentar provas conclusivas de que sofreu o abuso, para que receba o auxilio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via