Polícia do DF prende dois suspeitos de ameaças de morte a juízes e deputados

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu nesta quinta-feira (21) dois homens suspeitos de ameaçarem matar juízes, deputados e familiares de autoridades. As ameaças foram feitas via e-mail enviado para o MPDFT e o TJDFT nesta quarta-feira (20). A mensagem tinha como título: "Sentença de morte aos traidores da pátria".

Os policiais cumpriram mandado de busca de apreensão para apuração das ameaças e acabaram prendendo os dois suspeitos. A prisão em flagrante foi pelo crime de utilização indevida de selo ou sinal verdadeiro em prejuízo de outrem ou em proveito próprio ou alheio. A pena é de dois a seis anos de reclusão, e multa.

> Repórter cinematográfico de afiliada da Globo é agredido por militante

“Percebemos que está havendo um aumento na agressividade das ameaças proferidas pela internet como um todo. Em geral, acreditam na impunidade. Mas a Polícia Civil avisa: a internet não é terra sem lei”, destacou o delegado-chefe da DRCC, Giancarlos Zuliani.

Informalmente, a dupla presa afirmou receber auxílio para as atividades, como a impressão dos materiais, aluguel do escritório que foi alvo (que naquele endereço tem preço médio de R$ 5 mil), mas não declarou quem os auxiliava. Os policiais identificaram rotatividade no local. No dia anterior à operação, foram verificadas pelo menos cinco pessoas.

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!