Vacinas adquiridas pelo Covax Facility não precisarão de registro da Anvisa

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta terça-feira (9) a dispensa do registro e a autorização temporária de uso emergencial das vacinas obtidas pelo Ministério da Saúde por meio do consórcio da Organização Mundial da Saúde (OMS), o  Covax  Facility.

O programa visa ajudar países em desenvolvimento adquirir vacinas contra a covid-19. A adesão ao Covax Facility foi aprovada na última quinta-feira (4) pelo Senado Federal.

A norma também estabelece procedimentos para a importação e monitoramento dos imunizantes. De acordo com o comunicado da Anvisa, " a iniciativa irá simplificar os processos, de modo a garantir que as vacinas sejam disponibilizadas com qualidade, segurança e eficácia à população brasileira, no menor tempo possível".

Com a decisão, a agência conta com a avaliação e vigilância de agências regulatórias internacionais e com a responsabilidade das análises feita pelos especialistas que integram o consórcio da OMS.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!