Pacheco confirma instalação da CPI da Covid na próxima semana

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), afirmou nesta sexta-feira (16) que deve ser publicada, na próxima segunda-feira (19), a lista oficial dos integrantes da CPI da Covid. Serão 11 titulares e sete suplentes. Na terça (20) ou na quinta-feira (22), afirmou, deve ser realizada a eleição do presidente e vice do colegiado. Quarta-feira (21) é feriado.

A eleição do presidente é secreta e será feita de maneira presencial, como determina o regimento da Casa, e deve confirmar acordo entre os senadores de eleger Omar Aziz (PSD-AM) para a presidência e Randolfe Rodrigues (Rede-AP) para vice-presidência da comissão. Caberá ao presidente da CPI designar o relator, que, pelo acordo, será Renan Calheiros (MDB-AL).

Segundo Pacheco, a eleição deverá seguir os mesmos moldes da que o escolheu presidente do Senado: com urnas em uma das salas de comissões, no corredor, e ainda na chapelaria ou garagem da Casa.

O presidente do Senado reiterou que, por natureza, os trabalhos da CPI devem ser presenciais. Porém, em meio à pandemia, afirmou que caberá ao comando da comissão definir como serão as atividades. Pacheco frisou que, por exemplo, a inquirição de testemunhas deve ser presencial. Outras atividades, admitiu, poderão ser semipresenciais, a critério do presidente do colegiado.

Contrário a instalar a CPI, o presidente só instalou a comissão após ordem do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele tem alegado que está à margem das negociações sobre as investigações. Há pouco, o senador afirmou que seu “limite de atuação em relação a essa CPI” é cuidar dos atos burocráticos para instalação e garantia da segurança sanitária dos trabalhos.

Veja a declaração de Rodrigo Pacheco:

> Renan Calheiros será o relator da CPI da Covid-19

Continuar lendo