Após ficar na UTI por covid-19, Osmar Terra segue minimizando a doença

O ex-ministro da Cidadania e deputado federal Osmar Terra (MDB-RS), começou a retomar a rotina de trabalho depois de três semanas de recuperação contra os sintomas da covid-19. O parlamentar que é crítico ao isolamento social e adotou o discurso negacionista sobre a pandemia não mudou a sua percepção sobre o novo coronavírus. Ele afirmou à revista Veja que "pensa exatamente  como pensava" antes de ser infectado.

Após anunciar no dia 4 de novembro que recebeu o diagnóstico positivo da covid-19, ele passou doze dias internado, sete deles na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e chegou a ter 80% do pulmão comprometido. Osmar Terra cumpre o sexto mandato na Câmara dos Deputados e é próximo do presidente Bolsonaro.

Já são mais de 183 mil brasileiros vítimas da covid-19 e quase sete milhões de casos confirmados no país. Ao menos 40 políticos perderam a vida para doença no mundo. De acordo com o Aos Fatos, pelo menos 17 parlamentares brasileiros morreram de coronavírus. Em abril, o radar do Aos Fatos também mostrou que o deputado  era o parlamentar que mais publicava informações falsas sobre a covid-19.

Osmar Terra, que é médico, já chegou a falar que o Brasil teria, em 2020, menos mortes pelo vírus do que por infecções causadas pela H1N1 em 2019 (foram 796 mortes segundo o ministério da Saúde). Ele também fez o uso de remédios sem eficácia comprovada, mas defendidos pelo presidente Jair Bolsonaro, como a ivermectina e hidroxicloroquina. O deputado usa o Twitter para disseminar as notícias falsas sobre a pandemia. Confira algumas das  manifestações negacionistas do político:

> Osmar Terra testa positivo para covid-19

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!