Anvisa autoriza Fiocruz a produzir insumo de vacina AstraZeneca

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) a produzir Insumo Farmacêutico Biológico (IFA) da vacina da farmacêutica AstraZeneca contra a covid-19. Conhecido como "Vacina de Oxford", o imunizante já era produzido no polo de Bio-Manguinhos, pertencente à Fundação, porém com o IFA importado.

Segundo comunicado da Anvisa, Bio-Manguinhos recebeu o certificado de Condições Técnico-Operacionais (CTO), que atesta as boas práticas na produção do insumo, principal ingrediente na produção de vacina. O acordo de produção firmado entre o governo brasileiro e a farmacêutica anglo-sueca previa a transferência de tecnologia ao Brasil, o que pode viabilizar a produção em escala do imunizante, um dos três autorizados no país.

A produção de vacina com IFA nacional, no entanto, implica em uma nova vacina, diferente daquela já utilizada pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Após a realização dos testes, a Fiocruz deve solicitar a inclusão do insumo no registro ou fazer um pedido de autorização de uso emergencial.


> Brasil chega a 400 mil mortos; Bolsonaro lamenta apenas Levy Fidelix
> Encontro entre Eduardo Bolsonaro e Junior Bozzella termina na delegacia

Continuar lendo