Congresso em Foco

Colunistas

Legislando em causa própria: dono de empresas devedoras, Newton Cardoso Jr é o relator da matéria

“Refis da sonegação”: a novela de terror continua

29.07.2017 09:37 5
Atualizado em 10.10.2021 12:06

Reportagem Em
“O governo de plantão e boa parte de suas forças de sustentação parlamentar ‘respiram’ procedimentos escusos e práticas fisiológicas. Esses setores cumprem uma agenda, veiculada pelas classes dirigentes, voltada para o desmonte da rede de proteção social desenhada pelo Constituinte de 1988”
Publicidade

5 respostas para ““Refis da sonegação”: a novela de terror continua”

  1. José Geraldo Leite disse:

    Prezado Adelmário Araújo Castro, discordo de você integramente, as ideias que você está defendendo não coaduna com a realidade brasileira, este não é o REFIS da sonegação, é o REFIS da sobrevivência, o PT destruiu o Brasil e causou 14,5 milhões de desempregos, a maioria absoluta das empresas precisam de um REFIS generoso sim, mas é para manter a atividade econômica, não fechar as portas e não piorar drasticamente a situação. Convido a qualquer um que discordar de mim, a visitar as grandes e médias empresas, ler os balanços, aí sim vão entender que a baixa adesão deste REFIS é porque mesmo da maneira como ele esta, ele ainda é insuficiente para evitar que a situação piore. Explica melhor Adelmário, por que você acha que quem aderir vai pagar menos que quem pagou em dia, uma vez que a redução é somente nas multas, juros e honorários de procuradoria que são absurdos. Por favor, vamos entender o momento que o Brasil esta passando antes de emitir suas opiniões.

    • WILSON CALZA JUNIOR disse:

      Apoiado Jose’ Geraldo, sou empresário e bem sei que após a recessão brutal provocada pelo PT, as empresas terão que sacrificar seus lucros, ainda não existentes, na verdade, para pagar o REFIS. Os bilhões que o governo quer arrecadar este ano, não existem no caixa das empresas, pois estas estão praticamente quebradas.

  2. Bento Sartori de Camargo disse:

    Aqui nesse país vale a pena ser um bandido político, bandido empresário, bandibo banqueiro, afinal os iguais se atraem e se protegem. Quadrilha unida jamais será vencida, sem esquecer das inúmeras franquias de igrejas safadas onde os pastores só querem as ovelhas para tosquiarem financeiramente. Mesmo assim o país ainda tem muitas pessoas honestas e com os bons valores básicos sociais.

  3. vladimir costa silva disse:

    Apenas mais um capítulo desta novela chamada sonegação no Brasil, empresários corruptos que com a certeza da incapacidade do estado em fiscalizar, postergam seus tributos aguardando a edição de mais um parcelamento especial. Tais parcelamentos surgirão no governo FHC e foram reeditados nos governos Lula e Dilma. Sou contador e falo com propriedade sobre este assunto.

    • José Geraldo Leite disse:

      Os empresários que atrasaram os impostos não podem ser taxados de corruptos não colega, são empreendedores que acreditaram no Brasil, investiram seus capitais, e foram vitimas dos bandidos do PT. Os empresários estão envidando todos os esforços para salvar suas empresas, recuperar a atividade econômica e manter os empregos que ainda restam. Também sou Contador ativo e leio regularmente os balanços que são publicados.Precisamos unir forças para sair desta crise, os empresários não a causou são vitimas dela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Mais Colunistas

Ver todos

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via