Congresso em Foco

Vídeos e Lives

Intervozes, Repórteres sem Fronteiras, Deborah Duprat

Igrejas controlam 9 dos 50 veículos mais influentes do país, mostra pesquisa

06.02.2018 07:28 67

Reportagem

67 respostas para “Igrejas controlam 9 dos 50 veículos mais influentes do país, mostra pesquisa”

  1. Tony Victor disse:

    Só poderia se fosse tudo nas mãos do capiroto??? Tem que ser tudo do lado do bem mesmo!!! Eu queria que cada bar se tornasse uma igreja, toda TV fosse evangélica, toda rádio louvasse a Deus o dia todo!!!!! Omundo seria bem melhor

  2. elias disse:

    Igrejas ou lavadoras de dinheiro?

  3. Joao Gemal disse:

    Assistir Deborah Duprat e seu imbecilizante discurso. To fora.

  4. pedro-brás disse:

    igreja e políticos controlam os meios de comunicação mais influentes do país.por isso ninguem tem interesse ou coragem de mexer na Lei de mídia ou regulamentar o setor,e assim controlam a sociedade.

  5. Rene Luiz Hirschmann disse:

    Quanto mais Igrejas mais lavagem de dinheiro são todas instituições filantrópicas não pagam impostos, interessa a quem?, adivinhem se forem inteligentes.

  6. Agnaldo Antônio Perez Nogueira disse:

    Talvez a matéria explica por que a mídia não se empenha em esclarecer o povo sobre a realidade das engrenagens política-econômica-sociais do Brasil. Já imginaram a mídia pressionando para que as 10 medidas Contra a Corrupção fosse votada? Divulgando diariamente os supersalários, auxílios e mordomias dos Executivos, Legislativos e Judiciário? Por que isto não acontece? Porque o restantente da mídia que sobrou é controlada pela classe de políticos, então o que está salvando é as redes sociais, ou seja, os celulares.

  7. Quando vierem os muslims transformar as plataformas midiáticas em minaretes eletrônicos, os repórteres André Pasti e Jonas Valente e esses caras do Coletivo Intervozes, do Repórteres sem Fronteiras e do serviço público estatal terão saudade dos cristãos na mídia.

  8. PARKERsp disse:

    Quanto mais cristãos na mídia brasileira melhor…abaixo os esquerdistas…

  9. Flávio disse:

    O cristianismo me dá medo! Os caras pegam um ou outro trecho da Bíblia e caem de pau em cima do que difere da crênça deles. O que me preocupa é o ardor com com que eles atacam a fé alheia.

    • Fábio disse:

      Sou ateu, mas não tem nada disso. Segue o cristianismo quem quer, ninguém está lá sob chibata.

      • Anderson Mazieri disse:

        Também sou ateu. Acho que o sr. está subestimando o poder e a força da tradição. Não é fácil se livrar do peso e da influência das ideias nas quais somos doutrinados desde criança e nas quais confiamos como verdade absoluta [assim como quase todos a nossa volta e os que nos antecederam]. Uma mudança de mentalidade e de cultura não nasce simplesmente da “liberdade voluntariosa”.

        • Fábio disse:

          Sou ateu convicto desde a adolescência, mas não antirreligioso. Não me incomoda que as pessoas tenham religião.
          Caso queira convencer as pessoas do ateísmo, o mercado livre de ideias está aí para isso.

  10. Anderson Mazieri disse:

    Deus(es) não existe(m). Qualquer pessoa, grupo ou instituição que afirma falar em nome de um deus está mentindo intencionalmente para explorar a ignorância, desamparo e carência de outros. As igrejas beneficiam-se da condição de subdesenvolvimento do país e, por isso, têm interesse em sua manutenção. A forte influência das igrejas cristãs nos veículos de comunicação é ao mesmo tempo sintoma e razão do nosso subdesenvolvimento.

  11. Carlos Alves disse:

    Os repórteres André Pasti e Jonas Valente estão descaradamente a serviço do projeto PSOLista de enfraquecer a comunicação, aquelas controladas pelas igrejas cristãs. Isso porque são os parlamentares ligados a igrejas que são os maiores obstáculos para a pauta ‘progressista’ que os partidos de esquerda defendem! Vocês, de forma descarada, usam a profissão digna e honrada de repórteres para promoverem uma pauta ideológica! Isso é lamentável! Os novos jornalistas estão sendo formados não para informar, mas para através dos meios de comunicação em que trabalham e ideologicamente alinhados, promoverem uma campanha de enfrentamento contra aqueles que são obstáculos para seus objetivos.

  12. Archeiro Cesar disse:

    ….

  13. Antonio Brain disse:

    A Rede Globo sozinha fez mais mal ao país do que qualquer religião pudesse fazer. Esta rede está a serviço da destruição moral, social e econômica . Aliados do Lula e sua quadrilha.

  14. Tukantin disse:

    E quem disse que a Globo não age como uma igreja? Prega seu próprio paraíso, manipula a realidade, pune os infiéis e domina todos os veículos. Certo está o Lula, que vai impedir a concentração de mídia nas mãos de poucos e entregá-la aos verdadeiros empreendedores do povo. Pois hoje, com Globo, IURD e o Papa, somos um Estado laico apenas no papel. Se você cristão acha isso legal, torça para não surgir algum poderoso grupo de mídia indiano ou chinês, ou mesmo um presidente da República converter-se ao islamismo. O Estado laico não é contra a religião, é a favor da liberdade de todas elas.

  15. Pimpom disse:

    Brasil pais laico, kkkkkkkk

    • Antonio Brain disse:

      ????? Acho que você não entendeu. Religião não é proibida no Brasil.

      • Pimpom disse:

        O problema não é si é proibido ou não, a questão é a utilização da religião para manipular um povo que muito carente em todas as suas espetativas, o ruim é a venda descarada de deus pelos facinoras que tem feito um negocio da religião.

        • Antonio Brain disse:

          Quem manipula o povo é esse governo corrupto de esquerda. Se voce conhecesse as ações sociais de várias igrejas certamente não afirmaria essa besteira.

          • Tukantin disse:

            O governo atual é corrupto e de direita. O antecessor era corrupto e de esquerda. E antes dele, eram todos corruptos e de direita. Mas só o de esquerda liberou os órgãos de procuração da República para caçarem os corruptos. E só ele diminuiu a desigualdade social e eliminou a dependência do FMI. Se era corrupto, deveria ter sido julgado nas urnas, não no tapetão do Golpe. As igrejas também fazem um importante trabalho social, mas a corrupção só graça onde há trabalho honesto, como um parasita num canto escuro, e o Estado laico provê os recursos para que umas fiscalizem e façam concorrência com as outras pela fé de seus seguidores, sem privilegiar nenhuma. E nossa direita cristã está levando o Congresso a um novo Estado Teocrático..

          • Antonio Brain disse:

            Esse governo é de direita ? Direita? Voce está delirando e apenas repetindo as imbecilidades dessa esquerda ignorante e corrupta.

      • Tukantin disse:

        País laico não é o que libera a religião, mas sobretudo o que não se submete a nenhuma delas.

        • Demetrios Vettas disse:

          Se submete apenas a religião da corrupção?

          • Tukantin disse:

            Você pode chamar qualquer coisa de corrupção sem precisar ser específico, até chamar de ditadura a democracia de hoje, como se costuma. É assim no Estado laico e democrático.

          • Demetrios Vettas disse:

            Boa tarde Tukantin!
            Pelo seu comentário dá pra perceber que vc é jovem, bem intencionado e patriota. Que bom !
            Não preciso ser específico? Não dá pra ser específico, pois a corrupção é muito abrangente. Estado de direito? A Lava-Jato é um ponto fora da curva, antes corrupto ria da cara do eleitor . Sempre foi muito difícil punir corrupto, pois na maioria dos casos, o crime “prescreve”. E ao contrário do que vc pensa, não acho que a atual democracia é uma ditadura.
            E vc me fez lembrar de alguns tipos de corrupção, entre elas está a corrupção intelectual, e por sinal, muito ativa atualmente..
            A corrupção intelectual leva pessoas honestas a acreditar que Catolicismo não combina com democracia. Que comunismo e
            cristianismo são complementares e etc..Aliás, quem deu os primeiros passos para que o pais se tornasse um anti-católico (laico p/ os íntimos), foi o Marquês de Pombal que queria escravizar ou chantagear os indios , para conseguir ouro, mas os Jesuítas não concordaram e por esse motivo foram expulsos da colônia.. e etc.. e tal……

        • Antonio Brain disse:

          A população tem a liberdade de seguir ou não uma religião. Isso se chama LIBERDADE. Não tem nada a haver com estado laico.

          • Tukantin disse:

            Se o Estado não é laico, não há liberdade religiosa individual fora da religião estatal. Se não pensas assim, é porque supõe que sua religião coincidirá com a do Estado.

  16. Sérgio Leôncio disse:

    Na boa. Não gosto nem um pouco da programação religiosa destas emissoras. Dito isso, é de uma tremenda ignorância falar que tais emissoras não deveriam existir só por causa de suas programações. Digo isso porque, p. ex., no caso da Record, ela estava nas mãos dos profissionais, Sílvio Santos e Paulo Machado de Carvalho, mas estes não conseguiram manter a empresa. Faliu! Então, ela foi colocada à venda. Qualquer um poderia ter comprado. Por que não apareceram grupos comprometidos com arte e marketing? Porque não se interessaram. Vieram os padres e pastores e resolveram vários problemas como dívidas previdenciárias e trabalhistas. Onde está o erro dos caras? É muita ignorância e hipocrisia.

  17. Wallison de Jesus Frazão disse:

    Eu simplesmente prefiro o Netflix, porque só vejo o que quero, e quando vejo algum telejornal, simplesmente desligo a tv quando começam a fazer propaganda religiosa, vou pra internet e ignoro qualquer programação religiosa.

  18. Fábio disse:

    A grande pergunta que fica é: e daí? O site está sugerindo uma censura à imprensa agora?
    Ora, se existem esses canais religiosos é porque existe público e interesse para isso.

  19. Ilario Lessa disse:

    Excelente Mateus,vc disse quase tudo, só faltou dizer da programação da globo que é um lixo, um desserviço à sociedade.

  20. Roberval Lee disse:

    Lembrando que a RECORD FOI COMPRADA COM dinheiro SUJO do NARCOTRAFICO pelo o EDIR MACEDO !! E ai JUSTIÇA BRASILEIRA ????

  21. Mateus disse:

    Se eu entendi bem, a democracia só existe se todos na mídia forem ateus. É isso? “A concentração da mídia nas mãos de grupos de interesses prejudica a democracia”… ah é? E a Rede Globo não tem interesses? E o grupo UOL não tem interesses? Todo mundo tem interesse, senão nem levantava da cama para enfrentar o dia. Se você não tem interesse em assistir, ler, ouvir, um veículo de comunicação religioso, muito simples! Mude o canal! Você é livre! Isso é democracia. Que todos possam livremente falar, inclusive de suas crenças, sejam elas religiosas, políticas, filosóficas. “Indicadores alarmantes”… francamente, você se alarma com alguém que é religioso? Por que? E se eu porventura dissesse que fico alarmado com alguém que é ateu, você diria o quê? Deixa o pessoal falar. Se não gosta, aprenda a exercer a pacífica convivência com os que pensam diferente. Ou será que não temos liberdade de pensar/crer diferente? André Pasti “considera preocupante o avanço da influência religiosa na mídia”… e eu considero preocupante que alguém gaste quatro meses de sua vida dedicado a pesquisar como censurar alguém num país que supostamente existe liberdade de expressão e de culto.

    • Ricardo Romano disse:

      PRA VARIAR, OS IMBECIS “ENTENDEM”TUDO ERRADO. VAMOS EXPLICAR: EMISSORAS DE TV E RÁDIO SÃO CONCESSÕES PÚBLICAS. NÃO É DE INTERESSE PÚBLICO PASTOR DE SEITA VAGABUNDA EXPLORAR O POVO. E A CONCENTRAÇÃO DA MÍDIA NÃO EXISTE NEM NOS EUA, ONDE É PROIBIDO UM MESMO GRUPO TER RÁDIOS, TVS`ABERTA, TVS A CABO, JORNAIS, REVISTAS. PRECISA DESENHAR, JUMENTO?

    • Marle Sá disse:

      Os impostos incidindo sobre religiosos e ateus do mesmo jeito já seria bom. Esse negócio de Igreja ser isenta de uma série de tributos é vergonhoso, imoral e contraproducente.

    • João neto disse:

      Muito Bom Mateus, disse tudo! Infelizmente, falar de Deus as pessoas incomoda muita gente. Essa é a questão, percebe-se facilmente pelo discurso de ódio dos contrários. Mais, graças as Deus por programas religiosos que trazem um contrapeso a sujeira, baixaria, imoralidade e podridão produzida pelas programações atuais.

      • Joao Paulo disse:

        Perfeita explanação. Então quer dizer que a concessão pública é valida apenas para grupos econômicos (globo e cia)? Como disseste, não se agrada, não concorda, então não assiste. Sintonize em outro canal. Matéria muito tosca e com pessoas muito toscas. Essa tal de promotora, dando uma de zeladora da moral e dos bons costumes mas, certamente, está inserida naquele grupo restrito de funcionários públicos do alto clero, que mamam nas tetas no governo altos salários e ainda reclamam para si “direitos adquiridos” como auxílio moradia, auxilio creche, escola, faculdade e tantos outros auxílios que são ofertados a essa classe.

    • Archeiro Cesar disse:

      É isso aí , Mateus! E esse pessoal “esquece” de falar do proselitismo esquerdista…..

    • Quando vierem os muslims transformar as plataformas midiáticas em minaretes eletrônicos, esses caras do Coletivo Intervozes, do Repórteres sem Fronteiras e do serviço público estatal terão saudade dos cristãos na mídia.

    • João Erhart disse:

      O perigo está no fundamentalismo dessas agremiações interesseiras. A religião dela não interessa já que as religiões tem interesses específicos não universais, em muitas das vezes. É pra convencer pessoas a se jogar, acreditar no que pregam,… e não evoluir.

  22. Anderson Godoy disse:

    Excelente emissora a TV Aparecida,

  23. Janaina Mihla disse:

    Só os padres no vale do paraiba com dinheiro publico tem TV Cancão nova, TV Século 21, TV Aparecida. Sem falar nos rádios.
    Fora o uso indiscriminado de transmissores e aparatos publicos de tvs comunitárias que usam pra eles.

    • Hugo Yamashita disse:

      A TV Canção Nova é mantida com recursos próprios (venda de produtos de evangelização, eventos musicais, cds, livros, etc.) e com doações de fiéis da Igreja Católica. Não há nada de recurso público.
      Outra coisa, os Padres da Canção Nova vivem três conselhos evangélicos: POBREZA, CASTIDADE E OBEDIÊNCIA.
      Sra. Janaína, antes de falar de outrem, procure se informar melhor ao invés de propagar Fake News.

      • Cicero Lima disse:

        Sem falar que a Canção Nova é a maior anunciadora do evangelho, dedicando 100% da sua programação à evangelização. A reportagem erra em dizer que a Rede TV é a campeã com 43%.

    • Archeiro Cesar disse:

      Puxa ! Então na tua “opinião” o problema é a Canção Nova? Faça um comparativo SOMANDO todas as tvs católicas versus a Rede Record S0ZINHA..
      E tem mais, NÃO tem nada de público com os padres do paraíba…

    • TV Século 21 é de Campinas. Não do Vale do Paraíba.

  24. Corumbaense Goiano disse:

    Realmente, faltou a Rede Aparecida, uma das únicas que prestam na nossa TV aberta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via