Congresso em Foco

Eurico Júnior apresentou projeto em nome do PV

Deputado apresenta projeto para legalizar a maconha

26.02.2014 17:54 124

Reportagem
Publicidade

124 respostas para “Deputado apresenta projeto para legalizar a maconha”

  1. Solano disse:

    Não
    perco meu tempo com “explicação social” pra idealistas regados a
    drogas e desprezo profundamente toda argumentação que leigos fissurados na
    liberação irresponsável procuram dar à sua “arte” (porque
    “ciência”, não é). O diabo é que fica meio difícil provar pra
    medíocres desinteressados que “focinho de porco não é tomada de luz”,
    quando você liga o ventilador no focinho do porco e o ventilador funciona! Quem se
    interessa por ciência exata sem tendências parciais, procura estudar e
    trabalhar no assunto (eu o fiz e não me arrependi) ao invés de se acomodar nas
    vantagens práticas de se basear somente nos resultados que agradam as
    preferencias. Sempre irei desprezar qualquer argumentação tendenciosa maquiada com
    “ar científico”. Essa campanha de apoio a qualquer recreatividade
    regada a droga que está sendo praticada não passa de papo furado de quem se
    juntou ao inimigo ao invés de lutar contra ele. Alcool e nicotina são comprovadamente nocivos, mas fornecem “prazer” da hora … Canabis tbém tem seu potencial nocivo que agora se cobre com a ação terapêutica reconhecida e liberada do canabidiol, elemento extraido da canabis … por conta disso, lutam pra liberar mais uma droga pra recreação pura ..
    Muitos só ouviram cantar o galo,
    mas não sabem onde.

    • Solano disse:

      Não
      perco meu tempo com “explicação social” pra idealistas regados a
      drogas e desprezo profundamente toda argumentação que leigos fissurados na
      liberação irresponsável procuram dar à sua “arte” (porque
      “ciência”, não é). O diabo é que fica meio difícil provar pra
      medíocres desinteressados que “focinho de porco não é tomada de luz”,
      quando você liga o ventilador no focinho do porco e o ventilador funciona! Quem se
      interessa por ciência exata sem tendências parciais, procura estudar e
      trabalhar no assunto (eu o fiz e não me arrependi) ao invés de se acomodar nas
      vantagens práticas de se basear somente nos resultados que agradam as
      preferencias. Sempre irei desprezar qualquer argumentação tendenciosa maquiada com
      “ar científico”. Essa campanha de apoio a qualquer recreatividade
      regada a droga que está sendo praticada não passa de papo furado de quem se
      juntou ao inimigo ao invés de lutar contra ele. Alcool e nicotina são comprovadamente nocivos, mas fornecem “prazer” da hora … Canabis tbém tem seu potencial nocivo que agora se cobre com a ação terapêutica reconhecida e liberada do canabidiol, elemento extraido da canabis … por conta disso, lutam pra liberar mais uma droga pra recreação pura ..
      Muitos só ouviram cantar o galo,
      mas não sabem onde.

    • Chato e Sincero disse:

      Não
      perco meu tempo com “explicação social” pra idealistas regados a
      drogas e desprezo profundamente toda argumentação que leigos fissurados na
      liberação irresponsável procuram dar à sua “arte” (porque
      “ciência”, não é). O diabo é que fica meio difícil provar pra
      medíocres desinteressados que “focinho de porco não é tomada de luz”,
      quando você liga o ventilador no focinho do porco e o ventilador funciona! Quem se
      interessa por ciência exata sem tendências parciais, procura estudar e
      trabalhar no assunto (eu o fiz e não me arrependi) ao invés de se acomodar nas
      vantagens práticas de se basear somente nos resultados que agradam as
      preferencias. Sempre irei desprezar qualquer argumentação tendenciosa maquiada com
      “ar científico”. Essa campanha de apoio a qualquer recreatividade
      regada a droga que está sendo praticada não passa de papo furado de quem se
      juntou
      ao inimigo ao invés de lutar contra ele. Alcool e nicotina são
      comprovadamente nocivos, mas fornecem “prazer” da hora … Canabis tbém
      tem seu potencial nocivo que agora se cobre com a ação terapêutica
      reconhecida e liberada do canabidiol, elemento extraido da canabis …
      por conta disso, lutam pra liberar mais uma droga pra recreação pura ..
      Muitos só ouviram cantar o galo,
      mas não sabem onde.

  2. Felix Mascote disse:

    A cannabis só é ilegal por preconceito, pegue 50 min do seu dia e pesquise um pouco sobre ela na internet ao invés de acreditar apenas noque a televisão mostra ! Não se provou nenhuma relação direta entre fumar maconha e câncer de pulmão, Algo entre 6% e 12% dos usuários, dependendo da pesquisa, desenvolve um uso compulsivo da maconha (menos que a metade das taxas para álcool e tabaco) , O uso de maconha dilata os vasos sanguíneos e, para compensar, acelera os batimentos cardíacos. isso não oferece risco para a maioria dos usuários, fumar maconha regularmente reduz o risco de diabete, o THC que é uma substancia ativa da maconha destrói as células cancerígenas, entre tantas outras coisas . Interessante né ? agora pesquise saber um pouco do assunto antes de julgar !

  3. Carl Gomes disse:

    Precisamos da legalização da maconha no Brasil, precisamos do direito de importar sementes de cannabis feminizadas e autoflorescentes da Europa, e assim poderemos plantar nossa erva em casa e colher buds de qualidade sem porcaria e sem sementes, a maconha de boca de fumo não presta, vem cheia de semente e de porcaria junto, parece um tijolo de construção. Vamos votar para presidente em Eduardo Jorge 43, Deputado estadual Andre Barros 50420. LEGALIZE A CANNABIS JÁ NO BRASIL, JÁ PASSOU DA HORA.

  4. Fagner Fagner disse:

    !!! ROYALTIES DA MACONHA !!!! CAMBADA de corruptos!!

  5. Fagner Fagner disse:

    sou apreciador assíduo da erva (recreativa, medicinal, estimulante e etc..) mas nosso país não tem estrutura pra isso não ,,,, tenta se lançar de outra forma sr candidato !!!!! mexe os pauzinhos de outra forma meu caro ! pq maconheiro de verdade não cai nessa não sr candidato malandro!!!! nosso país, sem saúde digna para sociedade, sem ressocializar os encarcerados.nada vai mudar,,,, Pq sem educação, sem instrução o povo não merece nem conhecer essa especiaria que a natureza nos oferece , que s e chama cannabis,… a mídia e os governos criam imagem negativa de uma flor que liberta! acredite!

    Candidato Caô Caô

    Bezerra da Silva

    Caô Caô Caô Caô..
    A justiça chegou!

    Ai malandragem..se liga!
    Bezerra da Silva provando e comprovando a sua versatilidade!
    “Sai pra lá caozada..Oh o rappa na área!”

    Ele subiu o morro sem gravata
    Dizendo que gostava da raça
    Foi lá na tendinha
    Bebeu cachaça
    E até bagulho fumou
    Jantou no meu barracão
    E lá usou
    Lata de goiabada como prato
    Eu logo percebi
    É mais um candidato
    Às próximas eleições (3x)

    Fez questão de beber água da chuva
    Foi lá no terreiro pediu ajuda
    E bateu cabeça no congá
    Mais ele não se deu bem
    Porque o guia que estava incorporado
    Disse esse político é safado
    Cuidado na hora de votar

    Também disse:

    Meu irmão se liga
    No que eu vou lhe dizer
    Hoje ele pede seu voto
    Amanhã manda a polícia lhe bater

    Meu irmão se liga
    No que eu vou lhe dizer
    Hoje ele pede seu voto
    Amanhã manda os homem lhe prender

    Hoje ele pede o seu voto
    Amanhã manda a polícia lhe bater.

    Eu falei pra você viuuuuu..

    Esse político é safadão oh ai cumpade!

    Nesse país que se divide em quem tem e quem não tem,
    Sinto o sacrifício que há no braço operário
    Eu olho para um lado
    Eu olho para o outro
    Vejo o desemprego
    Vejo quem manda no jogo
    E você vem, vem
    Pede mais de mim
    Diz que tudo mudou
    E que agora vai ter fim
    Mas eu sei quem você é
    Ainda confia em mim?

    Esse jogo é muito sujo
    Mas eu não desisto assim
    Você me deve..haha haha
    Malandro é malandro
    Mané é mané
    Você me deve…
    Você me deve seu canalha
    Você me deve malandragem

    Você ganhou duzentas vezes na loteria malandro?
    Duzentas vezes cumpade?
    É

    Fez questão de beber água da chuva
    Foi lá na macumba pediu ajuda
    E bateu cabeça no congá
    Deu azar..
    A entidade que estava incorporada
    Disse esse político é safado
    Cuidado na hora de votar

    Também disse:

    Meu irmão se liga
    No que eu vou lhe dizer
    Hoje ele pede seu voto
    Amanhã manda a polícia lhe bater

    Meu irmão se liga
    No que eu vou lhe dizer
    Hoje ele pede seu voto
    Amanhã manda a polícia lhe prender

    Hoje ele pede o seu voto
    Amanhã manda a polícia lhe bater.

    Ai ai perai cumpade..perai perai perai
    Sujôooo..
    Ae malandragem se liga na missão
    Fica atento
    Político é cerol fininho

    Político engana todo mundo..
    Menos o caboco..ele deu azar na macumba do malandro..ah lá
    O caboco caguetou ele

    Hoje ele pede, pede, pede de você ..
    Amanhã vai vai te fudê..

    Hoje ele pede, pede, pede de você ..
    Amanhã vai vai.. ohhh

    E amanhã vai se fu..

    É cumpade…

  6. Luiz Lima disse:

    Acho que o país está cheio de problemas a serem resolvidos, problemas sérios na economia, saúde, educação, segurança e muitos outros. Vejo uma notícia desta e me revolto, em vez destes deputados estarem atuando em projetos que irão trazer benefícios para a nação como um todo, estão mais preocupados em se reelegerem atuando em defesa de uma classe consumidora deste produto. É por isto que não voto mais em ninguém, não confio mais em nenhum partido ou político.

  7. Marisângesiel de Oliveira disse:

    O que não pode ficar é do jeito que está, portanto, alternativas devem ser debatidas. Ademais, a maconha não é porta de entrada para droga alguma, a maconha é saída para se abandonar outras drogas, como o álcool, por exemplo.

  8. Ronaldo Muzzi disse:

    Ei deputado, o povo tem carência de projetos que contemplem educação, saúde, segurança, etc. , agora projeto pra liberar venda de maconha é pra acabar heim !!!

  9. Paulo disse:

    Vamos liberar essa planta, para poder colocar a mão no bolso do POVO. Como !Aumentando os IMPOSTOS e aumentando a CORRUPÇÃO. Vcs não ententem NADA mesmo. Deixa o povo se chapa tá tudo LIBERADO….

  10. Danilo disse:

    Está em pauta a opinião de milhares de cidadãos brasileiros maiores e capazes, que têm sua intimidade e vida privada como direitos invioláveis assegurados pela Constituição Federal de 1988. A cannabis sativa é uma planta, assim como a cana de açúcar ou uma videira também são, sendo que sua utilização possui registros que datam de 8.000 anos a.C. pelos chineses e posteriormente pelos romanos e gregos. Da fabricação de papel ao uso medicinal, as potencialidades da maconha são usufruídas desde a antiguidade, mas em pleno século 21 nossa lei proíbe seu plantio e uso. Existe relação entre o uso da cannabis e a violência, desordem social ou alguma patologia grave? Não existe sequer um artigo científico que comprove isso. Antiinflamatórios e antibióticos possuem efeitos colaterais terríveis à saúde do ser humano, e nem por isso deixa-se de aproveitar seus benefícios. E quanto à bebida alcoólica e o cigarro, quais seriam seus indiscutíveis benefícios? É chegada a hora de tratar a questão com seriedade e sensatez.

  11. M. Fátima disse:

    Esse deputado não tem nada mais para fazer? Se não, que trate de abandonar o cargo e comece a procurar emprego, pois a nação já tem problemas por demais para ele criar mais um.

  12. Antonio Fonseca disse:

    Isso levar crer que o estado não tem a minima condição de combater o que é errado, este Deputado devia se empenhar em alguma coisa para o povo que paga o sofrido imposto que por sinal é uma roubalheira e não esta vendo nenhum retorno nisso. Sr. Deputado, viciado não paga imposto, é claro se for liberado o governo vai colocar sua taxa de imposto no produto, isso leva crer se for aprovado o problema da saúde no Brasil que já é de péssima qualidade acrescentando os futuros viciados na fila para atendimento, não precisa nem falar. Deputado tem muita coisa mais importante para ser feito neste pais.

  13. Cidadão que deseja a paz disse:

    Tá na Camara, no Senado no Supremo a muito tempo, o lobby do proibicionismo tá perdendo seu poder sordido de manipulação sobre os menos informados, afinal o crime é contra a regularização do comercio e vc??

  14. Cidadão que deseja a paz disse:

    Parece que o Brasil está cada dia mais caminhando para se tornar um pais desenvolvido, respeitar os ditreitos individuais das pessoas é um bom começo. Nesse caso vai alem da uma cultura milenar, está em ambito medicinal e religioso tm, PARABENS DEPUTADO.

  15. El Chacal disse:

    Será que é somente nesse pais que, para ser de um partido contestador, tem que ser a favor da legalização das drogas, liberação total dos assuntos gays….etc., e os outros assuntos que são de maior interesse da Nação?

  16. Carlos Augusto disse:

    Legaliza, os adultos compram “licitamente” e a repassam às crianças ilicitamente! isto é uma palhaçada! depois, aproveita a brecha e legaliza, tambem o crack! Idiotas viciados!

  17. Márcia Balades disse:

    Já não era sem tempo. Vamos deixar de hipocrisia. a maconha comprovadamente faz menos mal que cigarro e alcool, drogas consideradas lícitas. Além de ter inúmeras aplicações como medicamento. A criminalização da maconha só interessa ao traficante. E precisamos acabar com a tutela do estado sobre o que colocamos da pele e boca para dentro do corpo. Meu corpo me pertence. O texto só tem um equívoco, acredito que por desinformação. Quem decide e diferencia o usuário do traficante não é o juiz, é o pm coxinha que faz a apreenção. A palavra do pm vale mais que a palavra do usuário e do juiz. Se for a pessoa branca, de classe média e mora nos jardins é usuário, se negro, de classe baixa e mora na periferia, é traficante. Essa lei serve só para criminalizar a pobreza. LEGALIZE JÁ

  18. H.m. Fischer Fischer disse:

    Alem dos Corruptos que somos obrigados a conviver agora querem oficializar o convívio com drogados e traficante, a coisa esta feia, só aparece maluco, esse Deputado e outros individuo-os que querem usar drogas deveriam procurar um psiquiatra , pois certamente são dependentes químicos e devem ser internados para tratamento , só pode ser traficante para defender uma M deste tipo. Traficante tem e que ir para cadeia , ou para outra dimensão

  19. Edward Camp disse:

    p0rra….vai apresentar algo que preste, este país tá phudido mesmo…

  20. Caio Cezar Oliveira disse:

    Antes tarde do que Nunca! Este é um tema recorrente e REAL na sociedade. Todos conhecemos alguém que fuma maconha, e isso nos leva as perguntas: Pra onde vai todo esse dinheiro dos consumidores da maconha? quem ganha todo o dinheiro do tráfico (Alô Perrela)? O combate e repressão as drogas só gera tiroteio em comunidades pobres alem de incontáveis vitimas de balas perdidas e mais e mais mortes. Temos que ser adultos e olhar as coisas pelo lado pragmático e racional. Cerveja também faz mal, aspirina também faz mal e a proibição faz um mau maior do que a legalização. E espero que essa bancada evangélica não puxe pra trás a discussão em nome de suas crenças autoritárias e ultrapassadas. LEgaliza-JA!

  21. valmirduartecosta disse:

    Gosto quando vejo as coisas muito bem explicadas , 480 gramas por ano , menores de 18 anos ficam de fora dessa, 6 plantas dentro de casa e os infratores estarão sujeitos a penas legais rssssss , me engana que eu gosto !

  22. carlos zanelatto disse:

    REALMENTE UM BOM REPRESENTANTE DA CAMARA, AGORA ALÉM DE LADRÃO, ASSASSINO TEM DEFENSOR DE MACONHEIRO NOS REPRESENTANDO.

  23. Betina Alves disse:

    Baixar a maioridade para 16 anos foi vetada. Mas essa proposta, interesse financeiro de boa parte dos nossos políticos, vai ser aprovada. É a ponta do fio da meada, para legalizar as outras drogas que são realmente as lucrativas.

  24. MACACOBLACK disse:

    Vou romper o contrato de arrendamento com a Usina, vou plantar a marvada, dá mais dinheiro. Já pensou o sujeito tira 15 dias de licença médica e pega um atestado para comprar maconha….. 15 dias fumando o baseado….

  25. Roberto Prestes de Souza disse:

    Porque não se amplia o combate as drogas com mais e melhores maneiras
    educativas e sem abandonar a criminalização?
    Não! Covardemente escolhemos o meio fácil e perigoso da liberação como
    se estivessemos a dizer use, mas use em casa ou lugar apropriado! Plante
    que você pode usar!
    E, sem medo de erro: compre mas diga que para seu uso? E os traficantes
    irão usar de todos os meios para vender e passar a noção de que as
    pessoas estão plantando ou só estão usando.
    Sem duvida um estímulo aos que já usam e que, infelizmente, irão
    propagar o uso. Pior: liberado pode se tornar costume…
    Retrocedemos, pois estamos criando leis e medidas mais rígidas contra o
    fumo e, principalmente, contra o alcool e…liberamos a droga. Quer
    dizer, corremos atrás quando poderiamos ir para frente.
    Porque não criamos nas escolas o professor contra drogas que poderia ser
    um professor de qualquer matéria e com uma especialização na educação
    contra drogas e drogados?
    Porque não obrigamos o governo federal, estadual e municipal a
    incentivar, atraves de trabalhos escolares, os alunos falarem,
    escreverem e serem premiados de alguma forma no combate as drogas?
    Porque dentro das secretarias municipas de saúde não criarmos um setor
    destinados ao fumo, alcool e, principalmente drogas?
    Porque, radicalmente, não “punirmos” aos usuários de drogas com medidas,
    mas efizcamente, sociais como trabalhos aos sabados e domingos nas
    escolas, nas ruas onde moram, em hospitais etc etc?
    Porque não fazemos reforma agrária em terras onde se encontre plantada a
    maconha ou a cocaina?
    Porque, ao prendermos os traficantes, não leiloarmos seus bens e
    tranformar o dinheiro em combate educacional as drogas?
    Porque não impor ao usuario detido, com droga, uma multa ( fiança? )
    equivalente as suas posses por uso de drogas?
    Porque não obrigar um drogado a comparecer perante uma delegacia ou ao
    forum quando detido com drogas e assinar um termo de, pelo menos, tentar
    parar com o vício?
    Poderiamos usar da criatividade de vários profissionais para achar
    maneiras de diminuir e, ou, ate de erradicar o uso de drogas, mas não,
    preferimos a maneiro ilegal, imoral, covarde, perigosa, retrógada e em
    diração contrária a tudo que fizemos até agora para combate-la. Como se
    liberar a droga fosse a maneira de diminuir no uso e acabar com os
    traficantes. Alguém ainda acredita em Papai Noel, fadas e duendes… .
    E a pergunta que não cala: porque usar droga?
    Quando alguem estiver fumando ou se o meu filho souber que fulano,
    sicrano ou beltrano fuma maconha, o que devo dizer a ele?
    Que não se deve usar droga mas que é permitido usar droga?
    A violência que o alccol, liberado, traz é maior que qualquer outro
    tipo causador de mortes, traumatismos, invalidez e traz sérios prejuizos
    as famílias e ao país. Não temos meios e condições para combatermos
    os alcoolizados nas ruas ou nas estradas, não temos aparato para isso e
    nem temos médicos, pronto-socorros ou hospitais pra tratarmos os
    alcoolizados e os acidentados do trânsito, liberada como vamos
    combater as drogas e suas consequências?

  26. JoãoD. disse:

    Essa proposta de legalização não vai resolver o problema do tráfico e muito menos o dos dependentes. Uma proposta muito mais interessante ao meu ver seria a descriminalização do USO de entorpecentes (com legislação adequada), ou seja, o usuário não seria tratado como criminoso, mas como alguém que necessita de cuidados (com relação ao traficante ficaria como está). Dessa forma, seria possível aproximar o sistema de saúde daqueles que são dependentes e apresentar resultados reais e possíveis de serem alcançados com uma política de redução de danos. Substâncias usadas como drogas sempre existiram e provavelmente continuarão existindo, independente de qualquer legislação. O importante é tentar entender e tratar os fatores que contribuem para o uso e abuso destas substâncias. Respeito quem possa ter uma opinião contrária, mas essa é a minha.

  27. João Carlos Teixeira disse:

    Ótimo! Vamos legalizar a corrupção, a exploração sexual infantil, vamos legalizar a barbárie geral… por conta de toda nossa incompetência de lidar com coisas.

    • Douglas Santos disse:

      cada uma hein tiozao, estamos falando de uma erva que foi criminalizada nao por causa dos seus efeitos , mas por puro racismo e preconceito … sabe um pouco de historia ?? vai procurar saber pq ela foi criminalizada espertao

  28. Ricardo disse:

    fico imaginando aqueles programas que passam a tarde e são interrompidos pelos “merchans”, oferecendo, shake de maconha, maconha do sol, anti rugas cannabis, emagrecedor a base de maconha… etc

  29. Ricardo disse:

    Eu só quero saber quem vai combater o contrabando em caso de legalização, hoje não dão conta do trafico, vide o cigarro e bebidas alcoólicas, liberadas e contrabandeadas, pelo que sei também não dão conta!!!! Precisamos que esse pessoalzinho do congresso comece a pensar em coisas para modernizar nosso pais,eu acho que liberação da maconha não é um prioridade do povo brasileiro, ou há nessa intenção o apoio aos regimes bolivarianos?

    • Douglas Santos disse:

      Amigao planta em casa , o caso da maconha é diferente do tabaco, planto, seco , jogo na seda e pronto. no meu ver todo mundo que eu conheco se legalizar vai plantar em casa cabo ..

  30. Paulo disse:

    Isso mata até quem não bebe, deveria ser proibido.

  31. Elias Costa disse:

    O debate que se tem que discutir é aumentar a pena para traficantes. Essa escória da sociedade deveria ser apenado e cumprir 100% da pena atrás das grades, sem benefícios, sejam saidinhas, sejam progressões de pena.
    Sabemos que nunca iremos acabar com o narcotráfico, ainda mais sabendo que os grandes financiadores do tráfico de drogas são pessoas influentes e de grande poder aquisitivo. Agora, incentivar o uso da maconha é de uma imbecibilidade tamanha.

  32. Flávio do Prado disse:

    Acho que cada um faz o quer da sua vida desde que isso não prejudique os outros, o problema é que liberar a maconha é legalizar esses malditos noias, eles ficam loucos e assaltam, e é bem capaz de matar o pai a mãe por 10 centavos, quando bate a vontade neles, como já vi acontecer, portanto não acho certo assim como a bebida é uma droga também, mas assim poderiam fazer o seguinte, liberem a maconha num espaço fechado, tipo um estádio, lá eles poderiam se matar na droga e não iam encher o saco de ninguém, pronto resolveríamos vários problemas , os maconheiros ficariam felizes e o poder publico não gastaria dinheiro na tentativa de tratar esses doentes, simples de resolver todos ficariam felizes. Essa é minha proposta.

    • Douglas Santos disse:

      meus deus c é muito loco mano, é mais facil vc matar alguem do que um “noia” de maconha aff

      • Flávio do Prado disse:

        Concordo realmente é difícil , é mais fácil eles matarem você, ao não ser que esteja no time deles, ai fica tudo entre os “manos”. Democraticamente criar local para eles usarem maconha ou qualquer outra droga pode ser uma alternativa, vejam o caso da holanda por exemplo, como disse noias em locais publico pode ser perigoso, vide Cracolândias da vida, ou acham que lá não tem maconheiro? Ah, os mauricinhos e patricinhas maconheiros não frequentam esses locais né, rsrs, depois eu sou preconceituoso.

  33. fernando pereira disse:

    Então ele ofereça maconha primeiro aos filhos,netos dele.

  34. Fernando disse:

    Quando a droga é legalizada, ela fica estatica, esperando o usuário ir lá comprá-la. Quando é ilegal, ela se movimenta, onde tiver pessoas ela chega e o pior a droga ilegal, ao contrário da legal, ela fala. O curioso é que com o cerco as drogas legais, como o cigarro, quem fuma tem se afastado cada vez mais da sociedade organizada, onde a fiscalização do bares é rigorosa. Resultado, vai pra periféria fumar, quando chega lá, não existe cigarros “legais” pois os impostos são muito alto, sem falar que as industrias legais, não vendem pra informalidade, onde é maioria na periferia. E agora, o que fazer? -Vai um baseado aí moço? É coisa boa! Vc vai ver papai noel em noite de são joão veio!

  35. Jackson V. Ulhoa disse:

    Quem defende o uso da maconha para fins medicinais, se permitido, o que menos fará será o seu uso para os tais fins medicinais.

  36. Fernando disse:

    Conheço um monte de gente que nunca fumou cigarro legalizado, mas é viciado na maconha. Como a maioria dos usuários do crack, não bebem e nem fumam. Qual a razão disso?

  37. Igor Ivan disse:

    É para isso que serve o PV.

  38. Fernando disse:

    E é proibido? Não entendo, vendem em todo lugar.

  39. Jackson Araujo disse:

    É ENGRAÇADO COMO AS PESSOAS,POLÍTICOS ETC, DEFENDEM A LEGALIZAÇÃO DA MACONHA ALEGANDO QUE ISSO IRA TIRAR O PODER DO TRÁFICO, BOBAGEM, O TRÁFICO GANHA DINHEIRO COM COCAÍNA E CRACK, MACONHA Ñ PAGA NEM O NIKE SOX QUE ELES USAM,ESSE ARGUMENTO É DE UMA IDI/O/TICE SEM TAMANHO, ALÉM DE ESQUECERAM O QUE REALMENTE IMPORTA, O USUÁRIO, É O USUÁRIO QUE Ñ PENSA 2X EM METER UMA BALA NA SUA CABEÇA PRA LEVAR SEU CELULAR E IR TROCAR POR CRACK,SIM CRACK Ñ MACONHA…..MAS O CIGARRO E A CACHAÇA SÃO LEGALIZADAS E FAZEM MAL,IGUAL OU MAIS QUE A MACONHA,E DAÍ ?UMA COISA Ñ JUSTIFICA A OUTRA, MILHARES DE FAMÍLIAS SÃO DESTRUÍDAS DIARIAMENTE PELO ÁLCOOL, OUTRAS CENTENAS TEM PROBLEMAS DEVIDO AO CIGARRO, OU ESSAS PESSOAS SÃO UM BANDO DE ALIENADOS OU TEM ALGO COM A MACONHA, OU USAM OU ESTÃO PENSANDO EM GANHAR ALGUM COM ELA, Ñ VEJO OUTRA EXPLICAÇÃO PARA ESSA VONTADE DE LEGALIZARA MACONHA , QUEM DERA SE TIVESSEM O MSM ANSEIO POR CONSTRUIR MAIS ESCOLAS,POR TEREM MAIS RESPEITO PELO DINHEIRO PUBLICO, MAS ACHO QUE ISSO É DEMAIS, ISSO Ñ DÁ VOTO,Ñ DA VISIBILIDADE…..

  40. Laeuza Farias disse:

    Já está mais que na hora de se discutir a legalização, até hoje a repressão pura e simples não fez efeito nenhum…muito pelo contrário cada vez mais o consumo geral de drogas só aumenta, principalmente àquelas que são legais e aceitas pela sociedade(álcool, cigarro e remédios); se vc quer ser contra as drogas, combata também as drogas legais…tomar uma cervejinha, beber um uisquinho, tomar remédio para dormir pode, mas acender um baseado não!!Vamos deixar de hipocrisia e encarar de frente esta discussão.

  41. Paulo disse:

    Com tantas outras coisas pra se preocupar como o ALCOOL que mata e termina com milhares de famílias no Brasil, vcs se preocupam com a liberação da maconha! A EDUCAÇÃO tá ótima, a SAÚDE maravilha, SEGURANÇA nem se fala, IMPOSTOS que são poucos no nosso querido país, a nossa querida PETROBRAS que diz que o BRASIL é auto suficiente com a gasolina a esse preço inacreditável, o TRANSPORTE PUBLICO é show, MENSALÃO onde acontece coisas incríveis ao lado do gabinete do presidente que diz não saber de nada e eu ACREDITO até em coelhinho da páscoa e os CORRUPTOS, roubando nosso dinheiro do IPTU, IPVA, ICMS, PEDÁGIOS entre outros impostos que são muitos.
    Maconha não mata como o ALCOOL.
    Pode sim levar a drogas mais pesadas sim, mas vai da cabeça de cada um.
    Se vc tem cabeça fraca de uma forma ou de outra vai se matar igual.
    Hoje vc pode estar bebendo cerveja que é considerada leve, amanhã pode estar tomando whisky que é uma bebida pesada mata mais rápido.
    Vc tem o direito de escolher.
    Poderiam no mínimo colocar um limite de idade de 18 a 21 anos para quem quiser usar a maconha, afinal vc é responsável pelos seus atos.
    Antes prejudicar a si próprio do que ficar roubando o dinheiro do POVO, que trabalha como louco para poder SOBREVIVER.

    • Douglas Santos disse:

      É tanta baboseira sendo despejada sem conhecimento algum …

      Para quem nao sabe, a maconha tem milhares de usos, medicinal inclusive.

      O comercio sempre existiu e sempre irá existir simplesmente pq tem demanda.

      Alguem aqui ja foi p. Holanda para falar alguma coisa ? Sabe quantas farmacias tem la ? 1 isso mesmo uma , na estacao central …

      Sabe pq ? chuta ai vai ….

      p. quem sabe ler ingles sugiro uma passada rapida na biblioteca nacional de saude dos EUA (www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed) e procurem por cannabis , e irão descobrir que
      existem mais de 12000 artigos publicados sobre os efeitos terapeuticos da cannabis.

      É muito dificil quebrar um paradigma, mesmo quando este foi construido em cima de mentiras e desinformação , triste ver uma grande quantidade de pessoas totalmente desinformadas …

  42. Alessandro Martins da Silva disse:

    Quer acabar com tráfico deputado sem vergonha? acabe com a demanda da droga, mate os viciados e os traficantes, que são raça de vagabundos e quem usa droga não passa de covarde bundão!

    • Paulo disse:

      Viciado deve ser tratado não morto, vc é muito ignorante mesmo. Pense se seu filho ou parente próximo estive tendo problemas com drogas vc mataria também!

  43. Demétrius Menezes disse:

    Pra esse “diputado” o nosso país é de primeiro mundo como a Holanda!

  44. Demétrius Menezes disse:

    Lógico!! Na cabeça dele o nosso país é de primeiro mundo como a Holanda!!

  45. Carlos disse:

    Lamentável, esse idiota e os idiotas favoráveis a aprovação. Sou pai de dependente químico que começou com essa maldita. Vi o estrago que ela fez com o meu filho e piorou com as outras. Idiotas quem apresenta projeto de lei, idiotas viciados que incentivam.

    • Paulo disse:

      Infelizmente ele não foi bem instruído, por isso se deixou levar por drogas mais pesadas. Meu pai me instrui bem a respeito das drogas, por isso não tenho cabeça fraca.

    • Flavio Sampaio disse:

      Bom cara, se seu filho tem esse problema meus pêsames cara, mais agora você não pode generalizar pensando que o problema do seu filho começou com a maconha. Tudo na vida pode ser abusado, até o big mac que pode te deixar em gordo e com problemas de pressão. Agora penalizar aqueles que consomem a maconha por recreação é demais, os usuarios não deveriam ter a sua liberdade privada sendo que não esta causando nenhum dano ao terceiro. A proposta ajuda a diminuir o poder do crime no brasil e tambem da a liberdade a aquele que quer aproveitar de uma substancia muito menos nociva que o cigarro ou o alcool e muito menos aditiva. É dificil discutir a legalização de qualquer entorpencente, mais ja que a politica não ajuda, cabe sim aos nossos representantes discutir o tema

  46. Marcos Averbeck disse:

    Esse debate precisa ser enfrentado. A batalha contra as drogas é uma batalha perdida, nenhum país conseguiu, até hoje, coibir o consumo, seja de drogas leves, seja de drogas pesadas. Nem os EUA, com todo o seu aparato bélico e tecnológico, conseguiu, nem os asiáticos que possuem pena de morte conseguiram qualquer resultado prático. As drogas continuam entrando pelas fronteiras e parcela da população permanece e permanecerá consumindo. Recentemente o Uruguai legalizou a maconha, uma legislação ousada, porém realista. Legalizando, retira-se poder do tráfico, pois o usuário não precisa mais obter a droga ilicitamente, junto a um traficante. Ele poderá obtê-la por meios lícitos e com o tempo isso quebrará a estrutura financeira do tráfico. Será que ainda não perceberam que essa é a medida mais inteligente, legalizando o consumo, você acaba com o tráfico ? Ou ainda vão insistir nessas políticas fracassadas de combate e repressão, cujos resultados são tão pífios quanto inúteis ? Sociedade brasileira, acorde, está na hora de mudarmos conceitos e paradigmas.

    • Paulo disse:

      Vc tem toda razão. Faço suas minhas palavras. Obrigado e Parabéns.

    • Valdir disse:

      Marcelo, a legalização da maconha não quebra a estrutura financeira do tráfico, pois maconha é só sobremesa. O grosso do faturamento está nas drogas mais pesadas e mais caras. O tráfico vai ficar mais poderoso e aí o que fazer? Liberar o crack, a heroína, etc?
      A maconha tem propriedades que até ajudam em tratamentos médicos, mas são devidamente dosados e os médicos para receitar algum remédio que utiliza esse componente sabe exatamente como está todo o organismo do paciente e se o tal remédio se aplica ou não.

      • Flavio Sampaio disse:

        não importa se a maconha é sobremesa, o maconheiro vai sempre existir e tambem o abuso, a discussão agora é liberar um entorpecente que é menos nocivo que outros liberados. a legalização não só afasta os usuarios dos traficantes que tem acesso a outras drogas mais tambem tira esse taboo que a maconha faz mal. é uma liberdade que o maconheiro vai ter que não vai afetar a sua vida, alem de que o produto legal é livre de qualquer contaminante da droga que é vendida hoje e consumida por MILHARES

        • Valdir disse:

          Flávio, concordaria contigo se a maconha realmente não fizesse mal como você diz e como os que apoiam querem fazer com que a juventude acredite. Mas a maconha faz mal sim. Veja no link a seguir os efeitos da maconha. Dali você pode expandir para alguns estudos citados. http://pt.wikipedia.org/wiki/Efeitos_da_cannabis_%C3%A0_sa%C3%BAde
          Dentre as consumidas “legalmente”, também condeno o álcool por fazer tanto mal quanto as ilícitas, principalmente pelo fato de tirar a pessoa de sua condição normal, causando vários assassinatos e mortes no trânsito, por exemplo.
          Mas nunca concordarei que a maconha não faz mal, pois faz e muito.

          • Flavio Sampaio disse:

            Bom valdir, obrigado por citar o wikipedia, fontes assim contribuem com o bom dialogo. Agora eu vou dar uma opinião e você pode aceita-la ou não, eu vivenciei muitos abusos por conta do alcool, acho que eu não consigo me recordar de nenhuma noticia de alguem que fumou um baseado e por conta dos efeitos bateu na mulher ou nos filhos. O alcool e o cigarro estão entre as 10 maiores causas de mortes no brasil, não ha registro de nenhum cidadão brasileiro morrendo por decorrencia de abuso da cannabis. A discussão é que existe um publico que se interessa por essa planta e não é só o vagabundo da praia mais sim pessoas de varias classes sociais. A legalização para consumo proprio não industrial abriria o direito para esse cidadão pagador de imposto a poder aproveitar de um direito que não causaria mal a terceiros. Eu concordo que possa fazer algum mal mais eu não conheço ninguem fumando 20 baseados por dia, abusos acontecem até com o gorduras e etc… O equilibrio e uma vida ativa é sim oque é bom mais esse é um direito do cidadão

          • Valdir disse:

            Bom dia Flávio. Não somos donos da verdade concorda? A seu exemplo, eu perdi meu avô quando ele tinha 55 anos por conta do Álcool (cirrose). Meu pai fuma há 72 anos e eu há 48 anos. O cigarro varia de pessoa para pessoa, mas faz mal também. Ao visualizar uma possível liberação, não vejo outro resultado que não o fortalecimento dos traficantes. Vou lhe fazer uma pergunta que pode me ajudar a raciocinar. Como seria a comercialização em caso de liberação?

          • joao disse:

            Comercialização? em lojas, taxadas?
            No bem da verdade, esse papo de legalizar a maconha no brasil é questão de tempo. Eu quero ver é como os impostos sobre a maconha serão usados ou se vão para o mesmo buraco negro de todos os impostos que nós brasileiros pagamos hoje.

          • Valdir disse:

            Oi João, bom dia! Isso que imagino que os que apoiam pensam, por isso perguntei ao Flávio. Em lojas, taxadas. Vamos adicionar, proibida a venda para menores. Agora vamos fazer uma comparação. Como se vende cerveja hoje? Só nas lojas, taxadas e não se vende a menores. Se liberar os que mais se beneficiarão serão os traficantes pois poderão vender em qualquer lugar pois não é mais crime, e como eles vendem nas ruas não pagam taxas, então o preço deles será menor. Imagina as portas das escolas cheias de traficantes e vendendo um produto legal? Complicado, não? Sem dizer sobre o que você mesmo comentou. E os impostos das vendas taxadas vão parar aonde?

          • Gabriel Verri Sanches disse:

            Amigo, a comercialização teria de ser autorizada, não funciona como vender sorvete.
            E sobre os impostos, o certo é ir para instituições que tratam os problemas relacionados a substância que seria legalizada.

          • Victor Hugo Pinheiro Cunha disse:

            já são ‘taxados’ só que ao invés de recolher impostos, se molha a mão das autoridades com propinas… acho que o imposto sai mais barato e provoca menos males.

          • Thiago Ferreira disse:

            O cigarro não faz mal? Então o câncer de pulmão que matou dois integrantes fumantes da minha família foi uma coincidência? Vocês estão esquecendo de citar os efeitos a longo prazo de qualquer tipo de droga. A maconha tem o THC como princípio ativo principal, esse em si não possui efeito terapêutico seletivo. Os princípios que fazem bem são o canabiol e o canabidiol, mas para isso é preciso isolá-los. A maconha não deixa as pessoas agressivas, mas tem efeitos apoptóticos nos neurônios. Quanto a liberação da maconha, 80% dos usuários de drogas começam por ela, então liberá-la seria sim uma opção para quebrar o traficante. Estamos falando de 90 anos de luta contra as drogas por meio da opressão, sem resultados. Insistir no erro é no mínimo burrice.

          • Valdir disse:

            Oi Thiago, ao contrário. Veja que comentei que o cigarro faz mal sim. Apenas quis enfatizar que o cigarro age diferente em cada pessoa. Tenho alguns médicos na família e isso é consenso. Quanto ao fato de quebrar o traficante, veja o que escrevi abaixo para o João. O traficante será que mais se beneficiará. Na página do Wikipédia que enviei ao Flávio fala de uma experiência. Estou lendo como foi feita e basicamente foi um tratamento terapêutico onde eles dosavam maconha e crack, aumentando a maconha e diminuindo o crack, até os usuários ficarem só com maconha, que depois foi mais fácil se livrar desta. Eles consideraram para a experiência o contexto social, características pessoais e os recursos de cada substância das drogas. Ou seja, acredito ser um problema de saúde e tem que ter políticas governamentais..

          • Thiago Ferreira disse:

            Valdir, não fui claro no que falei, desculpe. Liberar por liberar não funcionaria. Quando falo em liberar para quebrar o traficante, me refiro à liberação acompanhada de políticas públicas, começando pelo aparelhamento da polícia, tanto a urbana quanto a de fronteira. A parte de quebrar o traficante é comercializar a droga em farmácias especializadas com o mesmo preço, isso subsidiado pelo governo. Os impostos recolhidos dessa comercialização, seriam aplicados no aparelhamento da polícia. O usuário irá preferir mil vezes comprar a droga em segurança pelo mesmo preço, do que subir o morro e comprar de modo ilegal. Você que fuma sabe, você prefere comprar cigarros contrabandeados de maneira ilegal, ou prefere ir perto da sua casa? O resultado disso não tem, em teoria, como ser diferente, a não ser que na prática aconteça algo inesperado, mas, visto a situação que estamos hoje, acharia válido tentar. Daí a gente esbarra em um outro problema… Isso só funcionaria em um país sério.

          • Valdir disse:

            Oi Thiago, bom dia! Eu respondi a questão ao João abaixo que respondeu antes de chegar sua resposta. Creio que o traficante é quem seria beneficiado, pois conseguiria vender mais barato e sem ser ilegal. Não posso reclamar da minha situação financeira que me permite comprar o cigarro taxado. Mas o contrabando de cigarro também é altíssimo e vende muito. A venda de produtos “piratas” não é estratosférica? Por que? Porque a maioria da população não tem uma renda suficiente para comprar os produtos de seus sonhos de consumo. Mas caso haja a liberação, eu particularmente não terei nenhum problema, pois como comentei à Márcia, meus filhos eu criei informando e eles depois decidiam o que queriam. Minha neta também está sendo criada assim e certamente não fará uso de drogas, pois já “cai matando” em mim por causa de cigarro.

          • Thiago Ferreira disse:

            Valdir, bom dia! Bom seria se todos os pais criassem os filhos como você criou os seus e meus pais me criaram, mas sabemos que não é assim e falo como não usuário que fica a mercê da violência. Minha dúvida é. Porque que na Holanda não existe a criminalidade que existe aqui por conta das drogas, sendo que lá a maconha é liberada? Porque continuar achando que, depois de noventa anos de luta contra as drogas por meio da repressão, esse método vai dar certo? Os EUA têm a polícia mais bem equipada do mundo e não conseguem reprimir por meio da opressão. Como disse o Pepe Mujica: “Esse é um mercado que existe, quisera eu que não existisse, mas existe”. Valdir, o uso de drogas é um ato que vem desde os Sumérios, infelizmente não temos como controlar isso se um cara quer fazer o uso, a não ser fazendo nossa parte: educando. Mas volto a afirmar, mesmo em países com sistema educacional modelo, o uso de drogas é grande.

          • Valdir disse:

            Thiago, suas palavras são bem realistas e verdadeiras. Estou baixando 2 documentários “Cortina de Fumaça” (brasileiro) e “A História das Drogas”. Nesse último eles começam dizendo que o uso das drogas começou quando o homem passou a andar com 2 pés (outro assunto polêmico). Lembro que na geração anterior à minha existiam remédios feitos até com cocaína e na minha infância ainda existia um ou outro. Acredito que a evolução das pesquisas que culminou com a diminuição e até suspensão do uso desses componentes tenha contribuído pela mudança na expectativa de vida das pessoas. Acho que nos anos 50 era de quarenta e poucos anos e hoje estamos em 72 anos. Não sei. Vamos ver o que acontecerá com o Uruguai. Mas para mim a troca de ideias é super válida. Estou agora assistindo ao julgamento do MENSALÃO. Grande abraço

          • Márcia Balades disse:

            Valdir, deixe que as pessoas conheçam, se informem e decidam. Quem é voce ou o estado para decidir o que entra dentro do meu corpo, que me pertence? Não podemos consumir açucar, sal, café e outras subst^sncias que comprovadamente também fazem muito mal à saúde? A questão é fazer uso controlado de sal e açucar para não prejudicar a saúde. Então pq não podemos usar maconha? Tem que ter informação e tratamento para quem faz uso abusivo, tal qual sal e açucar. Se voce condena, não use, simples assim. Deixe quem quiser usar.

          • Valdir disse:

            Bom dia Márcia,
            desculpe, mas eu não estou decidindo nada por ninguém. Apenas estamos trocando ideias. Como você mesma coloca, existem tantas substâncias que fazem mal e a gente usa. Mas para essas outras substâncias também as comunidades médicas, governos vivem alertando as pessoas e mostrando os males que causam e fazem até campanhas. Isso visa melhorar a saúde da população. Eu concordo contigo no primeiro parágrafo só com a ressalva da ordem. Eu diria, deixe que as pessoas se informem e depois decidam se querem usar. Foi assim que criei meus filhos e nenhum deles nunca jamais colocaram cigarro nem álcool em suas bocas. Ah! E nem droga de qualquer espécie.

          • Paulo disse:

            Parabéns Valdir vc é uma pessoa muito sensata.

          • Valdir disse:

            Bom dia Paulo. Obrigado pelas suas palavras. O simples fato de você me tecer tal elogio, só vem corroborar com minha vontade de usar minha experiência de vida para ajudar nossa população, que tem sido minhas atividades desde que parei com as laborais remuneradas, e também demonstra sem nenhuma contestação a pessoa de bem que você é. Por isso, parabéns a você também.

          • Tomás Z. Soares disse:

            Olá Valdir, boa tarde. Comecei a ler a thread de comentários mas parei pois já estava muito extensa. Vou dar minha opinião mas me desculpe se já estiver repetida.
            O assunto é polêmico e tem várias implicações, no entanto estou convencido que a liberalização COM REGULAMENTAÇÃO é o melhor caminho. Porque?
            1) A Guerra contra as drogas é uma guerra perdida. Anualmente, milharess de pessoas morrem em decorrência da viôlencia do tráfico de drogas e outros tantos, em sua maioria jovens pobres e negros, são presos por decorrência da maconha. Lembremos que a simples venda da planta não geraria violência, não fosse o tráfico de drogas atrás. Uma liberação reduziria, porém longe de acabar, o poder do tráfico de drogas e melhoraria nosso Sistema penitenciário.
            2) É falácia que a maconha é porta de entrada para outras drogas. São inúmeros os exemplos de pessoas que fumam maconha e apenas isso. Tenho amigos que fumama maconha e nem mesmo bebem ou fumam o cigarro convencional.
            3) Não é competência do Estado permitir ou não um cidadão de fazer alguma coisa que não impacte os outros cidadãos. Mesmo que a maconha fosse mais prejudicial que o cigarro (e não é), isso seria uma escolha individual de cada um, assim como o cigarro foi uma escolha sua.
            4) A maconha é proibida há mais ou menos 50 anos. Durante ess período o número de usuários apenas aumentou. Não seria mais prudente regular um mercado que já existe e ainda arrecadar impostos? Veja o exemplodo Colorado nos EUA, a arrecadação este ano promete ser recorde por conta da legalização e os impostos serão revertidos em melhorias da saúde.
            5) Porque a maconha é proíbida e o alcool e o Tabaco não? Você sabia que a maconha é usada pela humanidade há mais de 2000 anos e antes de ser proíbida sua fibra tinha inúmeras utilidades?
            6) Ao proibir a maconha, inibimos as pesquisas médicas que, assim como diversas outras plantas, têm propriedades medicinais únicas.
            7) O modelo uruguaio é bastante interessante. A produçào e comercialização são monopólio do Estado e cada indivíduo pode plantar para consumo próprio.
            8) Obviamente, a maconha em excesso faz mal. Assim como o Bacon, a cerveja e a aspirina. Tudo em excess faz mal. e tudo em moderação atinge um bom equilíbrio. Temos então que concientizar a população sobre seus malefícios, não incentivando o consumo. Mas, se mesmo assim, o indivíduo quiser consumir, quem somos nós para impedir?
            Enfim, escrevi demais. Mas acho que pude contribuir para o debate.
            Abraços.

          • Valdir disse:

            Olá Tomaz, boa noite. Desculpe não responder antes mas tive
            que sair e só retornei agora. Considero toda discussão saudável para
            construirmos uma sociedade melhor.

            Conforme comentei, eu baixei 2 documentários sobre o
            assunto, mas infelizmente ainda não tive tempo para assistir.

            Tenho plena consciência de fatos que no meu entender todos
            concordamos, os a favor e os contra a liberação.

            Uma delas é que nunca conseguiremos acabar por completo com
            o uso das drogas e que essas já estão aí na humanidade desde o início do mundo.

            Acredito que a liberação não melhorará a situação. Veja que
            os que defendem a liberação sempre citam a Holanda como modelo, porém não
            dizem, ou por conveniência ou por desconhecimento, de que a Holanda se
            arrependeu de algumas liberações, entre elas a do uso da maconha e a legalização
            da profissão de prostitutas e está em processo de voltar a proibir. Veja matéria
            no link http://tribunadaimprensa.com.br/?p=26897,
            que corrobora com minha opinião de que os traficantes é quem ganha com a
            liberação.

            Ao contrário temos exemplo de países com índices baixos de
            uso da maconha, como Suécia e Japão, que são mais rígidos com relação ao uso de
            drogas. Veja matéria sobre recente levantamento no link http://g1.globo.com/brasil/noticia/2012/08/estudo-diz-que-15-milhao-de-pessoas-usam-maconha-diariamente-no-pais.html

            Veja que nessa matéria mostra também que 75% da população
            brasileira é contra a liberação, a exemplo do Uruguai onde 63% também foram
            contra a decisão do governo.

            Assim existe uma grande probabilidade de que nossos
            governantes também sigam os passos do Uruguai. Mas certamente ficarão as mesmas
            perguntas sem respostas como consta na matéria sobre o Uruguai. Veja no link http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/12/131210_uruguai_aprova_maconha_mm.shtml

            Outro aspecto creio ser importante quando fazemos comparação
            são: Qual a população do país? Qual a área total do país? Qual o nível cultural
            e financeiro da população?

            Acredito que se analisarmos por esses aspectos chegaremos no
            âmago do problema.

            Muitas coisas citadas por você vêm de encontro a esses
            aspectos e concordo com elas. Como já sou uma “criança sem futuro” (é assim que
            chamo a nós idosos), ainda tenho algumas culturas que não consigo me livrar.

            Obrigado por ajudar e espero que possamos dar continuidade
            nas ideias, não só sobre esse assunto, mas em todos que nos esbarramos no
            Congresso em Foco.
            Abraço.

          • Leonardo Santos disse:

            Bom dia, Vadir. Dados recentes da ONU sugerem a descriminalização das drogas como uma forma de evitar a superlotação dos presídios, conseguir recolher mais impostos e também para obter maior controle sobre a própria substância. http://www.conjur.com.br/2014-mar-08/onu-sugere-descriminalizar-consumo-drogas-descongestionar-prisoes

            Quando você diz que nas escolas, a partir da legalização, os traficantes venderão ilegalmente a criaças, a firmação é ilógica. Primeiro porque, se a droga que for vendida com maior lucro pelos traficantes é aquela direcionada a menores (porque aos maiores já vai ser regulamentada), esse tipo de comércio dos traficantes seria, portanto, ilegal. Daí que a droga não seria vendida facilmente na porta das escolas. Essa venda continuaria a ser qualificada como tráfico e portanto punível. A venda aos menores seria portanto constrangida especificamente e localizadamente. Assim a lei poderia se focar esses casos. Nesse sentido, a descriminalização do consumo e do consumo desafogaria o sistema prisional, onde muitos entram por consequência de posse de droga e lá ficam vulneráveis ao crime. A lei poderia, em resumo, se focar no tráfico.

            E quando pensarmos em modelo de DESCRIMINALIZAÇÃO devemos pensar não na Holanda, e sim em Portugal. Portugal é um país com forte presença da religião católica, também passou por ditadura militar e tem população relativamente conservadora. Há 14 anos todas as drogas foram descriminalizadas para consumo. As avaliações das autoridades do país são positivas. Aqui vai um estudo que conta a história da descriminalização em Portugal e avalia seus resultados. -> http://www.opensocietyfoundations.org/sites/default/files/drug-policy-in-portugal-portuguese-20111206_0.pdf

          • Valdir disse:

            Leonardo, boa tarde.

            EXCELENTE DOCUMENTO!

            Eu o estou lendo cuidadosamente e estou na página 32 “Prevenção”. Esse documento mostra claramente o porque critiquei a proposta do deputado. A começar pela diferença entre “descriminalização” e “legalização”.
            Veja que em Portugal os usuários e até as pessoas que
            tentavam ajudar os tóxico-dependentes eram tratados como criminosos como os traficantes. A “descriminalização” atingiu somente os usuários e os que os ajudavam. Repare que mesmo estando descriminalizada, se a pessoa usuária estiver com pequena quantidade, dentro da quantidade estabelecida em tabela como sendo permitida, mas se for pega vendendo, pode sim responder como crime.
            Outro aspecto importante é que os usuários deixaram de ser considerados criminosos e passaram a ser tratados como “doentes” e a lei estabelece ações educativas e tratamentos para dissuadi-los ao uso. Importante também repararmos que o governo português, os especialistas, todos enfim, reconhecem que as drogas causam males não só aos usuários, mas à sociedade, conforme o texto do documento reproduzido abaixo entre aspas:
            “Quando questionados sobre o porquê da introdução da descriminalização e não da legalização – um conceito discutido abertamente hoje em dia por outras autoridades políticas e intelectuais, especialmente na América Latina – os entrevistados apresentam uma série de razões. Alguns centram-se nas questões relacionadas com os acordos e tratados internacionais assinados por Portugal, que obrigam os seus signatários a manter a proibição das drogas. A legalização seria contrária a esses acordos, enquanto que a descriminalização não. Outros defendem que esta nova filosofia mantém uma
            forte convicção que o consumo de drogas é prejudicial e indesejável e não deve ser percecionado apenas como uma opção pessoal uma vez que acarreta consequências sociais. Foi afirmado que a política portuguesa da droga não se trata de dar luz verde ao consumos de drogas, mas sim de reduzir danos, parar com punições insensíveis e atingir um maior controlo sobre o problema das drogas.” (deixei até o erro de português na palavra “controle”).
            Vou continuar a leitura, mas estou passando esse documento também ao nosso amigo Walmir, e também passarei a um amigo do Psol que tem contato com o deputado Jean Willis, pois estou achando por demais interessante a experiência de Portugal. Algumas coisas o Brasil já pratica (“acho” de achismo mesmo, que os usuários não são presos). Quem sabe o que nos falta é a parte da Prevenção, Educação e Tratamento? Ou que sabe uma saída, como o Walmir me alerta da possibilidade do plantio em casa, o governo autorizar apenas o plantio em casa por usuários cadastrados?

            Bolívia, Colômbia, Uruguai e Peru têm nessa planta, acredito, a base de sua economia, o que não é o caso do Brasil.

            http://www.opensocietyfoundations.org/sites/default/files/drug-policy-in-portugal-portuguese-20111206_0.pdf

          • Bento Sartori de Camargo disse:

            Bom dia Valdir, seu comentário é irretocável. Quanto a liberalização do uso da Cannabis Sativa com limites pessoais de quantia, vejo com relativa simpatia até porque como você e outras pessoas colocaram, temos uma grande quantidade de outras substâncias que em quantidades elevadas tem provocado sérios danos para a saúde nas pessoas, com destaque para o álcool e o tabaco. Somos em 4 irmãos, filhos de pais fumantes e todos nós detestamos o “fedor do cigarro”. Com certeza o único caminho é a educação, o esclarecimento e deixar que cada um decida se é aquilo que ele realmente quer e claro, que assuma as eventuais consequências.

          • Valdir disse:

            Bom dia Bento! Obrigado pela mensagem. Acredito que se cada um de nós, conforme vai tomando consciência das coisas e for repassando aos mais jovens, com certeza um dia o mundo será melhor. Eu fui “iniciado” no vício do cigarro quando tinha 12 para 13 anos em 1966. Infelizmente meu pai fumante e sem cultura acabou por me incentivar. Talvez se ele tivesse feito como muitos pais faziam na época (me dado um belo soco para eu engolir o cigarro) eu não teria me viciado. Graças à Deus orientei meus filhos o contrário. A princípio o cigarro não causa prejuízo aparente, mas no futuro sim. Hoje com 60 para 61 tenho problema de cansaço e tive em 1990 uma trombose na perna direita para o que o cigarro colaborou em muito. Sempre que vejo um jovem fumando, faço questão de me aproximar, pedir licença e converso, mostrando minha perna e muitos ficam impressionados. Se param de fumar como afirmam não sei, mas com certeza aquela conversa e a imagem de minha perna ficará na mente dele. É isso aí, temos que nos ajudar, não custa nada. Grande abraço.

          • Thiago Ferreira disse:

            Márcia só um adendo, os experimentos já provaram que o café não faz mal. Isso surgiu num experimento na década de 80 que eles estudaram fumantes que consumiam café. Os problemas vinham do cigarro não do café. Hoje se sabe inclusive que ele ajuda auxilia na memória.

          • Paulo disse:

            Desculpa mas não estou de acordo, porque eu sou viciado no café se eu passo um dia sem café morro de dor de cabeça.

          • Thiago Ferreira disse:

            Calma lá cara, isso é em você, eu tomo café pelo menos 6 vezes por dia, mas se eu ficar sem café não me sinto mal e nem tenho dor de cabeça, tomo porque acho gostoso. O que eu estou dizendo é que você não vai desenvolver um problema de saúde por tomar o café. Se você ainda tiver dúvida acesse esse site. http://www.pubmed.org aqui estão 99% dos arquivos médicos de revistas científicas do mundo.

          • Victor Hugo Pinheiro Cunha disse:

            e vc acharia bom proibirem o café pra você ter que comprar de traficantes? só porque você é um viciado um monte de gente que bebe café numa boa tem que comprar de traficante também?

          • AguiaLouca disse:

            Voce já viu um filme pornográfico de quem usa drogas? Comem bosta,
            bebem urina, cospem esperma nas bocas. Se vc que fazer uso, o #@ é
            seu, faça bom proveito.

      • Victor Hugo Pinheiro Cunha disse:

        por mim liberava a cocaína e o lsd e o extasy seguindo os mesmos princípios… traficante ia ter que abrir empresa… boca de fumo teria que ter licença… e dai?

      • Guilherme Soares disse:

        Já passou da hora de nos maconheiros termos direitos, cannabis pode até fazer algum mal, mas tudo tem seu lado bom e seu lado ruim, e outra cara, você não usa cannabis, mas eu uso, e eu sou dono da minha vida, e você gostando ou não, você precisa respeitar, precisa ser legalizado sim, maconheiro não é criminoso, somos vistos e julgados por muitas pessoas na sociedade, e eu posso dizer por experiência própria que a cannabis não nunca me fez mal nenhum, pelo contrário, já me ajuda muito, muito mesmo, então para de falar o que você não sabe, pra você poder julgar uma pessoa que fuma por exemplo, você também precisa fumar, ler links aí na internet é fácil, quer falar sobre cannabis, primeiro vc precisa usá-la!

    • Diego disse:

      Ingenuidade sua achar que a legalização da maconha irá acabar com os problemas. Para se adquirir a maconha por meios legais serão incluídos vários tributos em cima dela encarecendo e MUITO o produto. A venda ilegal nunca irá desaparecer. A única diferença é que a legalização mudará o termo tráfico para comércio ilegal de entorpecentes.

  47. Gabriel Velini disse:

    Agora é questão de tempo para criar o “Bolsa Maconha”

  48. Wagner Luiz de Figueiredo disse:

    Agora descobri o que quer dizer PV …Partido dos Viciados.

  49. Wagner Luiz de Figueiredo disse:

    Engraçado né !!!!!!! se liberar a maconha, logicamente irá ter imposto, isto no meu modo de ver quer dizer que o Governo pode TRAFICAR, já deve ter até nome ISM
    Imposto Sobre Maconha, eita paizinho de MERDA.

  50. Paulo Vieira disse:

    isso ai deputado o que mais vocês fazem é merda mais uma não vai fazer diferença…… mudar o código penal nem pensar se não já viu a casa cai em Brasília….. na minha opinião o antro de seres nefastos, esta lá na capital federal….. POLITICO NO BRASIL SÃO MAFIOSOS O PRAZER É VER O POVO SOFRE CHORAR E MORRER EM FILAS DE HOSPITAIS E NA RUA ONDE NÃO HÁ LEIS.

    • Carlos disse:

      Meu caro, esses políticos a que você se refere, vieram dos estados, não tiveram origem aqui. Vocês é que votam neles e os mandam para cá. Inclusive, este sujeito com cara de mala, veio do Rio de Janeiro. Deve ser da mesma laia que o Gabeira

  51. marcelo disse:

    Marcelo C Campos – Curitiba – participo de um grupo chamado de Amor exigente. Esta -ONG vem a fortalecer pais de viciados em drogas. Senhor deputado o senhor deveria conhecer este grupo de pais de viciados em drogas, e vcs que tem duvidas se as drogas realmente fazem mal, deveriam conhecer. Voce quer aprovar uma lei que já está dando errado nos países que legalizaram as drogas como portugal, holanda. O senhor protocola um absurdo destes porque nao tem um filho como varios pais neste pais que comecam ainda jovens a se MATAR. O senhor é usuário de drogas??? Tem certeza que ela faz bem??? Te convido a participar do show de horrores dascexperiencias que nós pais de adctitos, termo utilizado para dependentes quimicos passamos. Aqui em 2015 em curitiba teremos o primeiro congresso internacional do amor exigente falando dos maleficios das drogas.

  52. KLEBER disse:

    QUE ABSURDO, QUE ESSES POLÍTICOS ESTÃO FAZENDO NO CONGRESSO, A INVÉS DE CRIAR LEIS QUE MELHORA OS QUE ESTA ACONTECENDO DIA A DIA, QUE MOSTRA NA TV, BAIXAR A MAIORIDADE PARA 16 ANOS. QUE DINHEIRO MAIS MAL INVESTIDO NESSE POLITICO QUE NOS ESTAMOS PAGANDO PARA ELE, SE DEPENDER DE MIM ELE NUNCA MAIS VAI PEGAR UM CENTAVO MEU NA PROXIMA ELEIÇÃO

  53. Rodrigo Credo disse:

    Maconheirada pira!!!!

  54. Claudio Feijo disse:

    daqui a pouco vai aparecer aparecer vários “especialistas” no assunto dizendo que maconha é isso ou aquilo sem ao menos ter lido qq artigo sobre. E não duvido nada que o mesmo “especialista” esteja escrevendo com um copo de álcool numa mão e um cigarro queimando na outra. (se bem que deve ser difícil escrever se esta com as duas mãos ocupadas).Eita fumim bão sô!

  55. José Marques disse:

    Já está passando da hora de legalizar a maconha e repreender mais quem fuma cigarro e toma cachaça.

    • Wagner Luiz de Figueiredo disse:

      OLHA AI Ô MACONHEIRO, VC DEVE TER MERDA NA CABEÇA, OU É UM TREMENDO NÓIA.

      • Marcelino Jaques disse:

        noia está mais para sua ignorância em saber que a repressão só enriquece o tráfico PSDB-PCC e a ficarem colocando nossas crianças a venderem ILEGALMENTE nas ruas!!! legalize e destina toda renda para saúde e educação..assim não teremos SUÍNOS que nem vc!

      • Alexandre disse:

        Chama o cara de maconheiro, mas deve encher o rabo de pinga no churrasco de domingo. Aprenda a cuidar da sua vida!! não gosta de maconha, não fume, não gosta de cerveja, não beba, não gosta do BBB, não assista!! Mania de tomar conta da vida alheia,

        • Igor Ivan disse:

          Pinga é errado? Cigarro é errado? Maconha muito mais. Deixa de ser imbecil e querer justificar seu vício. Só porque isso é legalizado você também legalizar sua ervinha, maconheiro de merda?

          • Douglas Santos disse:

            desculpa mas me mostra aonde uma planta pura e simples é mais errado do que 1) alcool (destilado e processado por humanos) e 2) cigarro (com diversos aditivos, arsenico que é veneno p. rato) … me explica vai to curioso, so pq te falaram isso ?

      • Paulo disse:

        Maconha não mata o ALCOOL mata até inocentes que não tem nada a ver Dr.
        Não conhece o produto não fala.
        A maldade já vem de dentro da pessoa antes mesmo de usar a droga.
        OK

      • Michael disse:

        Wagner, vai encher a cara de cachaça!!!

    • Paulo disse:

      Ta certo é isso mesmo.

  56. Valdir disse:

    Esses políticos perderam a vergonha mesmo! É comprovado cientificamente que quem se vicia em uma droga, por mais leve que seja, está fadado a migrar para as drogas mais pesadas. Isso é jogar os jovens para o mundo das drogas e “lavar as mãos” pelo caos social que vem tomando conta de nosso país. Não sabem o que fazer para acabar com as “cracolândias”, então libera que aí não precisamos mais tomar providências, nem ficar criando programas de recuperação. Cada família é responsável pelo o que acontecer a seus filhos nas ruas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via