Congresso em Foco

Maha e sua irmã Souad foram reconhecidas como apátridas em junho. Foi o primeiro passado para conseguir a naturalização brasileira[fotografo]Reprodução[/fotografo]

Brasil reconhece apátridas pela primeira vez na história e abre caminho para naturalização

25.06.2018 17:49 26
Atualizado em 28.06.2018 17:10

Reportagem Em

26 respostas para “Brasil reconhece apátridas pela primeira vez na história e abre caminho para naturalização”

  1. Eric Fernando disse:

    O Brasil é um país criado. Não iremos permitir essa invasão islâmica.
    Se prepare mídia vcs terão seu financiamento cortado em janeiro! !!

  2. DefendaSeuDinheiro disse:

    ótimo!
    muito melhor aqui do que na guerra da síria, claro, exceto se ela não for morar em região das guerras dos traficantes, milícias, policiais, exército, força nacional e afins, pois aí morre mais do que em todas guerras do oriente médio….

  3. M.C.R disse:

    Muito bom! Realmente a burocracia é um grande problema no Brasil, mesmo assim acho a iniciativa de conceder cidadania muito positiva. Afinal, somos todos descendentes de imigrantes e é nossa obrigação tratar com respeito e generosidade os refugiados que aqui quiserem permanecer. Quem sabe isso não é um primeiro passo para nossa nação construir um futuro melhor?

  4. SarneySafado disse:

    Aqui e terra de ninguém mesmo, que venham só temos 210 milhões para alimentar e dar conta.

    • Eduardo Veríssimo disse:

      Como assim? Cada um que se alimenta, meu caro. Você não dá comida pra ninguém. Deixe de reclamar.

      • SarneySafado disse:

        Dou sim, todos os dias, além de bancar educação,saúde e demais necessidades o Brasil para os brasileiros.

        • M.C.R disse:

          Seus impostinhos bancam no máximo você e algum familiar. Se um refugiado comprar uma bala, tá pagando o imposto já incluído no preço dela. Todo mundo que vive no Brasil paga imposto. Inclusive quem vem de fora.

          • SarneySafado disse:

            Pagam nada, recebem auxílio e usam do sistema(eu sempre paguei por tudo que usei neste país deste a saúde, ate educação, segurança, transporte e paguei para os outro como vc), gente como vc pensa que o mundo é cor de rosa, e nessa vamos ficando para trás QI médio do Brasileiro caiu nos últimos 30 anos resultado de país africano, fabricando pessoas como vc. acorda e para de sonhar, vai tentar empreender e empregar pessoas e depois voltamos a discutir.

      • SarneySafado disse:

        todos os dias dou comida a pelo menos 5 pessoas, vivemos um socialismo da corrupção e os doutrinadinhos não perceberam, kkkkk. Vai me dizer que estuda em uma Federal ou Instituto??

    • Marcos Agrippa disse:

      Vc é indio? Se não vc ou seus antepassados tb vieram aqui e com certeza vieram pra matar a fome

      • SarneySafado disse:

        outro mundo, outros tempos, vai tentar ir(viver) em algum país sendo brasileiro e veja se vai ser bem recebido (e não vale América latrina), reciprocidade diplomática, gente curta, ingênua.

    • Proibido Bsb disse:

      O mal da humanidade é o pensamento egoísta e insensível….

    • Eduardo Veríssimo disse:

      Tem outra. Não é de hoje que se sabe que o PIB de qualquer país cresce quando recebe imigrantes. EUA rico hoje? Sim, porque sempre – SEMPRE! – recebeu imigrantes que trabalhavam duro e melhoravam as condições de todos.

      • SarneySafado disse:

        Imigrante é uma coisa refugiado e outra, foi-se o tempo disto que vc esta falando o Brasil possui uma população com mais de 200 milhões de pessoas, se liga.

        • Eduardo Veríssimo disse:

          Que eu saiba, todo refugiado, em outro país, é um imigrante. Se liga, cara. Olha a quantidade de judeus que ganharam prêmio Nobel nos EUA depois de se refugiarem lá durante a segunda guerra. E veja que os primeiros a sair de uma área de guerra são aqueles com mais recursos, com ensino superior e tudo mais.
          Ah! EUA tem 400 milhões. Números não querem dizer nada.

          • SarneySafado disse:

            cara o fato é que não precisamos de mais gente aqui, vai acreditando em coelhinho da páscoa vai. 320 milhões.

          • Eric Fernando disse:

            Aprendi contigo que os EUA tem 400 milhões de habitantes.

          • Eduardo Veríssimo disse:

            “Aí, como sou esperto, deixando de comentar a parte importante da discussão e desclassificando o outro porque usou um número maior que o real. Eu sou mesmo muito esperto!” – Eric Fernando, em um momento de iluminação

  5. Sebastião L Machado disse:

    Me orgulho muito de ver o Brasil tomando iniciativa dessa natureza, dessa importancia. É auspicioso, o nosso país tem jeito sim e pode ser um país de muita humanidade, generosidade, grandeza, um país de futuro nobre, grandioso.

    • Fábio disse:

      Perfeito, e não víamos gestos desse tipo durante o governo petista, pelo contrário!
      Lembra daquele episódio em que, em 2007, Lula demonstrando grande ausência de humanidade, negou refúgio a dois boxeadores cubanos que tentaram fugir da ditadura da ilha-presídio? Ou quando o governo petista fez o diabo para que o senador boliviano, perseguido pelo cocaleiro e tiranete Evo Morales, não pudesse ficar no Brasil? O PT, alinhado com uma agenda ideológica, quando se tratava de aliados internacionais, estava disposto às maiores barbaridades. Essa, aliás, é uma tradição histórica da esquerda no Brasil, que remonta a Getúlio mandando Olga Benário aos campos de concentração nazistas.
      Com a queda do governo esquerdista, podemos esperar muito mais humanismo, pois tarados ideológicos estão preocupados com uma utopia, não com o próximo.

  6. Fábio disse:

    Assim como os apátridas devem poder se naturalizar, por consequência lógica, os nacionais que traiam a nação deveriam se tornar apátridas, perder todos os direitos inerentes à nacionalidade. Gente que cometesse crime de corrupção, por exemplo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via