Congresso em Foco

Decreto assinado pelo presidente pode ser revisto pelo Congresso. Foto: Alan Santos/PR

Bolsonaro libera R$ 224 milhões para acolhimento a refugiados venezuelanos

30.04.2019 18:16 12

Reportagem

12 respostas para “Bolsonaro libera R$ 224 milhões para acolhimento a refugiados venezuelanos”

  1. Verde e Amarelo disse:

    Esta aí as prioridades do Governo Bolsonaro e filhos. Ajudar os EUA desestabilizar ainda mais a Venezuela e pegar o dinheiro dos Brasileiros para bancar os efeitos colaterais de se meter nesta confusão. Milhares de brasileiros morrendo em filas de hospitais, milhões desempregados e o Bolsonaro indo bancar o herói dos venezuelanos. Absurdo total me sinto revoltado e indignado, sai o PT que usou o BNDES pra bancar o Robin Hood agora entra o Bolsonaro atravessando o BNDES e dando os recursos do sofrido povo Brasileiro para causas que não são da nossa conta.

  2. Edmilson disse:

    Fazer farra e política com dinheiro público é FÁCIL D+!!! Cretino

  3. Aldemir Chaves disse:

    Apesar que se for pra usar o dinheiro dos cursos de filosofia, sociologia e afins …..pode ajudar o povo venezuelano

  4. Aldemir Chaves disse:

    Até concordo em ajudar este povo venezuelano que tá ferrado na mão destes ditadores…..mas o Brasil tá quebrado, um monte de gente passando necessidade e vamos ajudar os venezuelanos ?????

  5. OGS disse:

    E vc aí, caro Mion, achando que só o pT gastava dinheiro a fundo perdido com a Venezuela.
    Dinheiro que poderia estar por aqui, gerando emprego.
    Mas não, vão lá se meter com um problema que não é nosso.
    Até porque daqui a 1 ano vão perceber que quem quer assumir hoje, é igual a todos que por lá passaram

  6. Jorge Teixeira Carneiro disse:

    Fechem a fronteira e chamem a ONU, chamem a NASA, chamem a pruta que partiu. Mas gastar dinheiro com chavistas? O problema é interno deles, mandem a Gleisi resolver. Mandem o Lula negociar.

  7. Jorge Teixeira Carneiro disse:

    O Brasil mai acolher os eleitores do chavismo? Tem que que fechar a fronteira e manter todos lá dentro. Quem tem que fazer a acolhida social se é que isso deve ser feito, são a ONU, a OEA e a Cruz Vermelha.

  8. Paulão 2017 disse:

    aquela velha historia, o povo brasileiro sem empregos e passando necessidade e o país ajudando a Venezuela,
    Brasileiro não passa fome, só que vive nas ruas pois não tem casa/apto pra morar,
    teriamos que ser igual americano,

    pensar primeiro nos brasileiros
    em segundo nos brasileiros,terceiro nos brasileiros etc…

  9. Zapata disse:

    Afff o Bozolândia é uma piada.

  10. Claudio Santos disse:

    Já que é para gastar dinheiro do contribuinte brasileiro, que pelo menos seja gasto pelo bem de pessoas que realmente precisam e não em comemorações exageradas com pratos exóticos e caríssimos ou com auxílios esdrúxulos a pessoas públicas que já recebem em excesso pelo pouco que retornam de bom para os cidadãos. O mesmo vale para aquelas pensões e benefícios de gente que desperdiça o absurdo que recebem da previdência.

    Quem defende a manutenção da corrupção corporativa e institucional, gente que comunga com Nicolas Maduro, ditaduras africanas, castristas, chavistas ou bolivarianas não tem nem a moral nem a razão para abrir a boca em uma nação que agora caminha para a democracia plena como o Brasil.

    Se há algum discurso de ódio ou atraso da democracia ele vem do submundo dos partidos quadrilheiros, das facções criminosas e de seus comparsas eleitos pelos fanáticos, que não pensam e pelos que ainda não conseguem enxergar a grande oportunidade que temos para elevar o Brasil ao nível sócio-econômico ue este país merece.

  11. Leonardo disse:

    Ué?? Mas o governo não estava com as contas apertadas, faltando dinheiro pro Minha Casa, Minha Vida, pra universidades e bolsas de estudo, manutenção de estradas, etc.?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via