Estudo aponta que brasileiros têm vocação digital. Saiba o por quê

O brasileiro tem vocação digital. Essa é a principal mensagem de um novo estudo publicado por Google e McKinsey sobre as habilidades online da população brasileira. Vale a leitura completa, disponível na íntegra e em português. Mas destacamos alguns pontos:

Sete em cada dez brasileiros estão conectados e acessam alguma rede social. 67% da população possui smartphone e gastamos em média 9 horas por dia online. O consumo de vídeo está explodindo, usamos a rede pesadamente para comunicação e socialização. Somos a quarta maior população digital do mundo mas, apesar disso, estamos apenas em oitavo entre os clientes de e-commerce — apenas em vigésimo em penetração. O potencial é alto, mas aproveitamos pouco.

As desigualdades nas habilidades digitais espelham as desigualdades de gênero, raça e idade que ainda são muito grandes no Brasil. Em 2018, as mulheres corresponderam a apenas 15% das inscrições para a carreira de Ciências da Computação, na USP. Vale lembrar que 95% dos desempregados brasileiros pertencem às classes C/D/E, que são justamente os mais afetados pela desigualdade digital. O desenvolvimento de competências digitais pode gerar um aumento de até R$ 380 na renda mensal de cada indivíduo, com potencial de adicionar US$ 70 bilhões ao PIB brasileiro.

Veja

 

Grupos de WhatsApp: agora a escolha de entrar é sua!

Depois da ocorrência de morte por conta de notícias falsas na Índia, e com a proximidade das próximas eleições no país, o WhatsApp anunciou configuração de privacidade que permite ao usuário do aplicativo decidir se quer entrar ou não em algum grupo de conversa.

A empresa diz que o objetivo da atualização é dar às pessoas mais controle sobre as mensagens de grupo que recebem. As novas configurações chegarão a todo o mundo em breve, como parte da atualização do aplicativo.

Saiba como configurar

 

15 anos de Gmail: veja as novidades!

 

O Gmail, ferramenta de envio de e-mails do Google, completa 15 anos neste mês de abril trazendo novidades para os usuários.

Agora é possível escrever uma mensagem e programar seu envio. Com isso, o e-mail atende à demanda do ritmo de trabalho que vem sendo utilizado globalmente nos últimos tempos.

A ferramenta também irá disponibilizar a opção Smart Compose, cujo objetivo é agilizar o processo de criação de uma mensagem, sugerindo um texto para que o usuário não tenha sempre que escrever tudo. Além disso, a ferramenta vai utilizar inteligência artificial para se adaptar à escrita do autor, dando voz ao seu estilo de comunicação escrita, chegando a sugerir títulos para o e-mail, baseado no que estiver escrito no corpo da mensagem.

As novas funcionalidades do Gmail ainda não estão disponíveis para todo mundo, mas devem chegar em breve.

Saiba mais

>> Outros artigos do Cenas da Semana

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!