Rodrigo Constantino é demitido após culpar mulheres por estupros

Após comentários sobre estupro em que culpa as mulheres pelo crime, Rodrigo Constantino foi demitido da Jovem Pan. Ele disse que se a filha dele chegasse em casa e denunciasse um estupro após "beber muito em uma festinha", ficar com homens e dormir fora, "ela ficaria de castigo feio".

"Eu não vou denunciar um cara desses para a polícia. Eu vou dar esporro na minha filha. Porque alguma coisa ali ela errou, e eu devo ter errado", disse.

Na ocasião, Constantino abordava a absolvição do empresário André de Camargo Aranha, acusado de estuprar a influencer Mariana Ferrer, em 2018. Ontem (3), o site The Intercept Brasil divulgou um vídeo em que Mariana foi humilhada, vítima de comentários sobre sua conduta e teve fotos expostas pelo advogado Cláudio Gastão da Rosa Filho em audiência sobre o caso.

A demissão de Rodrigo Constantino foi divulgada por ele  em sua conta no twitter. "A pressão foi tão grande sobre a Jovem Pan, distorcendo claramente minha fala, que não resistiram. [...] Desde já estou fora da Jovem Pan", diz na publicação.

Em um comunicado, a Jovem Pan disse que "desaprova veementemente todo o conteúdo publicado nos canais pessoais e apresentado nessa live [...] Em consequência do episódio, na tarde desta quarta-feira, Rodrigo Constantino foi desligado de nosso quadro de comentaristas".

Veja na íntegra:  

"O Grupo Jovem Pan tem como premissa a liberdade de expressão e o amplo debate entre seus comentaristas. Diante do ocorrido nesta quarta-feira, 4, em uma live independente, promovida fora de nossas plataformas, por um de nossos comentaristas, a Jovem Pan esclarece que desaprova veementemente todo o conteúdo publicado nos canais pessoais e apresentado nessa live. Reafirmamos que as opiniões de nossos comentaristas são independentes e necessariamente não representam a opinião do Grupo Jovem Pan. No caso de Mariana Ferrer, defendemos que a vítima não deve ser responsabilizada pelos atos de seu agressor, apesar do respeito que todos nós devemos ter às decisões judiciais. Em consequência do episódio, na tarde desta quarta-feira, Rodrigo Constantino foi desligado de nosso quadro de comentaristas."

>"Estupro culposo": juiz do caso é denunciado ao CNJ

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!