Por fake news, jornalista deixa quadro com participação de Alexandre Garcia

Após a notícia de que Alexandre Garcia ganhou dinheiro com o impulsionamento de vídeos de fake news, publicada pelo jornal O Globo, o jornalista Rafael Colombo pediu para deixar a apresentação do quadro Liberdade de Opinião na CNN Brasil, com participação de Garcia. A informação é da Folha de S. Paulo.

O Congresso em Foco procurou a CNN, que disse a mudança de Rafael "é uma das novidades programadas pela CNN Brasil" e que em breve divulgarão mais informações.

Em maio, durante uma entrada ao vivo, Alexandre Garcia disse que Jair Bolsonaro tinha "todo o direito" de fazer um decreto proibindo governadores e prefeitos de restringir o direito de ir e vir no combate ao coronavírus. "O direito à vida também está na Constituição. Os governadores e prefeitos não estão tentando garantir o direito à vida?", questionou então Colombo.

Alexandre Garcia respondeu: "Eu não estou sendo entrevistado". O apresentador então disse que os dois continuariam a conversa no dia seguinte já que não havia mais tempo. Garcia respondeu: "Não sei se voltamos".

Documentos entregues à CPI da Covid mostram que Alexandre Garcia recebeu quase R$ 70 mil em vídeos com conteúdo considerado duvidoso. Os dados mostram ainda que foram removidos 385 vídeos do Youtube. O canal do jornalista é o que mais publicou conteúdo do gênero.

 

 

> CPI: Queiroga, Pazuello, Ernesto e mais 11 serão investigados. Veja quem são

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo