Ex-deputado Nelson Bornier morre de covid-19 no RJ

Nelson Bornier, ex-deputado federal por cinco mandatos e ex-prefeito de Nova Iguaçu em outros três momentos, faleceu neste domingo (11), aos 71 anos. O político morreu por complicações da covid-19, em um hospital do Rio de Janeiro.

A morte foi foi comunicada pelo filho de Nelson, o também ex-deputado Felipe Bornier (PROS-RJ). Nas redes sociais, Felipe disse que seu pai foi seu "herói e maior referência".

 

Nelson comandou a cidade carioca, hoje a quarta maior do estado, entre os anos de 1997 e 2000, sendo reeleito naquele ano. O prefeito abriu mão de seu cargo em abril de 2002, para concorrer ao cargo de deputado federal. De 2002 a 2010, Nelson se elegeu três vezes ao Legislativo nacional, por partidos como o PL (2002) e PMDB (2006 e 2010).

Em 2012, novamente inverteu o caminho, e renunciou ao cargo para concorrer a prefeito de Nova Iguaçu. Bornier voltou a ser eleito, pelo PMDB, com mudanças em última hora: a 72 horas da eleição, precisou trocar de candidata a vice-prefeita. A decisão atendeu a um pedido do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Após se eleger por PL, PMDB e PSDB, em 2018 Nelson concorreu novamente ao Congresso Nacional, desta vez pelo PROS. Bornier, no entanto, não pode assumir – sua candidatura acabou indeferida pela Justiça.


> Ações de Bolsonaro podem caracterizar genocídio, apontam pesquisadores

Continuar lendo