Marco Feliciano é expulso pelo Podemos de SP

O deputado federal Marco Feliciano (SP) foi expulso nesta segunda-feira (9) do Podemos. O diretório da sigla em São Paulo acatou representação contra o congressista. A informação foi confirmada pela assessoria do partido.

Feliciano é um dos deputados mais próximos do presidente Jair Bolsonaro e já fez parte da comitiva presidencial em viagens internacionais mais de uma vez.

A representação que resultou na expulsão do deputado do partido cita a proximidade com Bolsonaro e acusações de assédio sexual. A decisão cabe recurso na executiva nacional do Podemos.

> Vídeo: Feliciano responde acusação de agressão

O Podemos tenta manter um distanciamento da atual administração federal e limitar o apoio à atuação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

Em entrevista à Revista Congresso em Foco em setembro, o senador Álvaro Dias (PR), um dos principais nomes do partido, declarou que votou nulo nas eleições presidenciais de 2018 disputada entre Bolsonaro e Fernando Haddad (PT).

"Não há como não concluir que o presidente esqueceu a agenda de campanha, não prioriza o combate à corrupção. As ações que fulminaram o Coaf (Conselho de Controle da Atividade Financeira) comprometem inclusive um acordo  internacional celebrado pelo Brasil em Viena na linha do combate à corrupção internacional e à lavagem de dinheiro".

> Bolsonaro não combate a corrupção como prometeu, diz Alvaro Dias

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!