Fábio Ramalho mantém candidatura a presidente da Câmara: “irreversível”

O deputado Fábio Ramalho (MDB-MG) disse nesta quinta-feira (31) que mantém a candidatura a presidente da Câmara. Outros candidatos já definidos são o presidente nacional do MDB, Baleia Rossi, e o líder do PP, Arthur Lira.

"Minha candidatura à presidência da Câmara dos Deputados é irreversível. E não aceitarei nenhuma retaliação de quem quer que seja. Essa eleição para a presidência da Câmara dos Deputados não pode ser, mais uma vez, pautada pelas vontades do Poder Executivo ou pela imposição das lideranças partidárias", escreveu o deputado no Twitter.

Ramalho foi o primeiro vice-presidente da Câmara no biênio 2017-2018. O mineiro é conhecido por oferecer jantares aos colegas quando as votações se estendem até tarde da noite e em eventos de confraternização, alguns deles com a presença do presidente Jair Bolsonaro.

Ele já disputou a presidência da Casa em 2019, quando obteve 66 votos contra 334 de Rodrigo Maia (DEM-RJ). O número de votos necessário para presidir a Câmara é de no mínimo 257.

>Baleia Rossi e PT negociam cargo na Mesa Diretora da Câmara

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!