Eduardo Bolsonaro quer Zambelli no lugar de Joice na comunicação da Câmara

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) defendeu nesta quarta-feira (3) que a deputada Carla Zambelli (PSL-SP) assuma a Secretaria de Comunicação da Câmara. O posto é hoje chefiado pela deputada Joice Hasselmann (PSL-SP).

Eduardo e Zambelli são da ala governista do partido e Joice é, hoje, crítica a Bolsonaro. A declaração do deputado de São Paulo foi manifestada no Twitter.

O partido está rachado desde o final de 2019, quando Bolsonaro se desfiliou da legenda após uma disputa de influência partidária com o presidente do PSL, Luciano Bivar (PSL-PE).

Com a eleição de Arthur Lira (PP-AL) para a presidência da Câmara, a ala bolsonarista do PSL foi privilegiada. O deputado Major Vitor Hugo  (PSL-GO) foi escolhido para liderar o partido na Câmara no ano de 2021. O goiano já foi líder do governo de Jair Bolsonaro na Casa.

A escolha contou com a anuência da ala da legenda contrária ao governo, encabeçada pelo presidente do PSL, deputado Luciano Bivar  (PE). A ideia é que, em 2022, o líder do PSL seja alguém da ala bivarista. Vitor Hugo vai suceder Felipe Francischini (PR), que é do grupo próximo ao presidente do PSL.

Bivar foi indicado pela legenda para ocupar o cargo de primeiro-secretário da Câmara, posto importante porque administra os assuntos financeiros da Casa.

Pela decisão da legenda, os deputados do PSL ligados ao governo ficarão com a presidência das comissões que cabem ao partido. Bia Kicis (DF) foi indicada para presidir a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a mais importante.

A sigla ainda deve comandar mais duas comissões. A expectativa é de que Eduardo Bolsonaro (SP) continuará na presidência da Comissão de Relações Exteriores e que Luiz Philippe de Orleans e Bragança (SP) presida a Comissão de Finanças e Tributação.

Em 2022, a ala bivarista vai indicar a presidência das comissões.

 

> Lira e PT chegam a acordo sobre Mesa da Câmara

> Veja quem compõe a nova Mesa do Senado

Continuar lendo