Desautorizado por Roberto Freire, Alessandro Vieira deixa o Cidadania

O senador Alessandro Vieira (SE) anunciou nesta quarta-feira (9) que vai se desfiliar do Cidadania nos próximos dias. Em nota à imprensa, Alessandro atribuiu sua saída do partido à decisão do presidente da legenda, o ex-deputado Roberto Freire, de retirar uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) em que questionava o chamado orçamento secreto, feito pelo governo para contemplar sua base no Congresso com emendas orçamentárias.

Alessandro é o autor da ação. “Os motivos para essa desistência deixo para o próprio Roberto esclarecer”, afirmou. “Um partido decidir não impetrar uma ação é natural. Desistir de uma ação perante o Supremo, na minha opinião, não é natural”, disse em nota.

“Tenho como princípio de vida a coerência e uma seriedade extrema no trato da coisa pública, o que efetivamente inviabiliza a minha concordância com essa situação e, por consequência, a minha permanência no partido”, ressaltou.

Veja a íntegra da nota:

“NOTA DE ESCLARECIMENTO

Senador Alessandro Vieira informa desfiliação ao Cidadania

‘Como é de conhecimento da maioria, no último domingo (6) o Cidadania impetrou uma ação perante o STF questionando o chamado Orçamento Secreto, escândalo de dimensão nacional. Essa ação foi desenvolvida em conjunto com a equipe do meu gabinete, ouvindo autoridades técnicas relevantes. Ela gerou grande repercussão na mídia e no próprio Congresso.

Hoje (9) fui comunicado pelo presidente Roberto Freire de que o Cidadania iria apresentar a desistência da ação, como de fato já apresentou. Os motivos para essa desistência deixo para o próprio Roberto esclarecer.

Evidentemente respeito a decisão, mas discordo frontalmente. Um partido decidir não impetrar uma ação é natural. Desistir de uma ação perante o Supremo, na minha opinião, não é natural.

Por esta razão, mesmo mantendo a integral consideração pelo Cidadania e por cada um dos seus integrantes, decidi encaminhar nos próximos dias o meu pedido de desfiliação do partido.

Tenho como princípio de vida a coerência e uma seriedade extrema no trato da coisa pública, o que efetivamente inviabiliza a minha concordância com essa situação e, por consequência, a minha permanência no partido.

Desejo a todos muita saúde e força na caminhada’.

Senador Alessandro Vieira”

Continuar lendo