Deputados do PT e do PSL batem boca em depoimento de Mantega na CPI do BNDES

Chamado à Câmara dos Deputados para falar na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega foi o pivô de mais um conflito entre membros do PT e do PSL na tarde desta quarta-feira (22).
Veja o vídeo:

O deputado Delegado Pablo (PSL-AM) entrou em conflito com Pedro Uczai (PT-SC), Jorge Solla (PT-BA) e Alencar Santana (PT-SP). A briga levou a deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF), que havia acabado a assumir a presidência da sessão, a suspender os trabalhos por 10 minutos.

A confusão começou quando Delegado Pablo afirmou que o empresário Joesley Batista, dono do grupo J&F, e Luciano Coutinho, ex-presidente do BNDES, disseram que Mantega fazia "interferências diretas" nos empréstimos que o banco autorizava – os créditos concedidos pelo BNDES à J&F são alvo de investigação dos parlamentares. Mantega respondeu que Coutinho nunca disse isso, e diante, da insistência de Delegado Pablo, o trio petista interviu, dizendo que o colega do PSL estava mentindo.

Nesse momento, Delegado Pablo reagiu: "O senhor não tem o direito de falar. Vocês vêm em uma tropa de choque, o senhor [deputado Pedro Uczai] nunca esteve aqui", disse Pablo. "Não me interrompam", completou. Nesse momento o tom da discussão subiu até que Belmonte pediu a suspensão da sessão.

>> Nova CPI do BNDES já tem elementos para pedir indiciamentos, diz relator

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!