Deputado do PSL vai relatar a reforma da Previdência

O deputado em primeiro mandato Marcelo Freitas (PSL-MG) será o relator da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. Assista ao anúncio:

O anúncio foi feito após reunião entre o presidente da CCJ, Felipe Francischini (PSL-PR), o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, a líder do Governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP), o líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO) e o secretário Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho. Também participou do encontro a primeira vice-presidente da comissão, Bia Kicis (DF), que é vice-líder do governo no Congresso.

Marcelo Freitas, de 43 anos, é delegado da Polícia Federal e tem pós-graduação em direito processual. Com a confirmação do relator, a reforma começa a andar na Câmara pouco mais de um mês após ter sido enviada à Câmara. Segundo Joice, o deputado recebeu a notícia assim que pousou em Minas Gerais.

"Tinha que ser alguém que tenha um perfil não só de defesa [da reforma], que acredite que a Previdência é importante, mas alguém que também tenha algum conhecimento jurídico", disse a lider.

Calendário

A previsão dos governistas é votar a Previdência no dia 17 de abril. De lá, o texto seguirá para uma comissão especial. Para a próxima quarta-feira (3) está prevista a ida do ministro da Economia, Paulo Guedes, à CCJ.

Na quinta (4), segundo Francischini, a CCJ debaterá um tema com uma comissão de juristas: dois indicados pela situação, dois pela oposição e dois do bloco independente. Na semana seguinte, segundo o cronograma, deverá ocorrer a leitura do parecer do delegado Marcelo Freitas.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!