Deputado do Novo chama prisão de Daniel Silveira de “AI-5 do Judiciário”

O deputado Marcel Van Hattem (Novo-RS), vice-líder do seu partido na Câmara, classificou nesta quinta-feira (18) a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) como um "AI-5 vindo do poder Judiciário, sem nenhum respaldo da Constituição".

"Enquanto uns falam contra a democracia, outros agem contra a democracia", disse após reunião de líderes na residência oficial do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

Silveira foi preso em flagrante na última terça-feira (16) justamente por publicar um vídeo no qual faz apologia ao AI-5, o ato mais duro da ditadura militar, e ataca ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

A prisão do parlamentar foi determinada pelo ministro Alexandre de Moraes e referendada por unanimidade pelos demais ministros.

Van Hattem afirmou que o Novo não concorda com as falas do deputado Daniel Silveira, mas que não cabe ao Supremo decidir. Nesta sexta (19), a partir das 17h, a Câmara deve decidir se chancela a prisão do deputado.

A votação será aberta e permitirá a ampla defesa do parlamentar. O relator do caso será o deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP).

> Câmara prioriza cassação de Daniel Silveira e deixa Flordelis para depois

> Malafaia ameaça membros da bancada evangélica que apoiarem prisão de deputado

Continuar lendo