Filha de Roberto Jefferson é nomeada em gabinete de bolsonarista na Alesp

A ex-deputada federal Cristiane Brasil foi nomeada assessora parlamentar da liderança do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) na Assembleia Legislativa de São Paulo. A indicação do nome da ex-parlamentar foi publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo desta quarta-feira (20):

Cristiane atuará na liderança do partido que é dirigido nacionalmente pelo seu pai, Roberto Jefferson. O atual líder da legenda na Alesp é Douglas Garcia, que foi expulso do Partido Social Liberal (PSL) em julho do ano passado, junto com o também deputado Gil Diniz.

Douglas é investigado no Inquérito das Fake News pelo Supremo Tribunal Federal (STF), e é acusado de incitar atos antidemocráticos e promover ameaças contra ministros da suprema corte. O PSL afirmou à época da expulsão que tal manifestação ia contra o estatuto do partido.

Cristiane já foi deputada federal entre 2015 e 2019, após dez anos como vereadora no Rio de Janeiro. Da sua passagem por Brasília, um dos fatos marcantes foi a suspensão da sua posse como ministra do Trabalho, ainda no governo Temer, por ordem da ministra Cármen Lúcia, do STF.

Em setembro do ano passado, quando estava em pré-candidatura para a prefeitura do Rio de Janeiro, foi presa, acusada de fraudes em contratos de assistência social firmados pelo município e pelo estado. Ela se entregou à polícia e ficou detida por cerca de um mês.

Congresso em Foco buscou os gabinetes da liderança do PTB na Alesp e do deputado Douglas Garcia na Casa, ambos sem sucesso.


> Parlamentares pró-cloroquina agora tentam colar imagem de Bolsonaro à vacina
> “Rachadinha”: TJ-RJ decidirá na 2ª competência de caso de Flávio Bolsonaro

Continuar lendo