Caetano Veloso declara apoio a Baleia Rossi

Caetano Veloso usou as redes sociais para divulgar apoio à candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP) na disputa pela presidência da Câmara dos Deputados.

O artista disse que apesar de ter participado da campanha de Guilherme Boulos (Psol-SP) e de Luiza Erundina (Psol-SP) para a prefeitura de São Paulo, o momento é "de se unir e apoiar o opositor do candidato do governo na Câmara".

Erundina é a candidata do Psol para ocupar a cadeira da presidência da Casa. "Não podemos deixar o Congresso na mão do executivo", disse Caetano, pedindo que os deputados votem em Baleia.

Nesta terça-feira (19), as bancadas do MDB na Câmara e no Senado passaram a atuar juntas na disputa pelas presidências das Casas. Baleia Rossi e Simone Tebet unificaram discursos e a avaliação feita pelos candidatos é de que a derrota do Planalto com relação às vacinas aumentou "as perspectivas de o MDB reconquistar as duas Casas do Legislativo".

Confira nota do MDB na íntegra:

Baleia Rossi e Simone Tebet organizam uma nova Frente Democrática

Numa semana de sucessivas notícias ruins para Bolsonaro, Baleia Rossi e Simone Tebet unificam o discurso dos candidatos independentes, fazendo com que as bancadas do MDB da Câmara e Senado atuem juntos a partir de agora. Nesta terça-feira (19), Simone contou com Baleia no lançamento oficial de sua candidatura no seu estado, Mato Grosso do Sul.

A avaliação feita pelos candidatos é de que a derrota do Planalto na guerra de vacinas contra o governador João Dória, o recibo passado pelo ministro Pazuello, o barulho das redes e ruas, além dos últimos arroubos autoritários e machistas de Bolsonaro, aumentaram as perspectivas de o MDB reconquistar as duas Casas do Legislativo, como nos seus áureos tempos.

Simbolizando uma nova geração de líderes, Baleia e Simone estão propondo a construção de uma trincheira no Legislativo em defesa da democracia. Por mais que considerem a democracia brasileira forte o suficiente para conter eventuais radicais, como fez os Estados Unidos diante da invasão do Capitólio.

Seria uma forma de resgatar o espírito do antigo MDB, que lutou bravamente durante os 20 anos de regime militar, até garantir a redemocratização do Brasil sem precisar dar um único tiro.
Esse movimento já começou a desencadear uma onda de apoios da sociedade civil organizada.

Simone Tebet, por exemplo, já está com duas reuniões agendadas esta semana para ouvir diferentes segmentos da sociedade. A empresária Luiza Trajano e a economista Elena Landau deverão mediar a abertura do canal de diálogo com as mulheres de um modo geral e com o mercado financeira.

Apoios espontâneos também começaram, como o da presidente da Associação Brasileira das Mulheres de Carreira Jurídica Comissão Rio de Janeiro (ABMCJ-RJ), Alessandra Moreira dos Santos, que divulgou carta conclamando a bancada do Rio de Janeiro a votar em Simone Tebet.

Já o músico e compositor Caetano Veloso declarou seu apoio à candidatura de Baleia Rossi nesta terça-feira (19).

Enquanto o senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) canta vitória antes do tempo, Simone Tebet mostra o que aprendeu com o pai Ramez Tebet, que presidiu o Senado entre 2001 e 2003. Suas conversas nos bastidores têm rendido frutos e apoios que garantem sua competitividade na disputa.

Marta Suplicy, por exemplo, não só declarou seu apoio à Tebet, como se dispôs a cabalar votos junto a antigos colegas de Senado.

Definitivamente, os ventos mudaram no Congresso Nacional. Pode-se dizer que Bolsonaro virou o maior cabo eleitoral dos candidatos independentes. Cada vez que ele abre a boca, Simone Tebet e Baleia Rossi conquistam novos votos.

> Dissidência entre aliados de Baleia embaralha eleição na Câmara

Continuar lendo